Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

É preocupante o avanço dos evangélicos. Se a coisa continuar assim, o futuro será muito desagradável, já que a religião católica se mantém muito retrógada e, com isso, os evangélicos estão crescendo muito rápido. Acredito que um equilíbrio entre as duas é melhor para nós que não aceitamos nenhuma das duas.  No meu ponto de vista, é mais fácil combater a igreja católica do que a igreja evangélica.

 

Recado para a igreja católica

Em tudo na natureza, também no relacionamento humano, deve haver um equilíbrio. Na política, para impedir que um país poderoso venha subjugar os países mais fracos, deve existir pelo menos duas potências se contrapondo.

Todos se lembram: no passado havia Estados Unidos de um lado e União Soviética do lado oposto e isso mantinha certo equilíbrio de forças. Hoje temos, não muito abertamente declarado, de um lado os Estados Unidos e no lado oposto, a China.

Na religião acontece um problema semelhante. Se deixar-se uma força religiosa crescer indiscriminadamente, sem ter uma força contrária, ela se expandirá tanto que acabará tomando conta até do poder político, transformando nosso Brasil em uma teocracia.  A religião evangélica está crescendo em nosso país com muita rapidez, e o pior de tudo é que quando um católico muda de lado, ele aumenta um membro na igreja evangélica e ao mesmo tempo está diminuindo um membro na igreja Católica A meu ver, isso é muito grave. Mostrar erros e muito fácil, mas eu mostro também uma solução, um caminho que poderá conter o avanço evangélico em nosso país.

Qual a diferença que há na maneira de convencer as pessoas para seguirem uma ou outra religião? A primeira diferença está no poder de fogo das igrejas evangélicas. Qual será este poder de fogo? Primeiro: arrecadação de dinheiro, todos sabem, dinheiro traz poder, essa arrecadação espantosa dá mais força as atividades da mídia religiosa. Veja, mesmo com os preços exorbitante nas televisões, a mídia religiosa está tranquilamente invadindo todos os meios de comunicações. A segundo diferença é a escolha de pastores com grande poder de convencimento, muita eloqüência no falar e também o uso de técnicas muito bem elaboradas para atrair mais adeptos e conseqüentemente aumentar a arrecadação financeira. Em algumas delas, pelo que ouvi boatos, há até franquia na montagem de novas igrejas.

Porque a igreja Católica não tem muitos padres com grande poder de convencimento e muita eloqüência no falar? A resposta é muito simples: Porque a oferta de jovens buscando o sacerdócio é muito pequena. Por que é muito pequena? Outra resposta muito simples: A pequena procura é devido ao celibato. Na igreja evangélica qualquer um pode ser pastor, isso aumenta a oferta e é quando aumenta a quantidade de pessoas interessadas em ser pastor. Têm-se com isso mais opções de escolha. O celibato é um erro, porque contraria a natureza humana, pois o sexo é uma coisa instintiva e muito forte. Sendo assim, poucos jovens têm a capacidade de reprimir esta força da natureza e, por isso, a pouca procura para seguir o caminho da evangelização.

Desculpe-me os religiosos católicos, padres, bispos ou até o Papa, mas a religião católica está sendo retrógrada em manter o celibato, estamos no século vinte e um e é hora de mudanças.

Acredito que o celibato foi implantado na igreja para evitar que o padre tenha esposa e filhos para sustentar e educar, levando isso a menos gastos de dinheiro da igreja. Mas é um erro pensar assim, pois um padre sendo livre para se casar, estará mais de acordo com a lei da natureza, sendo assim ele pode ser um padre bem preparado e eloqüente no falar, com estas qualidades ele arrastará mais fieis para sua paróquia e conseqüentemente a contribuição financeira dos fieis será mais substancial.

Outra coisa de beneficio que o fim do celibato trará para a religião católica é a extinção do problema muito grave, que mancha a imagem da igreja, que é a pedofilia.
O recado que estou enviando a religião Católica, é com o intuito de evitar que nosso país seja no futuro governado por regime teocrático, comandado por evangélicos, que serão maioria.

Se alguém duvida do avanço evangélico em nosso país, observem o número de pastores evangélicos no congresso nacional. Isso pode parecer normal, mas é um perigo para quem prefere um governo laico. Sei que a religião católica tem também sua televisão e seus programas de rádios, mas os evangélicos estão extrapolando em suas atuações, pois deixaram seus templos que é ou pelo menos deveria ser o lugar próprio para a divulgação do evangelho, e estão invadindo os meios de comunicações e também os meios políticos se infiltrando no congresso nacional.

Não freqüento nenhuma religião, por este motivo sou livre, sendo assim posso pensar sem paixão ou preferência por um ou por outro lado religioso. Minha preocupação é com o caminho político que o Brasil está tomando, que fatalmente não terá um fim muito promissor para quem quer viver em paz em um pais cujo governo seja laico. Sei também que a atitude do governo laico deixa a desejar quando ele não fiscaliza estas entidades religiosas, dando a elas muita liberdade e muitos privilégios.

Com esta falta de fiscalização surgem espertos montando verdadeiros impérios de poder e dinheiro. Para os governantes estes movimentos religiosos são ótimos porque mantêm o povo sempre acomodado, cordato e esperançoso.

Paulo Luiz Mendonça.

Exibições: 747

Responder esta

Respostas a este tópico

Grande texto, Paulo. Parabéns! Penso da mesma forma. Gostaria de ressaltar que você tem razão sobre  o celibato(nada atrativo para aumentar o número  de defensores do proselitismo católico) o que colabora para o avanço do evangelismo, mas a teologia da prosperidade e as promessas de curas milagrosas(cheio de "testemunhos" é que tem sido a grande ísca para os excluídos, os empobrecidos, os fracassados, os desesperados, os gananciosos e os narcisistas, etc...dois membros de minha família que eram católicos se converteram à igreja Batista que fez campanha intensiva na minha cidade para atraír comerciantes criando um programa de marketing e reuniões específicas voltadas para esse público com táticas e convites ao estilo maçônico(como meus familiares são comerciantes) foram atraídos pelo interesse na promessa de prosperidade financeira, também apresentados nos cultos com testemunhos, no resto é quase tudo igual na igreja católica, e é esse diferencial que garante o  trunfo dos pastores e onde eles concentram todo o seu discurso neurolingüístico(PNL) em suas técnias de marketing religioso. 

Porém não acredito em reforma na Igreja, quanto a queda do celibato, nem da intensificação na cobrança de dízimos  pregando a teologia da prosperidade(a igreja ensina a resignação ao destino e ensina que pobreza é virtude,os evangélicos seguem o modelo judaico:pobreza é castigo, maldição, por não seguir fielmente a Deus) porque os caras(a elite sionista) que já a controlam(a Igreja- veja figuras abaixo) são os mesmos que controlam esse avanço dos evangélicos. Acredito que o objetivo da elite sionista seja exatamente detonar de vez o poder político da Igreja passando os cordéis(controle) das sombras ao poder dos evangélicos, fiéis escudeiros  da elite sionista que já instalou uma teocracia em Israel. Como no Brasil é forte a tradição cristã, e nem tem tanto israelita existe assim(embora nossa elite seja 90% sionista ela representa menos de 1%)o controle ou a teocracia vai ser exercida indiretamente. Essa tática que você sugeriu de reforçar a Igreja para fortalecer o laicismo, é usada pela elite sionista em reforçar o avanço evangélico que tem duas vantagens(derruba o poder da Igreja no Brasil e inaugura uma teocracia(que é o sonho da elite judaico sionista no Brasil já que em Israel isso já foi conseguido). Na minha opinião é esse cenário que está por trás das cortinas desses bastidores.

Obs. eu tentei novamente postar imagens do meu arquivo e não aceita. Bom, a primeira imagem era para mostrar o quanto o governo brasileiro é afinado com a elite sionista(é ela que exerce o governo nos bastidores) a foto é da Dilma, o Lula e os membros mais poderosos dessa elite(e eles estão na posição do triângulo maçônico)(lembrete: a voz que sopra(conselheira) nos ouvidos da Dilma não é uma freira nem um padre da Igreja, também não é uma evangélica ou um pastor, é uma judia sionista-do Lula idem)  a outra foto é de uma cerimônia numa sinagoga onde os rabinos comemoram o novo Papa da Igreja (parece que é só uma saudação amistosa e política, mas é muito mais do que isso(há tempos que a elite sionista global nomeia seus membros para Papa). Obs.o Papa atual já montou um museu do holoconto dentro de uma igreja, isso entre outras coisas não é só para puxa ro saco dos poderosos do planeta é para mostrar o quanto a elite cristã está afinada e controlada como representante dos interesses da elite sionista.

Quanto mais a igreja for retrógrada, quanto mais antipatia adquirir, mais ela será minguada e minada e esse é o grande objetivo. Para lançar o poder político evangélico é preciso minar o opositor(agora só de faixada), e controlar os dois polos é o que bem faz a elite sionista, que se tornou tão poderosa por sempre jogar nos dois times, financiar,endoçar e apoiar os dois lados de uma  guerra. Quem acha que isso é teoria da conspiração,desconhece a realidade do cenário do poder no mundo inclusive no Brasil, e precisa assitir menos rede BOBO, e ler menos a revista Veja, porque eles alienam e emburrecem.  

Por tudo isso eu não acredito em uma "recuperação" da Igreja. Mas no aceleramento de seu fim da linha tão desejado pelos sionistas e seus trolls.

Por fim eu tenho uma visão um tanto pessimista e creio que por ser mais realista: Seguimos para uma teocracia , sim. E os únicos que poderiam evitá-la seriam os ateus organizados politicamente, (mas a maioria acredita que "blasfemar no facebook" é o bastante), e os católicos reagirem(mas eles estão há muito tempo alienados e condicionados à resignação). 

A espada afiada do "espírito santo" vem aí !!!!!!!!!!!!!! Salve-se quem puder!

 

Muito bom texto, Paulo, um verdadeiro e contundente espelho da realidade que vivemos. Tenho essa mesma sua visão e acho que muitos aqui também. Igreja hoje é negócio e as denominações religiosas se transformaram em "igrejas-empresas".

Quanto à venda de franquias, é verdade. Não sei a Mundial, mas a Universal e a Internacional já trabalham nesse sistema e são muito mais organizadas e rentáveis do que muitas empresas por aí. Parabéns pelo grande texto. Isto realmente merece uma discussão mais aprofundada.

 
Márcia e Ivo obrigado pelos elogios ao meu texto. Já falei, estou gastando o resto da minha vida, acredito não ser muito tempo, mas estou dedicando o Maximo que posso nesta luta. Podem acreditar a internet é a ferramenta que faltava para combater esta mentira milenar chamada religião, Deus e tudo que se denominou ser sagrada, mentira esta que é uma fonte de renda para os espertos se locupletarem com esta idiota fé coletiva por todo o Brasil e também pelo mundo afora Conclamo a todos nossos membros irreligiosos a publicar o Maximo de textos mostrando a verdade a todos os seres humanos deste planeta. Enviem a todos os blogs, twitter, divulguem o mais que puderem, somos 440, mas acredito que com a força da internet podemos nos considerar 4.400 pela qualidade de cada um. A Márcia citou o sionismo na terra, esta é para mim a grande mentira Jesus Cristo, pois os cristãos a maioria vive abaixo da linha da pobreza, a outra camada mais privilegiada mantêm suas vidas a custa de trabalhar iguais a burros de carga para sobreviver com dignidade. Os Judeus que nem querem saber desta mentira chamada Jesus Cristo vivem uma vida tranqüila a maioria são ricos, praticamente dominam o mundo, estão sempre progredindo, eu nunca vi um judeu pedindo esmola ou morando na rua, porque os cristãos não tem esta vantagem se são tão protegidos pelo famoso messias. 
 
Paulo Luiz Mendonça.  
 
 

Amigo Ivo novamente meu texto foi enviado de uma maneira muito ruim, peço a vocâ que de uma ageitada na formatação. Paulo

Olá, Paulo Luiz Mendonça

Sua argumentação é clara e racional, para alguem como eu que não adere a nenhuma religião e doutrina religiosa, após me sentir enganado e iludido durante 50 anos da minha vida.

Abbs, extensivo aos comentários da Márcia e Ivo,

Oiced

Quem tem boca “vaia Roma”

 A moderna Igreja Católica o Sacro Concílio de Assuntos Eclesiásticos deveria sintonizar e agir em consonância com os líderes da Igreja e o povo que é a voz de Deus. Mesmo sendo a mais organizada (ou seria uma empresa desorganizada), na prática a Cúria Romana não funciona assim. Os “assessores”, funcionários do Vaticano, os pastores que são seu clero, ouvem apenas a si mesmos, através do Espírito Santo. Esse problema relacionado a seu líder o papa (vigário geral) existe desde a fundação da Igreja, que não conseguiu se livrar ainda das trevas, resultantes da má interpretação das suas Escrituras. E desde que Irineu explicou que tinha de haver quatro Evangelhos, porque havia quatro pontos cardeais e os quatro ventos. Desde as várias tentativas “hetero-ortodoxas” de explicar como Jesus podia ser divino, se havia um único Deus.

A Igreja Oriental se separou da Ocidental, por essa razão. A Oriental não via problema em ter o papa como primeiro entre iguais, desde que não agisse sozinho mas sim com todos os bispos e igrejas. A Ocidental se dividiu depois em Protestantismo e Catolicismo, também por causa do autoritarismo do papa e de que algo precisava ser mudado. Em 2006 o papa Bento XVI, renunciou ao titulo de Patriarca do Oriente. Para o papa, “Sumo Pontífice, Soberano do Estado do Vaticano”, não existe prestação de contas e, se as pessoas não o seguirem, pode simplesmente dizer que elas são pecadoras. Ele não está aberto à idéia de que alguma coisa precisa ser mudada e o que precisa ser mantida em relação aos costumes e dogmas religiosos, como já comentei em capítulos anteriores. Ratzinger entendia que a Igreja não deve ceder em circunstância alguma. – 

"Uma Igreja preocupada em adaptar-se aos desejos dos homens, perderia a sua razão de ser"

Somos Igreja (também conhecido como Wir sind Kirche) é um movimento de reforma dissidente dentro da Igreja Católica Romana. Ela enfatiza o espírito do Concilio Vaticano II sobre a carta do Conselho, e insiste na ruptura entre o pré-conciliares e pós-conciliar. A organização quer mudar as políticas da Igreja Católica Romana das seguintes maneiras: Menos hierarquia; maior participação das mulheres na Igreja, nomeadamente sacerdotes do sexo feminino; acabar com a exigência do celibato no sacerdócio; atitude positiva face à  sexualidade, incluindo  a homossexualidade. Promover uma mensagem de alegria, em vez de ameaça ou discriminação.

"O papa  tinha um estilo solitário e absolutista de governar. Não aceitava conselhos, opiniões e críticas e isto crou problemas, inclusive nos setores moderados da igreja", afirmou, em entrevista à BBC Brasil, o vaticanista Marco Politi, que acabou de publicar o livro A Igreja do Não, pela editora Mondadori.

Desse modo a Igreja Católica Apostólica Romana vai perdendo algumas das mentes brilhantes, que nem no período da Idade Média, Idade das Trevas. Por não acompanhar as transformações  do mundo vão se afastando dos católicos que não adotam as regras da Igreja em assuntos relacionados a ordenação das mulheres, comportamento, sexo e a ciência. 

A mensagem de que – apenas a graça do Divino - de Deus, "salva" a humanidade, é idiota e desastrosa. O Papa vice-de-deus, disse solenemente: 

“...A Igreja de Roma é a única e verdadeira encarnação de Deus...”

Terá sido esse o motivo que Hitler, Mussolini, também tentaram controlar a mente e os corações das pessoas. Como se explica a benção dada e a aliança realizada com estes ditadores ? O Papa Pio XII , aliado a maldade humana  !

As mulheres faveladas não tem acesso a política de Planejamento Familiar e métodos de anticoncepção ou ao aborto. No Brasil 4 milhões de mulheres, a maioria católicas, realizaram aborto nos últimos 20 anos. Em cidades do interior o acesso ao mais elementar meio de contracepção – a camisinha – é restrito, pois há padres católicos que usam sua autoridade para demonizar o prefeito que estimula a distribuição de graça de camisinha (e depois demoniza a mulher que faz aborto...!). Então os adversários do aborto não deveriam estar distribuindo anticoncepcionais e ensinando as crianças no colégio a usa-los? Seria um modo eficaz de reduzir o número de abortos e a favor da vida plena.

A questão , por exemplo, do Aborto condenado pela Igreja Católica, que alega que, o direito à vida começa na fecundação, é consagrada na Bíblia e deve ser respeitada em qualquer circunstância. O Antigo Testamento e o Novo Testamento – ricos em proibições espantosamente detalhadas a respeito de vestimentas, dietas e palavras permitidas  - não contém nenhuma única palavra proibindo de modo específico o aborto. As passagens, remotamente relevantes “ensinada” aos cristãos em Êxodo 21:22, 23, decreta que “se houver uma briga e uma mulher grávida for acidentalmente machucada e forçada a abortar, o atacante deve pagar uma multa” e pasmem: “ Mas se houver dano grave,  então darás vida por vida”. Em Oséias 13:16 a sabedoria de Deus e o castigo,  diz: “Samaria levará sobre si a sua culpa, porque se rebelou contra o seu Deus, cairá a espada, seus filhos serão despedaçados, e as suas mulheres grávidas serão abertas pelo meio.”   

Nem Santo Agostinho, nem são Tomás de Aquino foram tão insanos  e consideravam homicídio o aborto nos primeiros meses de gestação ( o último alegando que o embrião não parece humano).  O Talmude judaico ensina que o feto não é uma pessoa e não tem direitos.

Hoje em dia na maioria dos países europeus, por exemplo, o aborto induzido por escolha da mulher é permitido. É uma  interrupção voluntária da gravidez. Apesar de muitos países serem católicos essa medida surge, segundo seus defensores, em defesa da legalização do aborto ou despenalização da prática da interrupção, como forma de acabar com os abortos clandestinos.

Se um Deus inteligente projetou organismos, ele teria muito por que responder. Considere, por exemplo, o fato de que pelo menos 20% das gestações se encerram em abortos espontâneos. Se isso é resultado de uma anatomia concebida por inspiração divina, "então Deus é o maior dos aborcionistas".

Existem vários causas e tipos de aborto: Voluntário, Honoris causa, Eugénico ou profilático, por motivos sociais, Involuntário Indireto.      

Existem os movimentos chamados pro-life ou pró-vida, organizações de protestos pacíficos, embora algumas vezes, de forma radical, usam bombas e armas mortíferas nos ataques a clínicas onde se praticam os abortos, como nos Estados Unidos da América e na França. As defensoras do direito das mulheres americanas  o Livro  em Gênesis 3:16 diz: “E à mulher disse: Multiplicarei sobretudo os sofrimentos da tua gravidez; em meio de dores darás à luz filhos; o teu desejo será para o teu marido, e ele te governará.”

A Organização Mundial de Saúde considera que o abortamento só existe quando o peso do embrião (o período embrionário termina na oitava semana depois da fecundação, quando a ser denominado de feto) ou feto ultrapasse os 500 gramas, peso atingido em torno das 20 a 22 semanas  de gravidez.

A única questão que está em cima da mesa é: a vida começa ou não na fecundação? A ninguém deve ser impedido de fazer o que queira.

As mulheres tem o direito de optar por interromper a gravidez indesejada ?

Se, concluir que um embrião não é uma pessoa então faz sentido criminalizar o aborto ?

Se Deus é soberano, para realizar as vontades Dele, como podemos ser livres ?

Se Deus está, no controle completo de todas as coisas, dentre as quais a escolha humana, como então podemos ser verdadeiramente livres ?

E você caro leitor o que acha ?

Antes de responder, lembre-se das milhares de mulheres, que foram mortas ou infertilizadas pelos abortos clandestinos. Muitas mulheres, principalmente as de baixa renda, acabam morrendo, junto com os bebês. Do número de crianças abandonadas que não tiveram o apoio da família e da sociedade para viverem em um ambiente saudável.  Vamos ser frios e racionais: é preferível a criança não vir ao mundo ou vê-la nos lixões catando comida para sobreviver? Sou a favor do direito de escolha da mulher. A Bíblia também é: Eclesiastes, capítulo 6, versículo 3. Mas vejamos as imbecibilidades sobre a gravidez que aparecem na Bíblia: Oséias 9:14,16 diz: “Dá-lhes, ó Senhor; que lhes darás? Dá-lhes um ventre estéril e seios secos”. “Ferido está Efraim, secaram-se as suas raízes; não dará fruto; ainda que gere filhos, eu matarei os mais queridos do seu ventre.” Em Reis II 15:16. “Então Menaém feriu a Tifsa e a todos os que nela havia, como também a seus termos desde Tirza. Porque não lhe abriram , por isso a feriu, e a todas  as mulheres grávidas fez rasgar pelo meio”.

Não podemos mais permanecer omissos diante de uma possibilidade de uma tragédia próxima. Felizmente em nosso país, já temos casos previstos em lei (risco de morte para mãe e estupro) e as interrupções garantidas por decisão judicial (caso de má-formação do feto letal, como anencefalia). Para os casos previstos expressamente na legislação não é preciso autorização da Justiça, nem boletim de ocorrência policial. Mulheres violentadas já têm o direito de fazer aborto na rede de saúde pública.

As previsões de aumento da população mundial são alarmantes. Dobra em bilhões a cada quarenta anos.  A produção de alimentos são modestas. A fome não é mais apenas uma ameaça. A fome já é uma realidade que já atinge hoje uma grande parte da humanidade e as estatísticas apontam para o agravamento da situação.

Setores religiosos, em todo o mundo, reagem  diante da tese de um controle de natalidade por meios artificiais, alegando que a solução ideal seria aumentar a produção de alimentos em vez de limitar o índice de nascimentos. Ora, é mais fácil dizer isso do que agir e fazer. Sabemos muito bem que, além da natural imprevisibilidade das condições climáticas (grandes previsões de secas crescentes - efeito estufa- aquecimento global), quebra de safras, o aumento constante do preço do petróleo, o encarecimento dos insumos na agricultura são fatores que oneram o preço dos alimentos e são adversas para a expansão. Hoje, com a explosão demográfica, somos forçados a rever essa tendência e controlar os nascimentos.

Na questão de métodos contraceptivos e DST-preventivos, a igreja católica é contra, mesmo que sabendo que aumenta o avanço do HIV/Aids o qual  se alastra pelo mundo. É a favor da castidade, do método Billings, do método da temperatura e a contagem dos dias. Por conseqüência  também se opõe ao uso de preservativo e da pílula. Essa posição representa risco à saúde da sociedade perante doenças sexualmente transmissíveis e um aumento das situações de gravidez indesejada. O que mais me revolta é saber que existem grupos religiosos conservadores que condenam os métodos existentes e ainda pregam o contrário. E os jovens que morrem de Aids todos os dias? E as doenças sexualmente transmissíveis? Quem se responsabiliza por tudo isso? O governo faz a sua parte? A Igreja Católica? Quem?

O ex- Presidente da República, reeleito do Brasil, Lula,  depois de defender um aprofundamento da discussão sobre a legalização do aborto, declarou:

“Se perguntarem para mim, sou contra, mas, meu Deus do céu, quantas madames vão fazer aborto em outro país enquanto as mulheres pobres morrem na periferia dos centros urbanos ?”

Depois do amor à vida, o sexo é a maior e mais ativa fôrça e ocupa quase todas as vontades e pensamentos da porção mais jovem da humanidade.

A Igreja condena o sexo antes do casamento. Sobre o casamento a religião transforma o homem numa eterna vítima e Deus num eterno demônio. “E o Senhor me disse: Vai outra vez, ama uma mulher, amada de seu amigo, e adúltera, como o Senhor ama os filhos de Israel, embora eles olhem para outros deuses, e amem os bolos de passas” Oséias:3:1).  “Estás ligado à mulher? Não busques separar-te; estás livre de mulher? Não procures mulher e casamento” Coríntios 7:27.

A inseminação artificial é considerada imoral.  Também como o aborto de fetos anencéfalos ou comprovadamente inviáveis: é a própria negação da fraternidade. Eles pretendem mesmo é a preservação de vidas impossíveis e a sobrevivência de pessoas que serão a infelicidade dos pais e da família inteira.

A igreja se opõe e é contra as pesquisas de células-tronco embrionárias (pesquisa e  terapia necessitam utilizar embriões).  Os bispos não se libertam da antiga tendência de retardar o largo caminho da ciência médica, do progresso da medicina, da experimentação científica da pesquisa com células-tronco e sua potencialidade no combate às doenças. Hoje já temos bons resultados no tratamento com células-tronco somáticas (adultas), disponíveis em quantidade considerável no organismo humano; cordão umbilical, placenta, medula óssea e em várias outras partes do corpo. A utilização das células-tronco embrionárias,  apontam nova fase e avanço na medicina , com o revolucionário tratamento de terapia celular regenerativo que é capaz de dar origem a qualquer tecido ou órgão humano. Também poderá trazer respostas para doenças como alguns cânceres, doenças irreversíveis, Alzheimer, Diabetes, Mal de Parkinson, além da recuperação de movimentos de pessoas que lesionaram a coluna ou com problemas de atrofia nas pernas motivadas por esclerose múltipla. Os embriões humanos que são destruídos nas pesquisas com células-tronco não têm cérebro, sistema nervoso,  nem sequer neurônios e muito menos “alma” dentro de um tubo de ensaio. Por que não dar uma finalidade mais nobre  salvar vidas e os valores do da vida humana dos que sofrem? Se Deus na concepção cristã tudo que faz nunca erra  é perfeito e tem um propósito? Ou as escrituras de 2000 anos atrás, estão desatualizadas em nossos tempos ?

Alguns países já permitem as pesquisas, como Austrália, Israel, Japão, Holanda, Canadá, Grécia, Suíça, Finlândia, Coréia do Sul e Reino Unido. Cientistas da Universidade Federal do Rio de Janeiro produziram a primeira linhagem de células-tronco sem a utilização de embriões no país. Eles usaram a técnica conhecida como pluripotência induzida, responsável pela transformação dos tecidos do organismo, método que permitiu a produção artificial de uma célula adulta por meio da reprogramação do DNA. O resultado reduz a necessidade de destruir embriões para produzir novas linhagens de células pluripotentes. Japão e outros três países já dominam a técnica.

Tudo isso virou uma discussão, moral, ética e religiosa uma vez que, a Igreja Católica se posiciona contra, embora sejam vistas com esperança de cura para muitas doenças e traumas físicos. Radicais da direita cristã são contra as pesquisas. Estão barrando a ciência e, um dia, vão se beneficiar dos seus avanços. Dos avanços, como se diria no vernáculo deles, da imoralidade que salva.  Como sempre ainda querem impor e influenciar negativamente a ciência em nome do atraso da humanidade. 

Na Europa entre agnósticos, ateus e os que não praticam nenhuma religião o número é cada vez maior. Na Espanha, Alemanha e Inglaterra, menos da metade população só acredita em Deus. Na França, os crentes não chegam a 30%. Resultado da modernidade e o aumento da escolarização e a crescente profissionalização das camadas sociais. Por razões distintas, o ateísmo e os sem fé e sem-religião na Europa vem aumentando.      

Igualmente se insurgem contra a voluntária Eutanásia (aqueles que querem por sua própria vontade morrer em paz , devido ao seu estado precário de saúde e doença crônica incurável). Parte do juramento de Hipócrates que é declarado pelos médicos na sessão solene de formatura:

 “Aplicarei os regimes para o bem do doente segundo o meu poder e entendimento, nunca para causar dano ou mal a alguém"

Tal como proposto no juramento de Hipócrates, quando se refere “em favor do paciente”, tem a óbvia conotação de benefício e de não perseguir “curas” comprovadamente impossíveis de serem alcançadas  numa condição terminal, independentemente do tratamento adotado, evoluirá de forma inexorável para a morte.  Em pacientes com doença irreversível e terminal, o que os médicos e a medicina podem e devem oferecer são medidas que minimizem a dor e o sofrimento, onde não há mais possibilidade de sobrevivência do paciente.. Assim o indivíduo pode enfrentar seus últimos momentos junto de sua família, em um ambiente de carinho, solidariedade e compreensão, nessa etapa de final de vida. Na Suíça, as mortes assistidas já são permitidas em clínicas especializadas.

São também contra a  Ortotanásia  (quando as vidas estão condenadas e prestes a extinguir-se, assistida por um especialista e pela família). Muitos países laicos dos Países Baixos, já adotam legalmente essa prática.

       Os preconceitos e as concepções, embora falem de “defesa da vida”, fazem abortar a pretensa fraternidade da Campanha da Fraternidade do Brasil. Não é justo, que os religiosos em pleno século 21 queiram impor  a todos os crentes ou não, suas convicções que levam a dor, sofrimento, doenças e às trevas. Embora, ter sido exatamente assim que decidiu o papa João Paulo II em seus momentos finais de vida. Até a sua morte o papa conseguiu ajudar uma parcela da humanidade, ao não se submeter a intervenções médicas sabidamente ineficazes.

Embora deva reconhecer que apesar do obscurantismo, a campanha da fraternidade, inclui temas positivos como drogas e a violência urbana e o trabalho desenvolvido através da Pastoral do Menor Carente (PaMen). Sabemos também que em nosso país, três bispos tenham se destacado e receberam até ameaça de  morte, pela sua luta contra: o tráfico de drogas, desmatamento ilegal da floresta amazônica, exploração prostituição sexual e tráfico internacional de mulheres. Mas por outro lado, a Igreja Católica na Amazônia apóia a autonomia dos povos indígenas. Que por sua vez exploram madeiras nobres, ouro, diamantes e minerais nobres como o nióbio. Seria justo proibir a presença militar, em terras indígenas como na Reserva Raposa – Serra do Sol no estado de Roraima ?  Sua área é equivalente a metade da Bélgica nas mãos de 15 mil índios?

Mas se os bispos são mesmo herdeiros das idéias de Jesus e de São Paulo, deveriam aceitar as mulheres como sacerdotisas e bispas.  Os bispos católicos romanos, que reivindicam para si uma ligação direta com os supostos apóstolos, são contra a ordenação de mulheres. Jesus acharia um absurdo e Paulo um escândalo.

Então está na hora, em vez de patrulha moral, miséria que brutaliza e destrói o ser humano, mais do que nunca de receberem uma nova mensagem superior ou divina e reescrever a história. Depois de mais de 1500 anos ou como os arqueólogos não confirmam esta data e teria sido escrita após o Código de Hamurabi ou vários textos sumérios da Mesopotâmia. Mas o importante não é a época que foi escrita, mas quando terminou e ainda assim perderia largamente  para os Hinos Sagrados Hindus, os Vedas, que foram totalmente escritos por volta de 900 a . C.  e se declaram também divinamente inspirados. Reformular a Bíblia,  com uma nova abordagem pela razão, científica e empatia ao ser humano, do que uma cega aceitação de cânones e dogmas religiosos seculares que tantos prejuízos vem causando a humanidade.

                                       “O jeito de ver pela fé é fechar os olhos da razão”

                                                            Benjamin Franklin

Por essas e outras razões, como o preconceito contra a homossexualidade, o Papa Bento XVI, foi barrado de fazer a aula inaugural na “Universidade La Sapienza” de Roma, em nome do Estado laico. Esta é a maior Universidade da Europa com 145 mil estudantes, 4500 professores e um orçamento de 900 milhões de euros. Em 2008 pela atual postura dos religiosos, logo o Sumo Pontífice, sucessor de São Pedro (“você é Pedro...eu lhe darei as chaves do Reino do Céu”), em vez de bênçãos  irá recebeu as vaias do povo. 

      “Quem tem boca vai a Roma”,antigo ditado, que é uma interpretação do original, agora é “Quem tem boca, vaia Roma”, vaias  para os que continuam sendo lesados, atrelados a velhos preconceitos e dogmas.!

“Na cruz, 1 bilhão de católicos sabem, do lado direito e esquerdo de Vosso Senhor Jesus Cristo, “estavam” dois ladrões: Dimas e Gestas. O Bom e o Mau Ladrão. À esquerda, como sói, estava o bom ladrão. À direita, ninguém pode duvidar, estava o mau ladrão. Não todos mas metade dos cristãos sabe disso, até por que se os fiéis tivessem senso de humor, o que restaria da religião?. Os dois eram “trombadinhas” de estrada. Conta a mitologia, perdão o Evangelho. É que Dimas era considerado Bom ladrão porque sua patota assaltou o Primeiro Casal, na estrada em Jericó, a caminho da Manjedoura, Dimas percebeu que havia alguma coisa especial por ali e impediu a turma de assaltar a suposta Virgem. Gestas, o Mau ladrão, ainda roubou o invólucro de incenso que estava com o futuro São José. Façam as contas, Cristo ainda ia nascer. Mesmo que os ladrões tivessem apenas 15 anos, já teriam 48 anos quando pendurados na cruz. Numa época média de vida que não alcançava os 40.

Dimas hoje é o padroeiro de criminosos, agentes funerários, condenados à morte e, claro, ladrões. Estive examinando a atual situação brasileira e descobri que nesse malabarismo todo, não há bons ladrões. E não estou falando no lado moral. Estou falando no lado profissional. São todos maus. Absolutamente incompetentes. 

Não sou contra ninguém. Mas sou certamente pela verdade. Qualquer coisa que é contra a verdade, estou determinado a criticar. Chamar ICAR de organizada é uma linguagem errada. Ela é uma superstição organizada.

Nesses séculos após o mitológico Jesus, o Cristianismo defendeu todos os tipos de superstições e lutou contra a ciência e toda a verdade. E os líderes dessa guerra e ciência são os papas, que sempre se declararam infalíveis, o que é um absurdo. Mas a sua lógica é que representam Jesus Cristo e o Reino de Deus é a atual Igreja. Assim, de uma forma indireta eles são os veículos de Deus, portanto como podem ser infalíveis?  E a infalibilidade, que mesmo errando está correto, de um papa é simplesmente uma tirania ridícula.

Mas a vida não é lógica. Seu próprio Deus é uma ficção. Jesus Cristo como filho unigênito de Deus a partir do momento em que Constantino se apoderou da sua divindade por votação (Concílio de Nicéia) e a tirou dos seguidores originais foi o grande erro da história da humanidade. Sufocaram a mensagem de um suposto Jesus e a transformaram em um manto divino muito além do seu alcance. E os pais da cristianismo souberam aproveitar politicamente aumentando o seu poder e manter a tradição de enganar os seus fiéis, mandando fazer uma Bíblia novinha em folha, que omitia os evangelhos que falavam do aspecto humano do suposto Cristo e passou a enfatizar aqueles que o tratavam como divino. Mas não sem antes, reunir os anteriores e mandar queimá-los.

Durante trezentos anos os papas travaram uma dura batalha contra a ciência e qualquer descoberta científica. A Igreja Católica foi contra o heliocentrismo. O Sol não poderia ser o centro do universo, pois esse lugar perfeito, o centro, era a Terra, obra de Deus. Foi contra a datação do mundo, se insurgiu contra o número zero, noção central para a evolução da matemática e foi contra o estudo da anatomia em cadáveres. Foi até contra o pára-raio – que enviava descargas elétricas punitivas - de vez em quando, enviadas por Deus. Ninguém pode ser vitorioso contra a verdade, mas eles tentaram o máximo. Essa é a única Religião que luta contra os progressos da ciência, e essa é uma das razões fundamentais pelas quais critico os papas, seus dogmas e doutrinas. Mesmo hoje em dia eles continuam lutando contra a ciência e tecnologia, sabendo perfeitamente bem que serão derrotados todas as vezes e que estão travando uma batalha perdida. Desperdiçam tempo e energia pregando moral e fazendo oposição ao aborto e pesquisas com células-tronco quando deveriam estar lutando contra o genocídio e outras causas nobres. E, mesmo assim  continuam-se declarando infalíveis como os antigos imperadores deuses romanos.

Mas,  pelo menos eu vivo pelas normas da razão e não confundo mitologia com realidade. Milagres com as Leis da Natureza. Não me ajoelho na frente de uma cruz ou um elefante. Não participo mais da missa e de  um ato de simulação civilizada de  canibalismo (conforme o sábio Freud), onde a comunidade engole pedaços de carne (a hóstia) e bebe o sangue (vinho) do pai morto, e o pecado senão que um recurso para reprimir os instintos e pulsões naturais dos seres humanos.

Desejo que floresça dentro de cada coração o humanismo. Que seja livre, totalmente livre de lendas, alegorias, rituais, símbolos e mitos (emprestados pelo cristianismo de terras do paganismo), irracionalidade (promessas de vida eterna), hipocrisia, obscurantismo das doutrinas, dogmas religiosos e superstições (lixo de lixo primitivo supersticioso). E que produzidas tomaram conta do mundo. iludem e ainda persistem para adiar o desenvolvimento humano.

Desejo conscientizar para que o verdadeiro homem seja livre,  pratique o humanismo , que o mundo inteiro seja religioso, mas não cristão, católico, hindu, muçulmano – basta apenas que seja bom e principalmente justo.

Colaborou, Oiced Mocam

Leia mais em:

http://livrodeusexiste.blogspot.com.br/2010/05/capitulo-33-abuso-se...

Minha opinião, na Web (Google), com dezenas de artigos, digite: Oiced Mocam

Próximo artigo: A Homossexualidade - A Opinião das Religiões!

 

 

 

Amigo Oiced obrigado pelos elogios a meu texto recados para a igreja carólica. Um abraço.

 

Paulo Luiz Mendonça.

Bem Paulo...Você se baseia pelos seus olhos, mas pode estar cometendo um erro, porque vê apenas o que está próximo. Eu me baseio em estatísticas e por isso tenho opinião diferente quanto ao crescimento dos evangélicos.

Acabei de publicar um livro com um capítulo que refere-se a esse crescimento. O link está publicado aqui, embora eu saiba que pouca gente se interessa, eu sempre tenho o cuidado de anunciar, assim que libero o livro para o público. É um e-book e as pessoas não gostam de ler no PC e também não se interessam em mandar imprimir, mesmo que isso saia mais barato do que comprar um livro na livraria. Tenho amigos que fazem coleção dos meus livros, com tudo encadernado. Cada um sabe de si.

Mas as suas conjecturas estão enganadas. Abç 

Amigo Alfredo, Eu vejo pelos meus olhos os problemas que preocupam o meu país, não tenho nenhum conhecimento acadêmico, porque nunca frequentei nenhuma faculdade a não ser a faculdade da vida. O que vejo no dia a dia, é os evangélicos tomando conta do congresso, vejo a marcha para Jesus uma demonstração de força e até de intimidação aqui nas ruas de S. Paulo, vejo a invasão das televisões pelos evangélicos  pagos a peso de ouro, vejo a mídia religiosa cada vês se aperfeiçoando mais, vejo a conivência do governo em relação a exploração religiosa. Portanto minhas observações são simplistas, mas é o que vejo acontecendo em nosso país. Um abraço.  

Gente, independente da quantidade, se crescem menos ou mais, uma coisa é certa: o fundamentalismo, a intolerância e arrogância e a organização política dos evangélicos é infinitamente superior . Vivo muito bem com meu marido que é católico, ele respeita meu ateísmo e assim são todos os meus parentes católicos,mas os meus parentes evangélicos são arrogantes,vivem me criticando e todo final de semana não perdem uma só oportunidade de fazer proselitismo forçado nas festas de família e não pensam duas vezes de botar o dedo na cara dos católicos e falar: a igreja católica é uma heresia, a nossa é a verdadeira igreja de cristo, e blá.blá.blá e mais todo o repeteco do discurso judaico do velho testamento(evangélicos eu sempre digo que são judeus bastados ou fajutos). E isso é muito preocupante(só na minha cidade foram eleitos muitos evangélicos, todos os políticos fizeram campanhas maçissas em igrejas evangélicas, e os evangélicos já conseguiram não só grande representatividade na política com até leis para interferirem politicamente no país . Eles estão sendo financiados pela elite sionista(esta minoria porém poderosíssima atua nos bastidores (EUA/Israel/Brasil)são os donos verdadeiros das TVs inclusive das evangélicas(os pastores vivem sendo treinados por americanos sionistas(judeus e cristãos em aliança pelo poder(imperialismo sionista) , muitos tem de ir aos EUA-também hoje são eles que controlam a igreja católica, o banco do vaticano e estabeleceram o Vaticano II) vejam que estas igrejas evangélicas fazem campanha escancarada para Israel. Hoje o maior perigo no mundo é o sionismo e o país mais poderoso do mundo não é mais os velho EUA(mas é Israel), os EUA são hoje só o "cão treinado a serviço do sionismo israelita=imperialismo moderno), que não perde uma só chance de usar de instrumento político as religiões fundamentalistas(Israel por exemplo em pleno mundo moderno fez uso político de um mito bíblico para  tomar terras dos outros, e ainda tem gente que acha isso "pouca bobagem" e se preocupa com a  igreja que já não passa de uma velha carcaça muito bem descarnada pelos seus donos(familias imperiais dinastias do "puro sangue azul" da "casa de Davi") bom pelo menos é nisso que eles acreditam,mas na realidade não passam de psicopatas.

Eu não tenho preocupação quanto a isso. Oa católicos estão despencando. Os evangélicos estão crescendo sim num índice 6 x por alguma coisa, mas os sem religião, estão crescendo 36 vezes mais, 6 x que os evangélicos. Em 2035, alguém estará ultrapassando alguém e em 2045, os sem religião ultrapassarão os 50 % da população. Daí, não vejo porque a preocupação. Abç

Amiga Márcia, sobre os testemunhos de curas nas igrejas evangélicas, a meu ver é a maior farsa, não digo que os curados pela igreja estejam mentindo naquele momento. A farsa está em alguns dias ou meses depois as pessoas curadas tem uma recaída e morre, mas este fato eles jamais irão mostrar o testemunho daqueles que a doença voltou, morreram ou estão pior do que antes. A propaganda é só de curas milagrosas, as recaídas e as pioras das moléstias ficam escondidas nos bastidores. 

Responder à discussão

RSS

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço