Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.


Dedicado aos Irreligiosos                                                 

Por: Antídio Santos Pereira Teixeira


Não sei quem disse isto, mas confirmo porque é o mecanismo natural da evolução que vem desde a condensação e materialização da energia luminosa e o seu desenvolvimento para ser vida vegetal, daí atravessando para animal até chegar a nós humanos. Observem que os corpos de tudo que é vivo se compõem de elementos que pertenceram a outros, também em desenvolvimento, e já extintos; sejam eles elementos simples, tais como carbono, hidrogênio, oxigênio, sódio, ferro, etc. ou suas combinações como ácidos, bases e sais.

Tudo se transforma: O ferro de ontem pode ser o óxido de hoje ou cloreto de amanhã, ou inversamente, dependendo de fatores externos. Nos efêmeros cursos de suas vidas dentro do tempo imensurável, predominam os elementos mais resistentes, fortes, ou os mais aptos, para promoverem a evolução das espécies, partindo do mais simples para compor as estruturas mais complexas.

Na vida vegetal, p/ex. podemos contemplar no subsolo, a disputa entre raízes de diferentes espécies por resíduos mortais de outros seres, pois são mais ricos em nutrientes para elas. No mundo animal, mais evidente o processo, são os mais fortes, ou mais ágeis, caçando os menos prevenidos. E, entre nós humanos, historicamente, temos nos alimentado com vegetais e animais, e tivemos até o canibalismo. Já em tempos mais recentes, além das necessidades de subsistência, as minorias mais esclarecidas intelectualmente, têm se utilizado das maiorias mais atrasadas, apenas como força de trabalho; tanto para satisfazer as necessidades básicas assim como outras supérfluas tais como conforto e vaidades.

Essa maioria menos capaz representava a mais valiosa força de trabalho sendo disputadas até em guerras de conquista. Na condição de escravos, os vencidos construíam palácios, templos, monumentos, prestavam serviços domésticos e rurais, recebendo em troca alimentos e tetos em condições precárias. Como forma de submissão menos traumática, eram plantadas em suas mentes ilusões de fé, e crenças em poderes sobrenaturais com forma de castigos. No entanto, com a lenta evolução tecnológica, ferramentas, máquinas e tantos outros equipamentos, os trabalhos foram, gradativamente, se tornando mais eficientes e a produção menos dependente da mão-de-obra escrava; pois tais trabalhadores dependiam de elevados custos, não só na aquisição, assim como na manutenção dos mesmos. Por esta razão os contingentes cativos passaram a ser reduzidos.

No entanto, a produção dos equipamentos tecnológicos necessários, dependia da produção de metais; e as fundições destes, eram caríssimas por serem feitas com carvão vegetal e a incorporação de muita mão-de-obra, razão da lenta evolução tecnológica tais como na navegação e moinhos a vento; ou na hidráulica como monjolos, até o século XVIII.

Ocorre que nos fins do dito século, foi descoberta na Inglaterra, o processo de transformação da hulha, (muito abundante no mundo), em coque, (elevadíssima concentração de energia calorífica); e com este, com o custo de produção tornou-se baixíssimo na fundição do ferro, principal metal propulsor da Revolução Industrial e do desenvolvimento tecnológico galopante, com a criação de novos equipamentos automatizados e de alta produção, em substituição da mão-de-obra escrava que tinha um custo mais elevado. Por isso com a aplicação de mais um engodo apresentando ao mundo dando foco ao processo desumano da escravidão e estimulo aos conceitos de direitos humanos, os governantes e empresários dos países industrializados patrocinaram a abolição da escravatura no mundo; mas, na verdade, o objetivo era livrar os senhores das responsabilidades sociais de manutenção dos cativos para substituí-los por máquinas produzidas e acionadas com energia liberada na queima de combustíveis fósseis. (Hulha, petróleo, xisto, gás natural, etc.).

Livres das responsabilidades de manutenção dos escravos, estes foram abandonados à própria sorte e, seus ex-senhores, contando com seus lucros crescentes, financiaram os avanços tecnológicos que continuam, até hoje, substituindo trabalhadores de todos os níveis por sofisticados aparelhos informatizados. É a abolição do trabalho humano na economia mundial.

Só que, mesmo com a oferta de uma produção mais barata, dado a crescente ausência humana na produção, a massa de pessoas desempregadas não dispõe de recursos para consumir o que lhes é ofertado pela mídia, mesmo por preços de bananas. Com isso, criando desejos em pessoas sem meios para satisfazê-los, explicando-se a violência crescente em todo o mundo.

Acrescente-se a tudo isso, o efeito da poluição ambiental que desequilibra o clima, compromete, cada vez mais, a produção de alimentos e expande a marginalização e a pobreza no mundo, mesmo nos países tidos como ricos.

O domínio das minorias sobre as maiorias atuais para subvencionar os seus extravagantes padrões de vida é feito através de um sistema financeiro implementado pela mídia, pelo qual se diviniza o capital com promessas de realizações impossíveis.
Comparativamente: São as vidas extravagantes das minorias ricas alimentadas pelos fins degradantes das maiorias pobres em todo o mundo sem fronteiras.
Que tenham todos um bom domingo,
Abçs.
Antídio

Exibições: 53

Responder esta

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço