Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Ex-crentes, ex-católicos e ex-evangélicos, praticantes: relatem suas decepções!

Detectei aqui, apesar de ser um site de irreligiosos, uns 4 crentes "infiltrados", dois ex-pastores, e alguns ex-crentes e ex-católicos praticantes que já abandonaram a sua fé ou que estão em vias de fazê-lo. Em todos, exceção para os "crentes infiltrados", notei dúvidas e decepções em relação às suas respectivas religiões.

Seria interessante que relatassem as suas experiências e que respondessem à pergunta: "O que me levou a filiar-me ao Irreligiosos?"

Quanto aos crentes, seria também interessante saber: por que se filiaram ao Irreligiosos, se creem em Deus e se recusam a abandonar suas respectivas religiões? Estariam à busca de contra-informações ou estariam a fim de fazer proselitismo aqui dentro? Ou será que pretendiam apenas aprender o que as suas religiões não lhes ensinam? É curioso...

Gostaria de ver essa discussão neste grupo.

Exibições: 2151

Respostas a este tópico

O Josimar agora é agnóstico assumido, se reencontrou e se diz muito feliz. Se não me engano, tem até um depoimento dele aqui dizendo isso e outro no site Bule Voador. Nos dois, ele deixa um agradecimento ao Irreligiosos, dizendo que foi aqui que começou o seu "processo de desconversão". Mas diz também que antes sofreu muito, ficou desempregado e foi perseguido pelos crentes e até na sua cidade. É uma história muito triste, mas ao mesmo tempo, muito linda, um exemplo de coragem, honestidade e superação.

 

Lilian, desculpe amiga, sei muito bem o que tenho visto e presenciado em minha vida, logo, se o Josimar além de ter sido pastor, também é psiquiatra, bem como, conseguir provar que sou doido pelas experiências pessoais que tive, coisa que acho muito difícil, aí sim jogo tudo no lixo e vou me tratar. Bom, nesse caso, ele terá também que provar que grande parte dos ateus que antes eram religiosos, também são doidos, pois muitos testemunharam a mesma situação minha, então, terão também que jogar toda sua incredulidade no lixo justamente por fomentá-la fora de suas faculdades mentais. Quanto ao Josimar, sinto muito por ele, pois, se descobriu que estava vivendo enganado no que cria, quem me garante que não o está novamente, haja vista que deixou a fé cristã para viver a fé agnóstica?

Gefferson, apenas uma pequena correção:

Se tornar agnóstico não significa largar a fé cristã ou qualquer outro tipo de fé, mas pura e simplesmente parar de ser enganado pelas políticas da instituição igreja.

A pessoa pode naturalmente se tornar agnóstica e continuar a ser cristã, Budista, Taoista, islâmica, judia, entre tantas outras opções.

Não confunda o fato de se livrar da igreja com perder a fé, seja ela qual for.

Se você não frequenta nenhuma igreja, não segue nenhuma denominação religiosa, também é um agnóstico.

O Josimar abandonou a igreja, que é comprovadamente prejudicial, mas nunca pensou em abandonar sua fé.

Gilberto, amigo, é bem verdade que o agnosticismo se vale de que não temos capacidade cognitivas para chegarmos a uma conclusão das questões divinas, ou seja, não tem como afirmar racionalmente se Deus existe ou não. Bom, nessa condição, mesmo que alguém seja um agnóstico teísta, está em dúvidas, e nesse caso, levando em consideração o Deus bíblico, ele não passa de um ateu, e o Josimar deve saber muito bem disso, já que é um ex-pastor. Certo?

Quanto a sua afirmação: "O Josimar abandonou a igreja, que é comprovadamente prejudicial, mas nunca pensou em abandonar sua fé".

Se o amigo está generalizando em relação a igreja como prejudicial, já que disse que isso é comprovado, gostaria que me mostrasse por A + B essa situação, consegue? Estou no aguardo.

Se o amigo está generalizando em relação a igreja como prejudicial, já que disse que isso é comprovado, gostaria que me mostrasse por A + B essa situação, consegue? Estou no aguardo.

Em primeiro lugar a igreja prega o preconceito, seja ele baseado em interpretações de textos dito sagrados ou por imposição política;

É muito comum vermos membros das igrejas apontarem falhas nas doutrinas, ensinamentos e comportamento adotado pelas outras, sendo também muito comum o fiel acreditar ser normal excluir os fieis de outras denominações da dita salvação;

A igreja é um engodo no que se refere a humildade, pois prega a tal humildade aos fieis e ostenta riqueza e luxo, sem contar as que adoram fazer carnaval, como a tal marcha para jesus, inspirada na parada do orgulho gay e que tem por único objetivo angariar mais fieis para que se possa ganhar mais dinheiro;

Há uma verdadeira rivalidade entre as diversas crenças existentes e a igreja incentiva a intensificação desta ira;

A igreja não ensina que devemos respeitar a fé alheia, isto acontece principalmente nas igrejas cristãs e os nos templos islâmicos;

Não conheço uma única igreja que não esteja lutando pela conquista do poder financeiro e político, deixando seus ensinamentos doutrinários para segundo plano;

Em relação a questão doutrinária, a que mais se aproxima do ideal de manter seus ensinamentos em primeiro plano, é o espiritismo, porém ele também já está se embrenhando na podridão da política;

Quando vemos radicais extremistas fazendo tudo pela fé, sempre encontramos seus líderes, ou seja a cúpula da igreja, envolvida em questões políticas;

Eu posso até optar por ser cristão, mas não posso dizer que a verdade dos budistas é menos verdadeira que a minha, porém a maior parte das igrejas, da maioria das doutrinas, não sabe lidar com esta condição.

Se você tiver contato com a liderança da igreja e propor ensinar a interpretação correta das escrituras, só terá apoio total e irrestrito dentro do judaísmo e do espiritismo, nas outras doutrinas, você será barrado por interesses políticos destas instituições;

A maioria das igrejas não quer um rebanho de fieis, quer um curral de seguidores.

Se quiser se aprofundar em pesquisas para confirmar o que estou dizendo, posso lhe indicar alguns links, mas por enquanto deixo o link do Reverendo Caio Fábio D'araújo Filho, o qual recomendo que assista ao maior número possível deles e se puder acompanhe seu canal de entrevistas em http://www.youtube.com/user/VemeVeTV.

Optei por indicar o reverendo por acreditar que a maneira dele se expressar será bem compreendida por você e que entenderá sua posição em relação ao assunto tratado.

Abaixo estão sete links para começar.

  1. http://www.youtube.com/watch?feature=player_embedded&v=JOjKLTUf9s8
  2. http://www.youtube.com/watch?v=q-MVy-Df18k&feature=related
  3. http://www.youtube.com/watch?v=ONs7xhM0xQQ&feature=relmfu
  4. http://www.youtube.com/watch?v=cax3xStDdHs&feature=related
  5. http://www.youtube.com/watch?v=iKGRSINWosw&list=PLC2AEC78D75372...
  6. http://www.youtube.com/watch?v=tQ_mm9TzFpw&list=PLC2AEC78D75372...
  7. http://www.youtube.com/watch?v=hEonz2QH_Zk&list=PLC2AEC78D75372...

Espero ter contribuído para que entenda meu ponto de vista com relação às religiões, não apenas a cristã, mas todas as doutrinas, incluindo a paganista.

Um grande abraço

Gefferson e Gilberto:

Parece que está havendo uma certa confusão sobre um entendimento do que seja um "agnóstico". Existe um conceito geral, razoavelmente pacificado mas, mesmo assim (e como sempre), algumas divergências, só que meramente conceituais, as mesmas que se dão em relação aos ateus, humanistas seculares, deístas, etc.

Eu mesmo sou agnóstico e tenho o meu entendimento do que é "ser agnóstico", que não digo que seja o certo, mas procurei torná-lo o mais realista e fiel possível. A grande dificuldade em definir o que é um agnóstico é a costumeira confusão que se faz com os ateus, uma corrente entendendo que um agnóstico é um ateu fraco (existe uma divisão entre "ateus fracos" e "ateus fortes"). Não concordo muito com essa divisão, mas ela é bastante aceita no meio.

Antes de emitir minha opinião, recomendo assistirem, aqui no Irreligiosos, o vídeo "Agnóstico ou Ateu?" (clique para assistir), colocado por esses dias. Este vídeo é uma tentativa de explicar, bem detalhadamente, as sutis diferenças entre ateus e agnósticos, numa linguagem prática, lógica e divertida,

Na minha modesta opinião, e discordando da visão de alguns colegas, não pode haver ateus ou agnósticos praticantes de nenhuma religião (espiritismo, budismo e jainismo à parte, quando não considerados como religião), porque ateus e agnósticos são livres-pensadores que não aceitam como verdadeiro algo que não possa ser provado por qualquer meio válido.

Religiões partem do pressuposto da existência de Deus, e da obediência aos seus dogmas e preceitos, o que contraria o posicionamento ideológico tanto do ateu, como do agnóstico. Logo, se o cara é religioso praticante de alguma religião, ele pode ser tudo, menos agnóstico ou ateu. Portanto, agnóstico ou ateu religioso praticante não existe; e se alguém assim se diz é porque não é um verdadeiro agnóstico ou ateu. Imaginem alguém dizer: "Eu sou um agnóstico católico" ou "Eu sou um ateu evangélico". Isso não "egziste"!

Agora, se me perguntarem se pode haver agnóstico que admita a possibilidade da existência de algum deus ou mesmo crer num deus pessoal, não convencional e não identificado com nenhuma religião, isso é raro, mas existe. Sei de casos também de agnósticos e ateus espíritas (não a "religião espírita", mas a ciência espírita), mas ateu e agnóstico praticante de alguma religião, não. Ateus e agnósticos são irreligiosos e condenam e combatem fortemente as religiões.

Acho que é mais ou menos isso, na minha opinião. Vejam o vídeo, vejam o vídeo! É muito esclarecedor.

Saudações Irreligiosas!

 

Obrigado Ivo,

Me considero agnóstico por não concordar com nenhuma igreja, nenhuma religião e também não conheço seitas que mereçam créditos.

Sempre digo que a religião é o mau do século.

Vou assistir ao vídeo.

Grande abraço

Gefferson:

Não existe "fé agnóstica"! Agnósticos são céticos e livres-pensadores por natureza e com eles não tem esse negócio de fé: ou acreditam no que sabem ou não acreditam porque não sabem ou dizem que não sabem e pronto, simples assim. Você jamais verá um agnóstico verdadeiro defender e acreditar "naquilo que não sabe". Isso é coisa para religiosos ou pessoas ingênuas e/ou enganadas , mesmo até que não sejam religiosas. Evite falar em "fé agnóstica" ou irão rir de você, colega, na boa.

O Josimar agora é um agnóstico convicto sim e, pelo que sei, declara-se aliviado e muito feliz. Enquanto estava preso aos grilhões religiosos sofreu muito e logo que declarou o abandono de sua crença e que não mais iria ser pastor, foi perseguido e discriminado. Agora, tudo passou. Voa em céu de brigadeiro e navega em águas mansas. É sim um exemplo digno de nota.

Bação!

Gefferson Menezes disse:

O Josimar agora é agnóstico assumido, se reencontrou e se diz muito feliz. Se não me engano, tem até um depoimento dele aqui dizendo isso e outro no site Bule Voador. Nos dois, ele deixa um agradecimento ao Irreligiosos, dizendo que foi aqui que começou o seu "processo de desconversão". Mas diz também que antes sofreu muito, ficou desempregado e foi perseguido pelos crentes e até na sua cidade. É uma história muito triste, mas ao mesmo tempo, muito linda, um exemplo de coragem, honestidade e superação.

 

Lilian, desculpe amiga, sei muito bem o que tenho visto e presenciado em minha vida, logo, se o Josimar além de ter sido pastor, também é psiquiatra, bem como, conseguir provar que sou doido pelas experiências pessoais que tive, coisa que acho muito difícil, aí sim jogo tudo no lixo e vou me tratar. Bom, nesse caso, ele terá também que provar que grande parte dos ateus que antes eram religiosos, também são doidos, pois muitos testemunharam a mesma situação minha, então, terão também que jogar toda sua incredulidade no lixo justamente por fomentá-la fora de suas faculdades mentais. Quanto ao Josimar, sinto muito por ele, pois, se descobriu que estava vivendo enganado no que cria, quem me garante que não o está novamente, haja vista que deixou a fé cristã para viver a fé agnóstica?

Ivo, acabei de assistir ao vídeo e gostei muito, simples prático e objetivo.

Mais uma vez, obrigado pela indicação.

Não existe "fé agnóstica"! Agnósticos são céticos e livres-pensadores por natureza e com eles não tem esse negócio de fé: ou acreditam no que sabem ou não acreditam porque não sabem ou dizem que não sabem e pronto, simples assim. Você jamais verá um agnóstico verdadeiro defender e acreditar "naquilo que não sabe". Isso é coisa para religiosos ou pessoas ingênuas e/ou enganadas , mesmo até que não sejam religiosas. Evite falar em "fé agnóstica" ou irão rir de você, colega, na boa.

O Josimar agora é um agnóstico convicto sim e, pelo que sei, declara-se aliviado e muito feliz. Enquanto estava preso aos grilhões religiosos sofreu muito e logo que declarou o abandono de sua crença e que não mais iria ser pastor, foi perseguido e discriminado. Agora, tudo passou. Voa em céu de brigadeiro e navega em águas mansas. É sim um exemplo digno de nota.

 

Você está enganado Ivo, muitos agnósticos acreditam em um deus impessoal e não bíblico, porém, é lógico, sabem que por se denominarem assim, não tem capacidade de provar racionalmente essa situação, logo, É FÉ PURA. Em qualquer situação que o ser humano se encontre, NÃO TEM JEITO, seja crente, ateu ou agnóstico, sempre vai estar amparado pela FÉ, que é um atributo inseparável do homem racional, querendo você ou não, pois vivemos em um mundo cheio de mistérios, e quanto mais a mente humana avança, mais o mistério aumenta, são grandezas diretamente proporcionais.

eu fui adventista um certo tempo , cheguei a batizar, ai que meus problemas começarão;fiquei viuvo, tenho problemas em uns dos joelhos:

acreditava piamente que esse deus iria tirar minha solidão , mais foi o contrario ela aumentou , nem meu joelho ele curou.

então não tinha razão , para continuar ; acometido do descrédito abandonei a religão , me tornei agnostico não cristão, mais 

da natureza que tudo nos provém,respeita-la e vi que nessa equação não a  lugar para deus,senti de novo as energias voltarem e me senti livre mais com moderação e dicernimento; obrigado por me ouvir!!!

Amigo, não compactuo com algumas doutrinas Adventistas, porém, também digo a mesma coisa, quando me batizei como evangélico da Assembléia de Deus, meus problemas pipocaram como nunca, e até hoje pago caro por essa situação. O preço é caro, mas nem chega perto da glória que Deus tem preparado para aqueles que o amam.

RSS

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2018   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço