Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Judaísmo, sionismo, o poder econômico judeu... Que influencia têm nas decisões políticas e econômicas mundiais?

Nossa amiga Lilian Sokorowa alertou para a necessidade de se abrir um tópico para estee assunto e dou toda razão a ela.

Abaixo algumas pequenas iscas que foram soltas pelo fórum e que podem compor uma discussão mais localizada:

Márcia Zaros disse:

 "...rabinos com armas, e dos meninos judeus aprendendo a lidar com elas bem como os que foram presos por tráfico de órgãos são palestinos eles  vivem lá. Se fossem sacerdotes da igreja segurando fuzis o mundo "cairia de pau" mas como é sacerdote do judaísmo todo mundo parece achar normal. Isso pode ser revelador e comprometedor..."


"...o Papa atual é de origem judaica(já falei em post bem anterior que a elite global tem duas religiões(uma original de raíz ou verdadeira e secreta e outra para apresentar ao mundo(pra ingles ver mesmo). É por isso que ele usa o símbolo de sua verdaeria "fé" na mitra também, e não só mostrando que os judeus sionsitas já tomaram o Vaticano totalmente. É como se ele estivesse dizendo o seguinte: Nós estamos aqui e eu sou um deles, capiche?"


 "...É mais do que óbvia uma aliança entre os judeus-sionistas e a ala evangélica(cristianismo mais próximo do judaísmo) que o cristianismo católico por exemplo, certamente descartado dos interesses sionistas não só porque os católicos são minoria nos EUA, mas porque o sistema católico não é hoje em dia o mais eficiente para colonização. "


Ivo Reis disse:

"...os sionistas, um câncer universal, não têm escrúpulos em relação aos meios. Tudo é válido para atingir o fim: alianças com Deus ou com o Diabo. E no final, os sionistas enganam e traem os dois."


"...O holocausto virou tabu, bem protegido pelos sionistas. Contradizê-lo pode trazer uma reviravolta histórica e fazer com que os controladores sionistas deixem de receber alguns milhões de dólares a título de "indenização às vítimas do holocausto..."


"...o sionismo representa, pelo lado religioso, um rompimento revolucionário com a tradição judaica. Uma renegação do judaísmo, um desvio profano do messianismo. Pelo lado político, trata-se de uma ruptura com a tradição judaica, uma perversão nacionalista e xenófoba do judaísmo. O sionismo é um tipo de "egoísmo coletivo": “Para nós, tudo; para os outros, nada”.


Jorge Oliveira disse:

"Creio que esta minha dúvida é bastante pertinente, porque estamos aqui a mostrar a Verdade a quem queira vê-la, mas, com que objetivo? Saber por saber? É claro que o conhecimento nos dá satisfação, nos engrandece, mas, e agora? Sabemos a Verdade, e daí?

A questão que levanto é pelo menos para mim bastante séria. Espero que os companheiros que tem mais visão do que eu, possam satisfazer as minhas dúvidas."

"o grande problema que atravessamos, com os judeus a dominar o mundo, deveu-se às instituições religiosas que estavam preocupadas com a difusão da fé e consideravam o lucro como pecado, e como aqueles estavam interessados em ganhar dinheiro, não poderiam deixar de ocupar aquele espaço que se lhes era aberto."

Marilda Oliveira disse:

"Nosso lulinha já vestiu a kipá, abaixou, e bateu a cabeça no chão saudando... Não sei não hem, aí tem coisa"

"Há centenas de anos que os sionistas tramaram dominar o mundo e para isto, utilizaram a doutrina religiosa pregada pelos falsos profetas, pelos falsos livros, que de início foi uma conspiração... e hoje, é uma verdade real declarada."

"...Os sionistas e os homens da NOM (nova ordem mundial) trabalham: eles controlam o presente, apagam o passado e planejam o futuro. Para isso, o controle das mentes das novas gerações é imprescindível e, nesse sentido, contam com o apoio das religiões..."

Acredito que estas pequenas iscas já sejam suficiente para continuarmos a discutir o assunto.

Convido a todos os interessados que tragam suas dúvidas e certezas.

Um grande abraço

Exibições: 6573

Respostas a este tópico

Levei um susto ao acessar o grupo e deparar-me com o comentário da Lilian e a criação deste tópico. Não tinha me apercebido de quanto estávamos nos perdendo nas discussões, deixando-as espalhadas, fora do seu lugar próprio. Parabéns, Gilberto, você agiu imediata e corretamente, como deve agir um verdadeiro administrador de grupo.

Confesso que às vezes a falta de tempo (como acredito seja o seu caso também) não me permite observar certas coisas. Por isso é importante a colaboração dos membros. A nossa colega Lilian pouco vem aqui na rede, mas quando vem, chega como um tornado, jogando tudo para cima, sacudindo todo mundo. Mas é um tornado do bem porque depois que passa, faz as coisas caírem no lugar certo, ou seja desarruma e rearruma.

A crítica dela foi dura mas verdadeira. E isto foi bom para todos nós porque agora temos um tema específico para debater, um tema que rende muitas polêmicas mas que, alerto, é perigoso. Todo o cuidado aqui é pouco, entenderam?

Tomei a liberdade de incluir duas palavrinhas no título do tópico, para torná-lo mais abrangente. Se quiser fazer mais alguma alteração ou encurtá-lo, fique à vontade, foi só uma sugestão.

Abraços a todos!

Tá ótimo Ivo.

Foi muito bom o alerta da Lilian, vai inclusive servir para outras ocasioes e assuntos.

E aí, pessoal! Cheguei, migrada do tópico geral (ufa! que alívio). Mais uma vez, obrigada por terem atendido ao meu pedido. Agora, vamos lá:

O que me trouxe aqui foi a minha curiosidade em melhor entender a relação judeus x judaísmo x sionismo, que é complicadíssima, até para os próprios judeus. Para mim (é só um ponto-de-vista porque ainda estou aprendendo), são coisas diferentes. Na visão da nossa amiga Márcia (não estou bem certa) parece que ela considera tudo "farinha do mesmo saco". Suponho que deixando à parte as influências políticas e econômicas - estas bastante claras quanto aos seus objetivos desumanos e egoístas - o que se deseja saber é onde essas influências contaminam as religiões e quem está associado a elas, como se dá esse envolvimento.

Existe um sionismo religioso,  um sionismo político e, no meio, os JUDEUS. É aqui que está a encrenca. Os que se autodenominam "verdadeiros judeus", dizem ser contra o sionismo mas, por outro lado, existem também judeus (embora em minoria) que defendem o sionismo. Mesclado a tudo isso, as teias conspiratórias e as mentiras, a  maior delas, quanto à população judia no mundo, que eles reduzem a míseros 13,5 milhões, quando sabemos ser impossível. Vi o nosso administrador estimá-la em 25 milhões. Já eu acho que são mais de 30. Mas o que isso importa? Por que os judeus mentem quanto à sua população mundial? (o gozado é que aqui as divergências acabam). Isto é uma coisa que eu gostaria de saber.

Para finalizar, como vocês acham que os judeus sionistas se infiltram no catolicismo e no evangelismo?

 

PS: Gilberto, gostei das "iscas" que você soltou. Mas tem muito mais, se a gente procurar. Eu mesma fui atraída por várias dessas iscas. Será que esse negócio de "iscas" funciona mesmo?

Lilian seja bem vinda.

As iscas funcionam sim, até te fisgaram!!!

Os judeus não sionistas são minoria, pois tanto na ala política, quanto na ala religiosa tem os ensinamentos de que este mundo pertence aos judeus, já que os não judeus são animais em forma humana, criadas por deus para servir os judeus.

O povo judeu tem uma qualidade que deveria ser seguida por todos nós, mas nós despresamos. É a educação, ensinada de maneira incisiva desde o berço, onde os pais judeus tem o habito de ler para os filhos que ainda não sabem faze-lo, depois que aprendem, vão ler juntos, em família, depois mais tarde, com o hábito já adquirido, vai ler sozinho, pois nesta altura não mais conseguirá viver sem leitura.

Todos os preceitos de convívio social, familiar, financeiro, político e religioso, são ensinamentos obrigatórios dentro do lar a partir da infância.

Os judeus educam seus filhos para o mundo, ao contrário de nossa cultura que educa para si, como se educa um animal de estimação, meu filho é minha propriedade.

Um garoto judeu ocidental com quatorze anos de idade já pode lhe ensinar a investir na bolsa de valores, enquanto nossos filhos de mesma idade só querem saber de farra e a única coisa que podem nos ensinar é a beber.

Tudo isso faz do jovem judeu uma pessoa de visão, que sabe aproveitar as oportunidades na hora certa.

Me indique duas grandes empresas ou dois grandes bancos que não sejam administrados por judeus.

Todos os judeus se autodenominam verdadeiros judeus, assim como os evangélicos brasileiros fazem em relação ao cristianismo.

A merda toda é a política. Os judeus são peritos em números e ótimos no comércio. Pois bem, tendo estas habilidades, não fica difícil comprar um político corrupto, já que este espécime prolifera mais que barata.

Com os políticos comprados, fica muito fácil se infiltrar em todos os segmentos da sociedade, sendo que  a religião é a melhor ferramenta de manipulação das massas e a igreja é a melhor ferramenta para se lavar dinheiro obtido por meios duvidosos, como sonegação de impostos, contrabando e outras brincadeiras do tipo. Lembrando que na cúpula das maiores religiões do planeta não é difícil de se encontrar os mesmos corruptos da política.

Os sionistas estão infiltradas no clero a muito tempo e as pessoas só não percebem porque não prestam atenção. Mas há também as doutrinas que combatem o sionismo, mas acredito que seja mais por interesse próprio que por ética.

O judaísmo se divide em várias facções, assim como acontece com o cristianismo, mas a base é a mesma e muitos destes grupos se diferenciam dos demais apenas por um rótulo, tanto judaísmo quanto cristianismo. Igualzinho como acontece entre os partidos políticos do Brasil e de Portugal.

Judeus x judaísmo x sionismo são coisas certamente diferentes, mas que estão intimamente ligadas.

Para nós é muito fácil ver a imagem do bispo Edir Macedo como o picareta que montou uma igreja, conquistou muitos fiéis, com eles muito dinheiro, depois influência política por comandar os fieis e ter dinheiro, elegeu membros de sua confiança em vários segmentos políticos do país e depois comprou uma rede de emissoras de tv e rádio e também empresas de imprensa escrita, onde é feita e distribuída a Folha universal. Com o judaísmo acontece a mesma coisa, mas os judeus não se prendem apenas ao judaísmo quando o assunto é poder, influência e dinheiro. Há muitos líderes de igrejas cristãs que são judeus. alguns até fazem propaganda de Israel e do povo judaico em suas igrejas, basta procurar que você não terá dificuldade em encontrar vasto material de apoio para suas pesquisas.

Quando você fala de judeus que defendem e/ou recriminam o sionismo, dizendo quem é maioria ou minoria, o que eu posso dizer a respeito é que a maioria dos judeus não dizem que são judeus, você acaba tendo que observar e encontrar as pistas que os identificam, então são estes, a maioria e é esta maioria que dá corpo ao sionismo e não aqueles que declaram alguma opinião a respeito desta ou daquela posição.

Por exemplo, a judia Hillary Clinton disse que está a favor de mover a Embaixada dos EUA em Israel de Tel Aviv para Jerusalém, mas ela não assume publicamente que é judia.

Quanto ao número de judeus no planeta, não sei nada a respeito, nem consigo lhe dizer quantos judeus tem morando na mesma rua em que eu moro.

Abaixo uma pequena lista de judeus famosos para você se divertir um pouco, vendo quem deles você conhece:

Abraham Medina, Adiel Tank, Adolfo Bloch, Adriana Behar, Ala Szerman, Alberto Dines, Alberto Goldman, Albert Einstein, Alicia Silverstone, Alexandre Herchcovitch, Ana Kutner, Anatol Rosenfeld, André Fischer, André Singer, Anita Leocádia, Prestes, Arie Yaari, Arnaldo Cohen, Arnaldo Niskier, Abraham ben Abraham Potacki, Polonês, famoso "Ger Tzedek,  Angela Merkel, Barbra Streisand, Bel Kutner, Ben Abraham, Benjamin Steinbruch, Bernard Rajzman, Berta Loran, Beto Silva, Bruce Willis, Betty Gofman, Betty Grable, Billy Joel, Bob Dylan, Boris Casoy, Boris Fausto, Boris Schnaiderman, Branca Dias, Briolanja Fernandes, Bussunda, Caco Ciocler, Cacá Rosset, Caio Blinder, Cao Hamburger, Calvin Klein, Carl Sagan, Carlos Arthur Nuzman, Carlos Minc, Carlos Scliar, Celso Lafer, César Lattes, Cíntia Moscovich, Clara Macedo, Charlie Chaplin, Charles Bronson, Clarice Lispector, Cláudia Costin, Cláudia Ohana, Cora Rónai, Carroll Baker - atriz vencedora do Emmy Award, Demi Moore, Dan Stulbach, Danny DeVito, Daniel Azulay, Daniel Feffer, Daniel Sabbá, David Beckham, David Feffer, David Samuel Alcolumbre Tobelem, David Copperfield, David Zylbersztajn, Débora Bloch, Deborah Colker, Didi Wagner, Dina Sfat, Dorothéa Steinbruch, Dustin Hoffman, Eddie Fisher, Edmond Safra, Eliana Guttman, Elie Horn, Ellen Jabour, Esther Scliar, Etty Fraser, Eva Blay, Eva Todor, Eva Wilma, Elizabeth Banks - atriz vencedora do Emmy Award, Elizabeth Taylor, Felícia Leirner, Francisco Gotthilf, Frans Krajcberg, Franz Weissmann, Fábio Feldmann, Gabriel Zellmeister, Geminiano Saback, Gerald Thomas Sievers, Germán Efromovich, Gilberto Braga, George Burns, Gilberto Dimenstein, Girz Aronson, Giselda Leirner, Gregori Warchavchik, Hans Stern, Hector Babenco, Henrique da Silveira, Henry Sobel, Horácio Lafer,  Harrison Ford, Hillary Clinton, Henry Kissinger, Iacov Hillel, Ida (Szafan) Gomes, Isaac Benayon Sabbá, Isaac Karabtchevsky, Isai Leirner Israel Klabin, Ithamara Koorax, Izrael Szajnbrum, Jacob Gorender, Jacob Guinsburg, Jacob Pinheiro Goldberg,  Jacqueline du Pré, Jacques Lewkowicz, Jaime Barcelos, Jaime Lerner, Jaime Spitzcovsky, James Strauss, Jaques Wagner, Jayme Tiomno, Jerry Lewis, John Neschling, Jonas Bloch, Jorge Eurico Ribeiro, Jorge Mautner, José de Abreu, José Mindlin, José Roitberg, José Safra, Juca Chaves, Julio Bogoricin, Júlio Fischer, Júlio Lerner, Lasar Segall, Léo Gandelman, Leon Feffer, Leon Hirszman, Leonardo Ferreira (Jornalista), Leôncio Basbaum, Liana Friedenbach, Lilia Katri Moritz Schwarcz, Lily Safra, Luciano Huck, Luciano Szafir, Luísa Mell, Luiz Zveiter, Karl Marx, Kirk Douglas (Michael Douglas),  Madonna, Marcelo Fromer, Marcelo Gleiser,  Mel Brooks, Márcia Goldschmidt, Márcia Peltier, Marcos Plonka, Marcos Wainberg, Mariana Kupfer, Mário Haberfeld, Mário Schenberg, Mário Schoemberger, Maurício Einhorn, Maurício Sherman, Maurício Waldman, Max Feffer, Mayana Zatz, Michael Löwy, Michel Schlesinger, Miriam Mehler, Moacyr Scliar, Moysés Baumstein, Muriel Waldman, Marilyn Monroe, Nathalia Timberg, Nelson Ascher, Nelson Leirner, Nilton Bonder, Noel Nutels, Nicolas Sarkozy, Olga Benário Prestes, Otto Maria Carpeaux, Patricia Pillar, Patrícia Kogut, Paul Singer, Paul Newman, Paul Simon, Paulo Rónai,  Peter Falk (Columbo), Regina Zilberman, Renata Jesion, Ricardo Rosset, Riva Nimitz, Richard Gere, Roberto Burle Marx, Roberto Civita, Roberto Frejat, Roberto Justus, Roberto Medina, Rosana Hermann, Rosane Gofman, Rosely Roth, Rubens Gerchman, Samuel Benchimol, Steve Lawrence, Sharon Gless, Samuel Klein, Samuel Wainer, Sandra Annenberg, Sandra Kogut, Serginho Groisman, Sérgio Besserman Vianna (Bussunda), Sheila Leirner, António José da Silva (Dramaturgo carioca morto pela Inquisição em Lisboa – Leia livro “O Judeu”), Sidney Sheldon, Sigmund Freud, Silvio Santos (Senor Abravanel), Simon Schwartzman, Simão Azulay, Sylvio Back, Sammy Davis  Jr, Steven Segall, Steven Spielberg, Tarso Genro, Tatiana Belinky, Tereza Raquel, Tony Kanaan, Tom Arnold - ator, Urbano Medeiros, Victor Civita, Victoria Beckham, Vladimir Herzog, Waldemar Levy Cardoso, Wálter Feldman, Yehuda Busquila, Zbigniew Marian Ziembiński (Ator e diretor polonês/brasileiro), Woody Allen.

Uma curiosidade, abaixo a lista dos 129 judeus contemplados com o Nobel da paz.

Literatura:

1910 - Paul Heyse
1927 - Henri Bergson
1958 - Boris Pasternak
1966 - Shmuel Yosef Agnon
1966 - Nelly Sachs
1976 - Saul Bellow
1978 - Isaac Bashevis Singer
1981 - Elias Canetti
1987 - Joseph Brodsky
1991 - Nadine Gordimer World

Paz:

1911 - Alfred Fried
1911 - Tobias Michael Carel Asser
1968 - Rene Cassin
1973 - Henry Kissinger
1978 - Menachem Begin
1986 - Elie Wiesel
1994 - Shimon Peres
1994 - Yitzhak Rabin

Física:

1905 - Adolph Von Baeyer
1906 - Henri Moissan
1907 - Albert Abraham Michelson
1908 - Gabriel Lippmann
1910 - Otto Wallach
1915 - Richard Willstaetter
1918 - Fritz Haber
1921 - Albert Einstein
1922 - Niels Bohr
1925 - James Franck
1925 - Gustav Hertz
1943 - Gustav Stern
1943 - George Charles de Hevesy
1944 - Isidor Issac Rabi
1952 - Felix Bloch
1954 - Max Born
1958 - Igor Tamm
1959 - Emilio Segre
1960 - Donald A. Glaser
1961 - Robert Hofstadter
1961 - Melvin Calvin
1962 - Lev Davidovich Landau
1962 - Max Ferdinand Perutz
1965 - Richard Phillips Feynman
1965 - Julian Schwinger
1969 - Murray Gell-Mann
1971 - Dennis Gabor
1972 - William Howard Stein
1973 - Brian David Josephson
1975 - Ben jamin Mottleson
1976 - Burton Richter
1977 - Ilya Prigogine
1978 - Arno Allan Penzias
1978 - Peter L Kapitza
1979 - Stephen Weinberg
1979 - Sheldon Glashow
1979 - Herbert Charles Brown
1980 - Paul Berg
1980 - Walter Gilbert
1981 - Roald Hoffmann
1982 - Aaron Klug
1985 - Albert A. Hauptman
1985 - Jerome Karle
1986 - Dudley R. Herschbach
1988 - Robert Huber
1988 - Leon Lederman
1988 - Melvin Schwartz
1988 - Jack Steinberger
1989 - Si dney Altman
1990 - Jerome Friedman
1992 - Rudolph Marcus
1995 - Martin Perl
2000 - Alan J. Heeger

Econômia:

1970 - Paul Anthony Samuelson
1971 - Si mon Kuznets
1972 - Kenneth Joseph Arrow
1975 - Leonid Kantorovich
1976 - Milton Friedman
1978 - Herbert A. Simon
1980 - Lawrence Robert Klein
1985 - Franco Modigliani
1987 - Robert M. Solow
1990 - Harry Mark owitz
1990 - Merton Miller
1992 - Gary Becker
1993 - Robert Fogel

Medicina:

1908 - Elie Metchnikoff
1908 - Paul Erlich
1914 - Robert Barany
1922 - Otto Meyerhof
1930 - Karl Landsteiner
1931 - Otto Warburg
1936 - Otto Loewi
1944 - Joseph Erlanger
1944 - Herb ert Spencer Gasser
1945 - Ernst Boris Chain
1946 - Hermann Joseph Muller
1950 - Tadeus Reichstein
1952 - Selman Abraham Waksman
1953 - Hans Krebs
1953 - Fritz Albert Lipmann
1958 - Joshua Lederberg
1959 - Arthur Kornberg
1964 - Konrad Bloch
1965 - Francois Jacob
1965 - Andre Lwoff
1967 - George Wald
1968 - Marshall W. Nirenberg
1969 - Salvador Luria
1970 - Julius Axelrod
1970 - Si r Bernard Katz
1972 - Gerald Maurice Edelman
1975 - Howard Martin Temin
1976 - Baruch S. Blumberg
1977 - Roselyn Sussman Yalow
1978 - Daniel Nathans
1980 - Baruj Ben acerraf
1984 - Cesar Milstein
1985 - Michael Stuart Brown
1985 - Joseph L. Goldstein
1986 - Stanley Cohen [& Rita Levi-Montalcini]
1988 - Gertrude Elion
1989 - Harold Varmus
1991 - Erwin Neher
1991 - Bert Sakmann
1993 - Richard J. Roberts
1993 - Phillip Sharp
1994 - Alfred Gilman
1995 - Edward B. Lewis
1996- Lu Rose Iacovino

Tabela mostrando o nome adotado e o nome real (judeu) de algumas pessoas que talvez você conheça.

Nome adotado .............................. Nome real

Joey Adams .................................. Joseph Abramowitz
Eddie Albert .................................Eddie Heimberger
Woody Allen................................. Allen Konigsberg
Lauren Bacall .............................. Joan Perske
Jack Benny .................................. Benny Kubelsky
Milton Berle ................................ Milton Berlinger
Ernest Borgnine ...........................Effron Borgnine
George Burns ............................. Nathan Birnbaum
Joan Blondell............................... Rosebud Blustein
Joyce Brothers .............................Joyce Bauer
Mel Brooks ................................. Melvin Kaminsky
Joey Bishop ................................. Joey Gottlieb
Charles Bronson ........................ Charles Buchinsky
Rona Barrett ...............................Rona Burnstein
Cyd Chrisse ............................... Tula Finklea
Tony Curtis ................................ Bernie Schwartz
Joan Crawford ........................... Lucille Le Sueur
Dyan Cannon ............................ Samile Friesen
Kirk Douglas (Michael Douglas).. Isadore Demsky
Bob Dylan ...................................Robert Zimmerman
Rodney Dangerfield ...................Jacob Cohen
Douglas Fairbanks, Jr. .............. Douglas Ullman
Joel Grey .................................. Joel Katz
Elliott Gould ..............................Elliott Goldstein
Zsa Zsa Gabor ...........................Sara Gabor
John Garfield ............................ Jules Garfinkle
Judy Garland ............................. Frances Gumm
Paulette Goddard ...................... Paulette Levy
Eydie Gorme.............................. Edith Gormezano
Cary Grant ................................. Larry Leach
Lorne Green ...............................Chaim Leibowiz
Judy Holliday ............................. Judith Tuvin
Leslie Howard ............................ Leslie Stainer
Buddy Hackett ............................ Leonard Hacker
Jill St. John .................................. Jill Oppenheim
Danny Kaye.................................. David Kominsky
Alan King ..................................... Irwin Kniberg
Larry King..................................… Zeiger
Tina Louise.................................… Tina Blacker
Ann Landers................................… Friedman
Dorothy Lamour ............................ Dorothy Kaumeyer
Miehael Landon ............................ Mike Orowitz
Steve Lawrence ............................. Sidney Leibowitz
Hal Linden ..................................… Hal Lipshitz
Jerry Lewis .................................... Joseph Levitch
Karl Maiden ...................................Maiden Sekulovitch
Ethel Merman ............................... Ethel Zimmerman
Jan Murray .................................... Murray Janofsky
Walter Matthau ............................. Walter Matasschanskayasky
Lilly Palmer .................................. Maria Peiser
Jan Pierce...................................… Pincus Perelmuth
Roberta Peters................................Robe… Peterman
Eleanor Parker............................... Ellen Friedlob
Joan Rlvers ....................................Joan Molinsky
Tony Randall ............................... Sidney Rosenberg
Edward G. Robinson .................... Emanuel Goldenberg
Dinah Shore ................................ Fanny Rose
Shelly Winters ............................. Shirley Schrift
Gene Wilder................................. Jerome Silberman

Nicolas Sarkozy ...........................Aaron Mallah

Angela Merkel .............................Rebbekah Kasner Jentsch

Gilberto:

Não dá para comentar todos, mas vamos a um que interessa a todos nós: o "Prêmio Nobel da Paz". Examine estes 4 últimos: Henry Kissinger (1973), Menachem Begin (1978), Shimon Peres (1994), Yitzhak Rabin (1994). Vc acha que alguns desses caras merecem algum "Prêmio Nobel da Paz", principalmente os dois canalhas maiores da lista acima (Kissinger e Menachem Begin)? Coooooomo?!... Isso só prova até onde vai a influência e o poder do sionismo judeu. Nem na Wikipédia você pode confiar mais, quando se trata de qualquer informação histórica ou política que prejudique os interesses deles. Eles estão monitorando e alterando informações na Wkipédia, sabiam? Os carinhas estão em todas: possuem os maiores bancos, as melhores escolas, os maiores jornais, os melhores hospitais, as maiores cadeias de TV, as maiores produtoras cinematográficas... Como lutar contra isso? 

Vou fazer aqui uma ironia interessante, partindo do pressuposto de que a população judia no mundo seja algo em torno de 30 milhões: "Como pode 20 milhões (tirando fora 1/3 de população não adulta) controlar 7 bilhões de pessoas? Será que a Bíblia estava certa e esses caras não são mesmo 'o povo escolhido de Deus?'  " (rs,rs,rs,rs). É a única explicação que parece plausível, não é?
 
Gilberto Vieira disse:

Uma curiosidade, abaixo a lista dos 129 judeus contemplados com o Nobel da paz.

Literatura:

1910 - Paul Heyse
1927 - Henri Bergson
1958 - Boris Pasternak
1966 - Shmuel Yosef Agnon
1966 - Nelly Sachs
1976 - Saul Bellow
1978 - Isaac Bashevis Singer
1981 - Elias Canetti
1987 - Joseph Brodsky
1991 - Nadine Gordimer World

Paz:

1911 - Alfred Fried
1911 - Tobias Michael Carel Asser
1968 - Rene Cassin
1973 - Henry Kissinger
1978 - Menachem Begin
1986 - Elie Wiesel
1994 - Shimon Peres
1994 - Yitzhak Rabin

Física:

1905 - Adolph Von Baeyer
1906 - Henri Moissan
1907 - Albert Abraham Michelson
1908 - Gabriel Lippmann
1910 - Otto Wallach
1915 - Richard Willstaetter
1918 - Fritz Haber
1921 - Albert Einstein
1922 - Niels Bohr
1925 - James Franck
1925 - Gustav Hertz
1943 - Gustav Stern
1943 - George Charles de Hevesy
1944 - Isidor Issac Rabi
1952 - Felix Bloch
1954 - Max Born
1958 - Igor Tamm
1959 - Emilio Segre
1960 - Donald A. Glaser
1961 - Robert Hofstadter
1961 - Melvin Calvin
1962 - Lev Davidovich Landau
1962 - Max Ferdinand Perutz
1965 - Richard Phillips Feynman
1965 - Julian Schwinger
1969 - Murray Gell-Mann
1971 - Dennis Gabor
1972 - William Howard Stein
1973 - Brian David Josephson
1975 - Ben jamin Mottleson
1976 - Burton Richter
1977 - Ilya Prigogine
1978 - Arno Allan Penzias
1978 - Peter L Kapitza
1979 - Stephen Weinberg
1979 - Sheldon Glashow
1979 - Herbert Charles Brown
1980 - Paul Berg
1980 - Walter Gilbert
1981 - Roald Hoffmann
1982 - Aaron Klug
1985 - Albert A. Hauptman
1985 - Jerome Karle
1986 - Dudley R. Herschbach
1988 - Robert Huber
1988 - Leon Lederman
1988 - Melvin Schwartz
1988 - Jack Steinberger
1989 - Si dney Altman
1990 - Jerome Friedman
1992 - Rudolph Marcus
1995 - Martin Perl
2000 - Alan J. Heeger

Econômia:

1970 - Paul Anthony Samuelson
1971 - Si mon Kuznets
1972 - Kenneth Joseph Arrow
1975 - Leonid Kantorovich
1976 - Milton Friedman
1978 - Herbert A. Simon
1980 - Lawrence Robert Klein
1985 - Franco Modigliani
1987 - Robert M. Solow
1990 - Harry Mark owitz
1990 - Merton Miller
1992 - Gary Becker
1993 - Robert Fogel

Medicina:

1908 - Elie Metchnikoff
1908 - Paul Erlich
1914 - Robert Barany
1922 - Otto Meyerhof
1930 - Karl Landsteiner
1931 - Otto Warburg
1936 - Otto Loewi
1944 - Joseph Erlanger
1944 - Herb ert Spencer Gasser
1945 - Ernst Boris Chain
1946 - Hermann Joseph Muller
1950 - Tadeus Reichstein
1952 - Selman Abraham Waksman
1953 - Hans Krebs
1953 - Fritz Albert Lipmann
1958 - Joshua Lederberg
1959 - Arthur Kornberg
1964 - Konrad Bloch
1965 - Francois Jacob
1965 - Andre Lwoff
1967 - George Wald
1968 - Marshall W. Nirenberg
1969 - Salvador Luria
1970 - Julius Axelrod
1970 - Si r Bernard Katz
1972 - Gerald Maurice Edelman
1975 - Howard Martin Temin
1976 - Baruch S. Blumberg
1977 - Roselyn Sussman Yalow
1978 - Daniel Nathans
1980 - Baruj Ben acerraf
1984 - Cesar Milstein
1985 - Michael Stuart Brown
1985 - Joseph L. Goldstein
1986 - Stanley Cohen [& Rita Levi-Montalcini]
1988 - Gertrude Elion
1989 - Harold Varmus
1991 - Erwin Neher
1991 - Bert Sakmann
1993 - Richard J. Roberts
1993 - Phillip Sharp
1994 - Alfred Gilman
1995 - Edward B. Lewis
1996- Lu Rose Iacovino

Ivo, não é questão de ser um povo escolhido por deus ou não.

Eles foram expulsos de suas terras. se espalharam pelo mundo e tiveram que se virar para sobreviver, porém, nunca deixaram de se comunicar, trocando informações e passando os ensinamentos aprendidos em outras culturas.

Então um gênio descobre a influência da informação e a partir deste ponto nasce a imprensa, os judeus conhecedores das fraquezas de todas as culturas, tomam para si esta grande ferramenta.

Para que saia uma noticia boa sobre algum empresário e/ou governos, estes tem que pagar o preço estipulado, fazendo com que o judeu ganhe mais dinheiro.

Quantos judeus você conhece que ficam gastando tudo o que tem em botecos e shoppings?

A maior parte do dinheiro ganho é guardada e/ou investida. Concluímos então que esta é uma receita de sucesso.

Já temos algumas famílias ricas com a imprensa, que vão mandar seus filhos estudar nas melhores escolas, além de bancarem o aprendizado de idiomas diversos, pois já podem pagar por isto.

O comercio é outra pérola, pois um judeu daqui entra em contato com um judeu de lá; como são irmãos na fé, um facilita as negociações para o outro e a partir daí, ninguém consegue melhores preços que o judeu, então a maior parte da população vai comprar do judeu, por ser mais barato. Então, a partir deste ponto, temos mais algumas famílias judias enriquecendo.

Chegamos então ao ponto onde temos uma família rica onde os filhos que assumirão os negócios foram estudar nas melhores escolas, ou seja, já não vão partir do zero como fizeram seus pais, mas vão pegar um negócio já em bom andamento e unirão a este seus conhecimentos acadêmicos, resultando no crescimento do negócio.

Chega uma hora em que os filhos destas famílias já tem uma estrutura tão sólida que cada um segue a carreira de vocação, então o que se forma médico, nas melhores escolas, monta o melhor consultório, pois tem dinheiro para faze-lo; o que se formou advogado, monta o melhor escritório, o que tem vocação para jornalismo monta uma "Veja", monta uma "TV Manchete", Funda a "Folha de São Paulo", pois a família já tem condições de lhes fornecer estrutura para tanto.

Desta maneira, cada um cuidando de si e ajudando os irmãos de fé que retribuem a ajuda, sem serem manipulados pelo governo, pois sabem de antemão que não pertencem àquela pátria, chegam vitoriosos no mundo dos negócios, no mundo da política e tomam para si toda a imprensa, pois ela lhes dá o poder.

Enquanto isso, os estadunidenses ficam disputando quem compra mais utensílios inúteis para seu dia a dia, se fanatizam por um bocado de esportes medíocres, que os prendem no sofá em frente a TV, enquanto estes engordam feito porcos.

Os brasileiros, além do futebol, tem a novela, o BBB, a Fazenda e o Michel Teló, entre tantas porcarias. O governo faz o que quer e o brasileiro fica feliz em pagar um monte de impostos porque seu presidente bonzinho está sustentando um monte de pessoas com os bolsa família. Quando o brasileiro cristão ganha dinheiro, reparte com a igreja e gasta boa parte entre bebidas, festas, jogos e outro monte de besteiras que nunca trarão mais dinheiro, muito pelo contrário.

Vou parar por aqui para não acabar escrevendo um livro.

Eis minha opinião a respeito deste assunto.

Shalom

Mesmo assim, Giba, tem alguma coisa mais, muito misteriosa e que ainda não foi descoberta. O exemplo que você citou dos brasileiros é verdadeiro, mas acho que não vale porque todos sabemos que nem governo nem povo brasileiro investem na educação. Mas e que dizer dos europeus? E os próprios americanos? Por que tem muito mais judeu nos Estados Unidos do que na própria Israel? E por que o governo americano bate tanto a cabeça para os judeus? E a Áustria? E a França? E o Canadá?E a Alemanha? A Alemanha, antes algoz, agora se curva e é até defensora dos judeus. Que mágica é essa?

Se alguém me perguntasse hoje: "Para você, quem venceu a Segunda Guerra Mundial?", eu responderia, sem pestanejar: "os judeus-sionistas!". Não, não foram as nações aliadas. Foi quem as uniu e manipulou. E tanto isso é verdade que os judeus, após a guerra, finalmente ganharam a sua nação: Israel, agora reconhecida mundialmente. Fora isso, ganharam leis de proteção nos principais países do mundo, a tal ponto de influenciarem até a ONU, votando leis a seu favor. Que outro país ou povo conseguiu tanto?

Sinceramente, Giba, isto é uma coisa que EU NÃO SEI, procuro entender e não consigo. A explicação não pode ser somente aquela que você deu. Aquilo, de fato, funciona, mas não seria suficiente para tão amplo domínio. Tem de haver alguma coisa mais. Eu, particularmente, acredito muito no poder das sociedades secretas e acho que isso deve estar ligado a elas. A coisa é avassaladora. Tenho uma neta que é bolsista numa das melhores escolas de ensino médio eu meu estado e descobri que ela pertence a um grupo maçônico-judeu que, aqui onde resido, são donos também dos melhores hospitais e das maiores lojas. Como? Um povo que até 1948 não tinha pátria, pensou em estabelecer sua nação, na Argentina, no Chipre, em Madagascar e por último, optou pela Palestina ( lá sim, com menos de 15 milhões de judeus)?!... Uma pequena (em população) e nova nação, numa região sem grandes riquezas naturais, anteriormente devastada, no distante Oriente, domina todo o Ocidente e o mundo? É demais pra minha cabeça. Tem de haver uma explicação sobre como todo esse processo se deu. 

Espero ansiosamente a explicação da Márcia. Ela deve ter uma noção de como isso aconteceu. Você tem mais alguma pista? Se tem, passe para nós porque as que tenho são meras teorias, que me deixam apenas na base do "achômetro".

Ivo, Márcia e Marilda sempre batem na mesma tecla do discurso que os judeus agindo em benefício próprio e com visão de futuro, com o ímpeto de dominarem o planeta mentem, enganam, manipulam, etc...

Na história não há evidencias históricas reais sobre o Jesus da bíblia.

No caminho entre meu trabalho e minha residencia, eu estava pensando no seguinte:

José de Arimatéa era tio de Jesus e um dos homens mais ricos da Palestina naquela época e além disso era judeu.

Associando o pensamento de que os judeus manipular em causa própria, o fato do tio de Jesus ser rico e influente e que ninguém pode até hoje provar a existência do Jesus histórico, qual é a possibilidade de terem sumido com o corpo de Jesus propositadamente para dar aval ao texto bíblico que diz que ele ressuscitou e subiu aos céus?

Qual a chance de terem levado outra pessoas para ser executada no lugar dele e terem levado o verdadeiro Jesus para outro lugar, dando-lhe outro nome para que fugisse da perseguição romana e/ou para que terminassem de idealizar as estratégias de fazer com que as escrituras parecessem verdadeiras.

Nesta hipótese, seria muito fácil matar um outro homem e depois de três dias o verdadeiro Jesus aparecer para algumas mulheres fofoqueiras que espalharam o encontro para todo mundo e depois com a história de ele ter sido arrebatado aos céus, ninguém mais procuraria seu paradeiro e tudo ficaria com um ar místico e a lenda se espalharia por toda a região, como acontece hoje com algumas histórias fantásticas que nos contam.

Depois de alguns anos, outros judeus iriam escrever a história que escutaram e esta serviria ao Concílio de Nicea para embasar a criação da Igreja de Roma.

O que você acha desta hipótese?

Ivo, também tem a hipótese de compra de políticos, que em contrapartida, facilitariam os negócios políticos e legais em troca de favores financeiros.

A Maçonaria é um conjunto de credos e rituais holísticos, muito ligada ao poder. Até tem chance razoável dela estar ligada ao poder judaico, mas não é com certeza a motivadora deste.

Vou pesquisar a respeito e se encontrar algo relevante, divido aqui no fórum.

Giba:

A de compra de políticos não é suspeita, é certeza. As outras hipóteses... Você conhece aquela brincadeira de criança (acho que é chicotinho queimado): "Esta Quente!... Está Frio!" ? Acho que já passamos perto e longe do quente, mas ninguém ainda achou o chicotinho queimado. Os judeus esconderam muito bem escondido. Mas a sua "teoria da conspiração" tem sim uma verdade: a coisa vem de antes do tempo do JC e a história dele foi usada também. Mas se deu certo, foi só por um lado, para algum benefício, porque o judaísmo não está nem entre as 5 maiores religiões mundiais e o cristianismo (que eles rejeitam) se tornou a maior religião do mundo. É um paradoxo, uma contradição ou faz parte do "mistério"?

Gilberto Vieira disse:

Ivo, também tem a hipótese de compra de políticos, que em contrapartida, facilitariam os negócios políticos e legais em troca de favores financeiros.

A Maçonaria é um conjunto de credos e rituais holísticos, muito ligada ao poder. Até tem chance razoável dela estar ligada ao poder judaico, mas não é com certeza a motivadora deste.

Vou pesquisar a respeito e se encontrar algo relevante, divido aqui no fórum.

RSS

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço