Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Você não é um pecador como o cristianismo e outras religiões têm-lhe ensinado.

 Você não vê a estupidez da coisa como o todo. Algum sujeito no passado, um Adão, desobedeceu a Deus, o que nem é tanto pecado assim. Na verdade, ele estava absolutamente certo em desobedecê-lo. Se alguém cometeu um pecado foi Deus, por proibir o filho, a própria filha, de comer o fruto do conhecimento e comer o fruto da vida eterna. Que tipo de Pai é esse? Que tipo de Deus é esse? Que tipo de amor é esse?

 O amor requer que Deus deveria ter advertido a Adão e Eva: "Antes de comerem alguma coisa, lembre-se destas duas árvores. Comam tanto quanto queiram da árvore da sabedoria e da árvore da vida eterna, de modo a poderem ficar no mesmo nível de imortalidade que eu". Essa devia ser uma coisa simples para alguém que ama. Mas Deus proibir Adão da sabedoria significa que ele queria que o filho permanecesse ignorante. Talvez tivesse ciúme, medo, preocupação de que Adão se tornasse sábio, que se tornasse igual a ele. Ele queria manter Adão na ignorância para que permanecesse inferior. E se Adão comesse o fruto da vida eterna, então Adão seria um Deus.

 Esse Deus que impediu Adão e Eva de serem sábios devia ser muito ciumento, completamente horrível, desumano, detestável. E se todas essas coisas não são pecado, então o que pode ser? Mas as religiões ensinam a vocês, judeus, cristãos e muçulmanos, que vocês ainda carregam o pecado que Adão cometeu. Existe um limite para manter as mentiras por tanto tempo. Mesmo se Adão tivesse cometido um pecado, você não pode carregá-lo. Você foi criado por Deus, de acordo com essas religiões, e você não está carregando a divindade, mas está carregando a desobediência de Adão e Eva?

 Essa é a maneira ocidental de condenar você - você é um pecador. A maneira oriental chega á mesma conclusão, mas a partir de premissas diferentes. Eles dizem que todo mundo carrega um pecado imenso e atos malignos, cometidos em milhões de vidas passadas. Na verdade, a carga de um cristão, de um judeu ou de um muçulmano é muito menor. Você está carregando apenas o pecado de Adão e Eva cometeram. E ele deve ter-se diluído bastante... séculos após séculos. Você não é um herdeiro direto dos pecados de Adão e Eva. Ele tem passado por muitos milhões de mãos no momento, essa quantidade deve ser quase homeopática.

 Mas o conceito oriental é ainda mais assustador. Você não está carregando o pecado de outra pessoa... Em primeiro lugar, você não pode carregar o pecado de outra pessoa. O seu Pai comete um crime - você não pode ser preso. Até mesmo o senso comum dirá que, se o Pai cometeu o pecado ou o crime, ele terá de pagar.  O filho ou o neto não podem ser enviados às galés porque o avô cometeu um homicídio.

 Mas o conceito oriental é muito mais perigoso e venenoso: é o seu próprio pecado que você está carregando, não o de Adão e Eva. E não em uma pequena quantidade; ele vem crescendo a cada vida! E você viveu milhões de vidas antes desta vida, e em cada vida você cometeu muitos pecados. Eles estão todos acumulados no seu peito. A carga é do tamanho do Himalaia; você está esmagado embaixo dela.

 Essa é uma estranha estratégia para destruir a sua dignidade, para reduzir você a um ser subumano. Como você pode se amar? Você pode odiar, mas não pode amar. Como você consegue pensar que alguém pode ser capaz de amar você? É melhor rejeitar esse amor, porque cedo ou tarde a pessoa que está oferecendo o amor dela a você vai descobrir a verdade a seu respeito, que é muito feia - exatamente uma imensa carga de pecados. E então essa pessoa vai rejeitar você. Para evitar a rejeição, é melhor rejeitar o amor. É por isso que as pessoas não aceitam o amor.

 Elas desejam, elas anseiam por ele. Mas, quando chega a hora e alguém está pronto para inundar você de amor, você recua. O seu recuo tem um significado psicológico profundo. Você tem medo: isso é maravilhoso, mas quanto tempo vai durar? Cedo ou tarde a verdade sobre mim será revelada. É melhor ficar atento desde o começo.

 Amor significa intimidade; amor significa duas pessoas se aproximando; amor significa dois corpos mas uma só alma. Você tem medo - sua alma? uma alma pecadora, carregada de ações condenáveis de milhões de vidas...? Não, é melhor esconder tudo; é melhor não assumir uma posição na qual a pessoa que queria amá-lo acabe por rejeitá-lo. É o medo da rejeição que não permite que você receba amor.

 Você não consegue dar amor porque ninguém lhe disse que nasceu como um ser amoroso. Disseram-lhe: "Você nasceu pecador!" Você não consegue amar nem consegue receber amor. Isso tem diminuído todas as suas possibilidades de crescimento.

                                                                          Bhagwan Shree Rajneesh

Exibições: 52

Responder esta

Respostas a este tópico

Meu caro amigo, 

vejo em todas histórias uma grande história da carochinha. História para boi dormir. 

Existe alguém hoje em dia que ainda acredite em Adão e Eva? Se é que existe, não há como discutir ou conversar com ela, pois lhe falta no mínimo muita cultura. O que se tem que fazer é persuadi-la a voltar para a escola, pois, se um dia lá esteve, certamente não aprendeu nada.

Considerando que aqueles seres mitológicos não existiram, certamente aqui na Terra não chegou ninguém para nos redimir do "pecado capital" que nunca existiu. E os homens ficam pelo mundo afora querendo matar-se por interpretar melhor ou de forma correta as palavras de seus deuses, que nunca existiram e foram criados pelo próprio homem. 

Chega de tanta estupidez!!

Olá, Prezados Jorge, Moacir e Amigos do Irreligiosos!

Deus teria feito o homem para amá-lo e servi-lo? É o que se acostuma afirmar. O bom Deus (bíblico) o teria feito “a sua imagem e semelhança”. É uma grande inverdade, mentira e calúnia, contra a qual me insurjo. Acho que tais motivos fúteis, desnecessários, são indignos de um “ser superior”, onipotente, onisciente, onipresente e sobretudo auto-suficiente. Ou seja, se fosse a imagem e semelhança Dele, seríamos invisíveis e imagem de nada.

      E há, igualmente como vimos antes, a velha questão de quem fez o homem, quando afirmam que foi Deus, por sua semelhança. E porque Deus privilegiou e protegeu um povo em detrimento de outros, como os hebreus acreditavam que fizera? 

      Deus teria criado o Universo, o mundo, a luz, os animais, as plantas e todo o resto através da palavra, verbo divino (1:27). No primeiro capítulo do livro do Gênesis está escrito várias vezes: “Deus disse: faça-se isso, faça-se aquilo...” e as coisas foram sendo criadas. Duas narrativas. Na primeira narrativa as plantas são criadas antes do homem (1:11-12; 1-26-27), enquanto na segunda o homem é criado antes das plantas (2:7; 2:8-9)

       Da mesma maneira também o primeiro homem em idade adulta. Adão feito na crença judaica e cristã foi modelado de barro e ganhou vida com o sussurro divino. Na primeira narrativa, homem e mulher são criados juntos a partir do verbo divino (1:27). Enquanto na segunda o homem é criado primeiro, a partir da terra (2:7), e a mulher é criada e clonada depois, a partir de um osso retirado da costela do homem (2:21-22).

        A maioria esmagadora dos leitores da Bíblia não percebe, mas os dois primeiros capítulos do livro sagrado de cristãos e judeus retratam não uma criação do mundo, mas duas. O ser humano surge de duas maneiras diferentes, uma logo depois da outra, e até o deus responsável pela criação não tem o mesmo nome nos dois relatos. Elohim na primeira e na segunda javista, Deus é chamado pelo nome Javé ou Jeová. E temos tambem aquela história do Caim e Abel, os dois filhos do casal (dois filhos e nenhuma filha). Ou seja não teriam chance de se reproduzir, nem por incesto.

       Na primeira narrativa da criação Deus dá aos seres humanos “o domínio [...] sobre todo ser vivo”, e todos os animais, “sentem medo” e “terror” diante de nós. O homem é instruído a “submeter” a natureza, e “submeter” é a tradução de uma palavra hebraica com fortes conotações militares. A religião ocidental fez de tudo para afirmar que a natureza não é a história, mas apenas o cenário e que ver a natureza como sagrada era um sacrilégio. Seitas ocidentais sustentavam que devíamos nos submeter a Deus e todo o resto da natureza devia se submeter a nós. As religiões orientais (hindu-jaina-budista) e o Islã, ao contrário, não se inclinam a considerar a natureza como inimiga.  Mas o quê e de que maneira exatamente Deus teria dito para criar tudo? Quem criou Deus? Tudo fruto de antigas tradições e mitologias!

     De acordo com a ciência da biologia, as pessoas não foram “criadas”; elas evoluíram. Assim como as pessoas nunca foram criadas também não existe um  “criador” que as tenha dotado de alguma coisa.  Há apenas um processo evolutivo cego, destituído de propósito, levando ao nascimento de indivíduos. A evolução se baseia na diferença, e não na igualdade. Cada pessoa carrega um código genético  um pouco diferente e é exposta, desde o nascimento, a diferentes influências ambientais.

      Na verdade, o verdadeiro problema não é Deus, esse pobre homem hipótese que nunca foi visto depois daqueles seis dias quando Ele “criou” o mundo (hipótese improvável) e se ausentou. Desde então ninguém sabe onde ele está, se está doente, ou ficou tão cansado de criar o mundo em seis dias (o Alcorão afirma que foi em seis períodos), que no sétimo descansou... isso é permitido. Mas o que aconteceu na segunda-feira? Nos dias de trabalho você deveria estar de volta. Desde então ele tem estado em férias! É uma eternidade!

O mais evidente é ele ter nunca existido e é imaginação, apenas uma hipótese teológica. A tese de acordo com as religiões, para os céticos continua sem resposta. A foi criado por B, então Deus de C e Deus de D, e quando chegarem ao fim do alfabeto na letra Z, nada estará resolvido. Então o homem venera, “um Pai nosso que está no céu”, um Deus que não existe aqui embaixo (nem lá em cima) e continua escravizado, esmagado e dominado por essa consciência.

Saudações Irreligiosas,

e com um pouquinho de esperança de um mundo melhor,

Oiced Mocam

Moacir, muito bom o artigo do OSHO, que merece mais comentários em breve!

Lembrete: O Ivo, disponibilizou o Irreligiosos também no Facebook:

https://www.facebook.com/Irreligiosos/?ref=aymt_homepage_panel



Jorge Oliveira de Almeida disse:

Meu caro amigo, 

vejo em todas histórias uma grande história da carochinha. História para boi dormir. 

Existe alguém hoje em dia que ainda acredite em Adão e Eva? Se é que existe, não há como discutir ou conversar com ela, pois lhe falta no mínimo muita cultura. O que se tem que fazer é persuadi-la a voltar para a escola, pois, se um dia lá esteve, certamente não aprendeu nada.

Considerando que aqueles seres mitológicos não existiram, certamente aqui na Terra não chegou ninguém para nos redimir do "pecado capital" que nunca existiu. E os homens ficam pelo mundo afora querendo matar-se por interpretar melhor ou de forma correta as palavras de seus deuses, que nunca existiram e foram criados pelo próprio homem. 

Chega de tanta estupidez!!

Pois é meus caros amigos! essa palavra maldita chamada de "PECADO", foi o alicerce da maldição de todas as religiões, e como não poderia deixar de ser, foram os ensinamentos  das escrituras maldiçoadas, chamada de: "A BÍBLIA SAGRADA" que trouxeram todas essas estupidezas.  Infelizmente a humanidade continuam presas, alienadas e dominadas com a ilusão da esperança de se livrarem desse maldito "pecado", para alcançarem o reino dos céus; eu sinceramente, não sei se tenho nojo ou se tenho pena, desses fiéis que não param nem um minuto se quer para pensarem nesse tremendo absurdo.

Conclusão: Se não tivessem inventado esses dois fantasma; "Adão e Eva" para a criação do "pecado", com certeza a humanidade não precisavam, nem de religiões e nem de ficarem loucamente a busca de um Deus fictício.

saudações Irreligiosas!

Responder à discussão

RSS

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2018   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço