Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Esta talvez seja a primeira pergunta que qualquer leitor fará ao se deparar com um tema relativo a OVNIS (UFOs, na sigla em inglês).

A razão da estranheza de certa forma procede porque, antes dessa pergunta, o leitor leva em consideração os seguintes fatores que lhe foram sugestionados pela mídia e pelos governos dos países onde teriam ocorridos os supostos avistamentos e/ou contactos:

  • Não existe certeza absoluta de que os casos relatados sejam verdadeiros e quase todos os de que se tem conhecimento foram dados como equívocos de interpretação ou fraudes;
  • Os órgãos de defesa e militares dos países onde ocorreram avistamentos são cautelosos, evitam a confirmação dos fenômenos e em sua maioria os negam;
  • Da mesma forma, a comunidade científica não se posicionou oficialmente e em grande parte diz não haver provas conclusivas suificientes para afirmar que os fenômenos existem e são reais, apesar de não descartar a possibilidade de sua existência e de não ter todas as explicações para os casos surgidos, alguns considerados como fraudes, outros duvidosos e outros aparentemente reais, mas inexplicados;
  • Apesar de vários projetos de sondagem do universo, inclusive o do Projeto SETI (Search for Extraterrestrial Intelligence), com o seu potente telescópio Allen (ainda o maior do mundo?), que tem por objetivo captar sinais de rádio originados por civilizações extraterrestres inteligentes, nenhum sinal captado do espaço pôde ser identificado como proveniente de alguma civilização extraterrena;
  • No momento, a perspectiva mais otimista que temos é de que até 2025 possamos receber algum sinal ou comprovação vinda do espaço, dando conta de que existem outra civilizações inteligentes, em algum lugar do universo. Isso, apenas para saber que existem, mas para um contato físico ou mesmo de trocas de mensagens, devido às grandes distâncias em anos-luz, precisaríamos esperar algumas centenas de anos (se os cientistas, astrônomos, físicos e cosmólogos estiverem certos).

 

Bem, aí estão alguns dos fatos que levariam uma pessoa pragmática a não querer perder tempo com essas discussões. Mas como nem todos são pragmáticos, inclusive no meio científico, há uma parcela da humanidade que se interessa sim por essas discussões, por motivos diversos. Entre nós, os motivos - além da curiosidade, é claro - são os limites dessas ocorrências quando misturados com fé, crendices e origem da humanidade.

Mas não é só isso. Neste momento, por exemplo, a Revista UFO está divulgando o seu "V Fórum Mundial de Ufologia", previsto para novembro, em Foz do Iguaçu (Brasil), trazendo 22 conferencistas nacionais e internacionais. Por outro lado, a Revista Superinteressante, traz em sua matéria de capa a reportagem "OVNIS no Brasil - Os Arquivos Secretos dos Militares", com esta introdução:

"[...] SIM, OVNIS existem. Não são produto da imaginação das pessoas. É isso o que indicam os registros oficiais da Força Aérea Brasileira , que desde 1952 mantém arquivos confidenciais catalogando todos os avistamentos de objetos voadores não-identificados nos céus do país. São mais de 2.600 páginas de documentos, que recentemente começaram a ser liberados pelos militares e hoje estão em Brasília, no Arquivo Nacional, no qual a SUPER pôde consultá-los. [...]"

A matéria contempla, em suas 14 páginas, uma profunda viagem ao estudo das ocorrências ufológicas verificadas no Brasil.  Traz mapas, estatísticas, depoimentos e análise de vários casos. Ao lado, um dos fac-símiles de trechos de um desses relatórios, que conseguimos baixar (fora da reportagem, existe um site que fornece os links para download de vários desses documentos "ex-confidenciais"). Observem o que diz, sem dar margem a dúvidas de interpretação, o item  3 desse relatório, confirmando que os avistamentos dos pilotos "são sólidos e refletem de certa forma inteligências, pela capacidade de acompanhar e manter distância dos observadores, como também voar em formação não forçosamente tripulados."

Vale a pena ler e refletir. A revista ainda está nas bancas.

Você não gostaria de deixar a sua opinião?

 

Exibições: 291

Respostas a este tópico

Estou muito interessada no assunto (Ufologia).   Por favor, incluam-me nesse maravilhoso grupo.  Tenho lido sobre acontecimentos no Brasil, EE.UU. e Mexico.

Todo mundo sabe, dos acontecimentos em Roswell, Novo Mexico, EE.UU., desde 1947.  O assunto tem sido tao apaixonante, que, o Estado (New Mexico), ja' criou o emblema para a cidade de Roswell, aquela cabecinha de "extra-terreno".

Minha pergunta:  Quantos ateus acreditam, e, quantos ateus duvidam,  de que nosso planeta tem sido "anfitriao" dos "outer-spaces" ?

Abracos, 

Erony Michelle-Haydee.

Erony:

Pergunte ao seu amigo Alfredo Bernacchi o que ele pensa sobre isso. Você vai morrer de rir. Já oferecemos até o pagamento de despesas para ele ir como nosso representante no evento V Fórum Mundial de Ufologia, em Foz do Iguaçu, aqui no Brasil, e ele recusou porque diz-se incomodado só de ouvir falar no assunto (rs, rs, rs, rs)

Erony Michelle-Haydee Trapp disse:

Estou muito interessada no assunto (Ufologia).   Por favor, incluam-me nesse maravilhoso grupo.  Tenho lido sobre acontecimentos no Brasil, EE.UU. e Mexico.

Todo mundo sabe, dos acontecimentos em Roswell, Novo Mexico, EE.UU., desde 1947.  O assunto tem sido tao apaixonante, que, o Estado (New Mexico), ja' criou o emblema para a cidade de Roswell, aquela cabecinha de "extra-terreno".

Minha pergunta:  Quantos ateus acreditam, e, quantos ateus duvidam,  de que nosso planeta tem sido "anfitriao" dos "outer-spaces" ?

Abracos, 

Erony Michelle-Haydee.



Ivo S. G. Reis disse:

Erony:

Pergunte ao seu amigo Alfredo Bernacchi o que ele pensa sobre isso. Você vai morrer de rir. Já oferecemos até o pagamento de despesas para ele ir como nosso representante no evento V Fórum Mundial de Ufologia, em Foz do Iguaçu, aqui no Brasil, e ele recusou porque diz-se incomodado só de ouvir falar no assunto (rs, rs, rs, rs)

Erony Michelle-Haydee Trapp disse:

Estou muito interessada no assunto (Ufologia).   Por favor, incluam-me nesse maravilhoso grupo.  Tenho lido sobre acontecimentos no Brasil, EE.UU. e Mexico.

Todo mundo sabe, dos acontecimentos em Roswell, Novo Mexico, EE.UU., desde 1947.  O assunto tem sido tao apaixonante, que, o Estado (New Mexico), ja' criou o emblema para a cidade de Roswell, aquela cabecinha de "extra-terreno".

Minha pergunta:  Quantos ateus acreditam, e, quantos ateus duvidam,  de que nosso planeta tem sido "anfitriao" dos "outer-spaces" ?

Abracos, 

Erony Michelle-Haydee.

Mas também pressupor que não exista... convenhamos que nem nós mesmos temos certeza, até hoje. OVNIS são discussões controversas e cheias de secretismos; se não existem, por que negar e esconder de nós e de outrem?!!!

Ola Erony, boa noite

Sou Ateu, não pelo fato de nenhuma desilusão ou trauma ou qualquer coisa do genero, sou Ateu pelo simples fato de até hoje não ter visto ou comprovado nada de maneira logica á esse engodo chamado deus e tudo que envolve a isso. Agora eu tenho certeza de que não estamos sozinhos nesse planetinha, porque eu ja vi aquilo que comumente chamam de OVNI, e como eu trabalho com o principio da logica, então logicamente ha sim OVNIs. É como eu ouvi uma vez na TV um cantor famoso dizer: "Basta voces começarem a olhar mais para o céu para perceber que de fato não estamos sozinhos".

Erony Michelle-Haydee Trapp disse:

Estou muito interessada no assunto (Ufologia).   Por favor, incluam-me nesse maravilhoso grupo.  Tenho lido sobre acontecimentos no Brasil, EE.UU. e Mexico.

Todo mundo sabe, dos acontecimentos em Roswell, Novo Mexico, EE.UU., desde 1947.  O assunto tem sido tao apaixonante, que, o Estado (New Mexico), ja' criou o emblema para a cidade de Roswell, aquela cabecinha de "extra-terreno".

Minha pergunta:  Quantos ateus acreditam, e, quantos ateus duvidam,  de que nosso planeta tem sido "anfitriao" dos "outer-spaces" ?

Abracos, 

Erony Michelle-Haydee.

Ivo:

Estive lendo alguns documentos, porém como sempre fica a pergunta: os objetos avistados eram  extraterrestres ou algum projeto secreto americano?

Eu, pessoalmente, creio que muitos são extraterrestres, mas ainda fica na base da crença ao invés de conhecimento.

obrigada pelas dicas.

Atena:

Por favor, não ria da resposta que lhe vou dar porque, apesar de parecer gozação, é a pura realidade: "pode ser uma coisa ou outra, ou ambas. O que não pode é deixar de ser nenhuma delas". Para não ser nenhuma delas, seria preciso que todos os avistamentos relatados não existissem ou que fossem fraudes. Como uma parte desses avistamentos realmente existiram e não puderam ser dados como fraude e nem explicados... Voltamos para a afirmação em negrito. É assim que a minha lógica funciona. Mas não estou sozinho nesse modo de raciocinar.

Abraços!

Atena Vieira disse:

Ivo:

Estive lendo alguns documentos, porém como sempre fica a pergunta: os objetos avistados eram  extraterrestres ou algum projeto secreto americano?

Eu, pessoalmente, creio que muitos são extraterrestres, mas ainda fica na base da crença ao invés de conhecimento.

obrigada pelas dicas.

O que, provavelmente, impossibilita a existência de tecnologia terrena capaz de corresponder às aparições de naves que se movimentam sem inércia é a fonte de energia. Com a tentativa atual de dominar os reatores de fusão nuclear, aqueles que se usam do princípio ativo dos núcleos estelares, fica patente que não houve sucesso suficiente para gerar uma máquina dessas capaz de alimentar uma nave de pequenas proporções, aquelas normalmente vistas nos céus com menos de 2 metros de diâmetro.

Sabemos que para gerar o lépido movimento dessas naves, o qual demonstra a ausência total de inércia, dever-se-ia ter uma grande quantidade de energia para deformar o espaço-tempo ao redor da nave, criando uma espécie de buraco gravitacional por onde a nave "caísse", movimento similar a uma prancha de surfe que desce a parede da onda, sendo acelerada com tudo o que dentro dela houvesse. Isso explica o fato de na existência de tripulação essa não seja esmagada contra as estruturas da nave. Também explica o fato de não haver resistência aerodinâmica, já que o ar também é acelerado nessa direção e isso não cria estrondo sônico. O princípio do motor da nave é então um gerador de fusão nuclear capaz de produzir o equivalente a algumas dezenas de Itaipus, para criar um campo magnético vetorizado e projetado adiante da nave para onde se deseja ir, isso controlado por computadores, provavelmente, quânticos que obedecem à condução automática programada ou manual assistida.

Pode parecer utópico, mas isso é o futuro que a Física prediz nesse campo.

Portanto, sem geradores de fusão, sem naves ao estilo OVNI. Como já vários colegas aqui demonstraram, é muito claro o tamanho do Universo para que contivesse apenas a Terra com vida meio inteligente.

Além disso, me parece óbvio que se o planeta ficou desde o Permiano até o Holoceno sem evolução dessa Inteligência, coisa que nos leva a concluir que a súbita aparição do homem não seja proveniente de algum acidente genético, mas interferência direta de alienígenas que aqui estiveram e promoveram uma espécie de tubo de ensaio para também aprender como as coisas se desenvolvem, motivo pelo qual não intervém diretamente em nossa sociedade.

Por outro lado, o número absurdo de narrativas históricas e hodiernas só demonstram que há algo totalmente real e que nada tem a ver com alucinação em massa, termo pejorativo que só ocorre quando os exegetas contrários aos fenômenos ufológicos não conseguem mais explicar o que é evidente. 
A própria diversidade genética racial humana com feições e caracteres distintos só realça uma origem similar, porém, com um tempero diverso, alguma coisa como os limões, que se por um lado são muito parecidos, mas todos com suas peculiaridades.

Muito do que nossos antepassados narraram foi perdido e o pouco que restou nos parece mitológico, porém é sensato perceber que termos como anjos, deuses, subidas ao céu, carros celestes, nascimentos de virgem eram apenas a forma sucinta pela qual poderiam se referir a esses fenômenos ainda desconhecidos e a própria narrativa do surgimento do homem através dos deuses, confirma que existe algo mais do que a nossa vontade de nos sentirmos os únicos do Universo, muito orgulho e vaidade.

Com 400 anos de tecnologia e ciência conseguimos explorar o nosso sistema estelar, quiça quando estivermos com 5000 anos de avanços tecnológicos?

Tudo isso, nada além de ter imaginação, aquela que talvez um homem há 50 mil anos, sentado numa pedra na Europa tenha olhado para o Céu e imaginado que um dia poderia conversar com seu irmão a 500 km de distância. Que o chamassem de louco, mas hoje, apenas um fato ordinário.

RSS

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço