Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Pesquisas de Opinião - Enquetes

Esta é mais uma funcionalidade que oferecemos aos nossos membros. Responda e ajude-nos a saber como o nosso site é avaliado e também a conhecer o pensamento geral dos membros sobre assuntos de nosso interesse. Isso poderá nos fornecer subsídios para introduzir novas melhorias e adequar o site às expectativas dos filiados.

Algumas enquetes possuem o que convencionamos chamar de "post de apoio". Quando for o caso, o leitor poderá consultar o "post de apoio", antes de votar, para melhor inteirar-se do assunto. Até o momento, as enquetes nºs 4, 5 e 6 possuem posts de apoio. Consulte-os!

Dependendo da enquete, você poderá votar em até duas respostas (máximo), se elas não forem contraditórias e exclusivas. Há situações em que o voto único não traduz as intenções completas do votante.

Nos comentários, os membros poderão também, se desejarem, justificar seus votos, rebater comentários de colegas e/ou sugerir novas enquetes. Ao comentar, cite antes o nº da enquete à qual se refere o(s) comentário(s).

Post de apoio à enquete nº 6: Clique aqui!

 
ENQUETES DO IRRELIGIOSOS
1 - Avaliação do Site 2 - O que é ser Irreligioso?

 

3 - Invasão de programas religiosos nas emissoras de TV convencional e a cabo

Hoje as emissoras de TV estão infestadas de programas religiosos, em qualquer horário. Com isso, os não religiosos se vêem privados de várias horas de programação em diversos canais, mesmo nos pagos. Será que isto está certo? Não deveria haver leis regulamentando essa participação?

 

4 - Marketing religioso, pedidos de contribuições, dízimos e até trízimos

O marketing religioso invasivo, agressivo e enganoso, nas TVs e na mídia; os pedidos de contribuições e dízimos e a falta de um órgão fiscalizador que audite a aplicação dos recursos arrecadados pelas igrejas... Como você vê tudo isso e que solução propõe? Intervenção governamental ou não?

5 - Sua opinião sobre Jesus Cristo e sua historicidade

Sobre este assunto, jamais houve consenso e são muitas as hipóteses possíveis. Jesus Cristo é um fato ou um mito? Foi um ser divino ou apenas um mortal comum? Terá mesmo existido? Opine!

6 - Discussões acadêmicas e sem conclusão

Alguns membros colocam em dúvida se vale ou não a pena alimentar tal tipo de discussão e isto tem dividido nossas opiniões, principalmente devido à presença de alguns religiosos em nossa comunidade. Somente o voto pode decidir. Vote!

 

7 - Sua opinião sobre textos cristãos e ateofóbicos

A intenção desta enquete é ouvir a opinião dos membros, para um processo democrático de tomada de decisões pela Administração. Vote!

8 - Sobre o personagem Paulo de Tarso, considerado como "o verdadeiro pai do cristianismo"...

Aí está mais um personagem enigmático, este do NT. Como diz o nosso colega Alfredo Bernacchi "...É mais fácil provar a inexistência de Cristo do que a de Paulo de Tarso". Dê a sua opinião!

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 13 dezembro 2014 às 6:56

Ivo S. G. Reis !

Eu acho que em qualquer situação, a simples menção de que não seguimos religião alguma, já é bastante, para as pessoas ligarem automaticamente o seu preconceito. Então quando afirmamos a descrença em Deus e Jesus Cristo, um muro se ergue  em seu cérebro, e de imediato se escafedem do irreligioso. Embotam-se dentro da própria ignorância. Eu adoro provoca-los, não perco a chance de cutucar os religiosos, adoro ver o ódio brilhando em seus olhos. Dois dias atrás, em uma fila, cutuquei uma mulher  a minha frente, dizendo-lhe que eu era ateu e não acreditava em Deus nenhum, muito menos em Jesus Cristo. De imediato ela se irritou  e soltou essa : "Ele falou comigo."

Sem mais comentários.

Abraços.

Comentário de Ivo S. G. Reis em 12 dezembro 2014 às 21:40

Paulo Rosas e demais:

Façam um teste: não precisam dizer que são ateus ou qualquer outra coisa. Digam apenas que não seguem religião nenhuma porque não acreditam nelas e acham-nas desnecessárias. Observem a reação das pessoas e depois digam se há alguma diferença entre essa e a dos que se defrontam com ateus. O máximo que poderá acontecer é a pessoa dizer, tentando lhe perscrutar: "Ah, você não segue nenhuma religião mas acredita em Deus, nao é?" . Se você disser que não ou for tentar explicar suas convicções, lascou-se: vai cair na mesma vala comum dos preconceitos contra ateus.

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 12 dezembro 2014 às 17:46

Luis A. Sabino !

Respondendo-lhe sobre:


Comentário de Luis A. Sabino 8 horas atrás

é certo que quem se diz ateu ou só crer no que os sentidos podem perceber , não dizem que são ateus principalmente os políticos,  vemos muitos que dizem ser, participando de missas em época de eleição beijando santos água benta beijando mão de padres se for o caso

o interesse vai na frente e tudo vale neste mundo

uma coisa que percebi nos contatos que tive com ateus, e me incomodou um pouco, (não são todos mas alguns) se dizerem por serem ateus mais cultos e inteligentes tratando muitos que acreditam em alguma coisa como uma gente inculta e por conta disto fáceis de serem enganados, acredito eu que a escrita é uma forma de expressar ideias que é o que conta mas muitos se apegam no modo correto de se escrever já vi pessoas tratarem outros por conta de algum erro ortográfico fazerem chacotas levando quem escreveu a se envergonhar e desistir de debates

não acredito que ninguém é dono de toda verdade e melhor que ninguém


R- Brilhante observação a sua. É bom que fiquemos sempre atentos a nossa maneira de nos comunicar, para que não firamos os sentimentos de ninguém. É preciso saber lidar com as emoções.

Saudações irreligiosas

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 12 dezembro 2014 às 17:35

Ivo S. G. Reis !

Sobre seu comentário :

Comentário de Ivo S. G. Reis ontem

Paulo Luiz e Paulo Rosas:

Paulo Luiz e Paulo Rosas, ateus, imorais, desajustados sociais e pessoas más?!!!... Como?


Você tem toda a razão,  a palavra correta seria irreligiosos, a qual, aparentemente, dá no mesmo, mas na realidade não é bem assim, pois tem significados diferentes.

Grato pela observação e seus comentários complementares de excelente observação.

Saudações irreligiosas.

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 12 dezembro 2014 às 17:16

Paulo Luiz Mendonça !


Respondendo-lhe sobre duas respostas suas. A primeira ao grupo a segunda a mim. Vamos lá :

Comentário de Paulo Luiz Mendonça. ontem

Ser ateu em uma sociedade impregnada de religiosos tem sido difícil para a maioria de nós, mas eu quando me declaro ateu para amigos próximos ou parentes eles se sentem constrangidos por conhecer minha reputação impecável, pois na mente deles; Como sempre foi divulgado pelas igrejas, ateu seria uma pessoa sem moral, sem escrúpulos, enfim uma pessoa da pior especie, mas sabendo do meu modo correto de viver em sociedade, eles se surpreendem com este fato e passam a questionar aquela ideia que todos tem sobre pessoas não religiosa ou seja, ateus. A maior e melhor propaganda da nossa convicção antirreligiosa é o nosso procedimento, os religiosos se surpreendem quando passam a conhecer ateus com qualidades  morais, trabalhadores e honestos. Um ateu sem estas qualidades não convence ninguém, se perde em seus argumentos antirreligioso.

R- A correção de caráter é um dever de todo o cidadão, nós sabemos que não é bem assim, mas diante do preconceito, o melhor a fazer, em sendo irreligioso, é justamente o que você menciona. Temos que nos impor arrostando caráter e moral ilibada.

Comentário de Paulo Luiz Mendonça. 3 horas atrás

Paulo Rosas, o confronto de ideias é interessante, mas quando as ideias são uteis e esclarecedoras, mas discutir argumentos bíblicos, não vejo nenhum proveito nisso, seria o mesmo que discutir sobre papai noel, saci, mula sem cabeça, para nós que não acreditamos em mitos não tem sentido ficar discutindo, é perda de tempo. Um abraço a todos. 


R - Depende de como se responde e se conduz o diálogo. Todavia, se os religiosos não participam de nossos debates, como ele nos ouvirão ou melhor, lerão o que nós temos a dizer-lhes e vice versa ?

Saudações irreligiosas

Comentário de Paulo Luiz Mendonça. em 12 dezembro 2014 às 13:26

Paulo Rosas, o confronto de ideias é interessante, mas quando as ideias são uteis e esclarecedoras, mas discutir argumentos bíblicos, não vejo nenhum proveito nisso, seria o mesmo que discutir sobre papai noel, saci, mula sem cabeça, para nós que não acreditamos em mitos não tem sentido ficar discutindo, é perda de tempo. Um abraço a todos. 

Comentário de Luis A. Sabino em 12 dezembro 2014 às 9:12

é certo que quem se diz ateu ou só crer no que os sentidos podem perceber , não dizem que são ateus principalmente os políticos,  vemos muitos que dizem ser, participando de missas em época de eleição beijando santos água benta beijando mão de padres se for o caso

o interesse vai na frente e tudo vale neste mundo

uma coisa que percebi nos contatos que tive com ateus, e me incomodou um pouco, (não são todos mas alguns) se dizerem por serem ateus mais cultos e inteligentes tratando muitos que acreditam em alguma coisa como uma gente inculta e por conta disto fáceis de serem enganados, acredito eu que a escrita é uma forma de expressar ideias que é o que conta mas muitos se apegam no modo correto de se escrever já vi pessoas tratarem outros por conta de algum erro ortográfico fazerem chacotas levando quem escreveu a se envergonhar e desistir de debates

não acredito que ninguém é dono de toda verdade e melhor que ninguém

abraços 

Comentário de Ivo S. G. Reis em 11 dezembro 2014 às 15:54

Paulo Luiz e Paulo Rosas:

Paulo Luiz e Paulo Rosas, ateus, imorais, desajustados sociais e pessoas más?!!!... Como?

Vocês bateram na tecla certa do teclado de opções. Do que disseram, eu só substituiria a palavra "ateus" por "irreligiosos", porque não são só os ateus que sofrem esse tipo de preconceito, mas todos que se declarem irreligiosos. Somos mal-vistos e incompreendidos pela sociedade. E quando alguém mais próximo percebe que determinadas pessoas não se encaixam no perfil negativo padrão, não entendem e se surpreendem.

Como os governos não nos defendem, leis não nos defendem, a sociedade não nos defende e antes nos hostiliza; como nossos próprios familiares e amigos nos discriminam, como não somos institucionalmente organizados e nem possuímos igrejas, como podemos desmistificar o que pensam sobre nós e lutar pelos nossos direitos? Organizações isoladas (quando existem) e comunidades virtuais como a nossa podem  ser um dos caminhos, a abertura de um portal para reivindicações maiores. Então, nesse sentido, ainda que modestamente, estamos dando a nossa parcela de colaboração para a consecução futura desses objetivos.

Por tudo isso, enquanto tivermos fôlego e apoio, a luta vai continuar, desde que um pequeno ou grande número de pessoas, em qualquer lugar do planeta, esteja disposto a acreditar e seguir em frente. Uma utopia? Talvez, mas até que provem que é uma utopia, estaremos aqui, deixando o nosso recado, tentando abrir os olhos das pessoas para enxergarem o que sempre se recusaram a ver: que eles também podem muito bem vir a ser um de nós, não sendo a recíproca verdadeira.

Saudações Irreligiosas!

----------------------------------------------

Em tempo e a todos: Para facilitar o entendimento, informem nos próximos comentários a pesquisa a que ele se refere e a qual colega estão respondendo (se for o caso).

Comentário de Paulo Luiz Mendonça. em 11 dezembro 2014 às 14:41

Ser ateu em uma sociedade impregnada de religiosos tem sido difícil para a maioria de nós, mas eu quando me declaro ateu para amigos próximos ou parentes eles se sentem constrangidos por conhecer minha reputação impecável, pois na mente deles; Como sempre foi divulgado pelas igrejas, ateu seria uma pessoa sem moral, sem escrúpulos, enfim uma pessoa da pior especie, mas sabendo do meu modo correto de viver em sociedade, eles se surpreendem com este fato e passam a questionar aquela ideia que todos tem sobre pessoas não religiosa ou seja, ateus. A maior e melhor propaganda da nossa convicção antirreligiosa é o nosso procedimento, os religiosos se surpreendem quando passam a conhecer ateus com qualidades  morais, trabalhadores e honestos. Um ateu sem estas qualidades não convence ninguém, se perde em seus argumentos antirreligioso. 

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 10 dezembro 2014 às 17:48

Lucia M.B. Cordeiro !

Você tem razão sob um determinado ponto de vista, mas veja, o administrador pretende exatamente isto, confronto de ideias. Qual o interesse que nós temos em  ficarmos a discutir entre nós irreligiosos ? Aqui ficaria um clube fechado, sem muito mais assunto. Ao abrir as portas para os religiosos, é porque o administrador deseja o confronto de ideias. Isso pode parecer-lhe insano, mas observe como enriquece nosso conhecimento e dos contendores.

Quanto a forma de administrar, penso que o Sr.Ivo, sabe exatamente o que quer, ele está abrindo essa porta para nós opinarmos, para ver se ele consegue algo mais que possa ser aproveitado.  Duas cabeças pensantes, ou mais, é melhor que uma, não é mesmo ?

Quem tem as rédeas da administração é ele, certamente saberá conduzir as ações.

Por tudo isto, peço-lhe que volte a abrilhantar nossas páginas, pois serás mais uma vez, muito bem- vinda.

Saudações irreligiosas

Comentário de Jorge Oliveira de Almeida em 9 dezembro 2014 às 21:34

Preciso esclarecer minha posição: sei muito bem tudo que os religiosos vão levantar e isso não mudará o meu modo de pensar. O objetivo deles é tentar mudar as nossas cabeças, mas estou certo que por aqui nada conseguirão. Como se diz, os cães ladram e a caravana passa... Que ladrem, estamos à frente!! 

Comentário de olair rafael da silva jr em 26 fevereiro 2014 às 10:33

uma coisa que tem me incomodado mental e psicologicamente é a demoninação de uma tal "nova ordem" e suas congêneres de pregar o medo ... qualquer que seja, o domínio (de outrens) pela panacéia de terrorismo das instituições, eu acredito ser pernicioso>>> perderemos a oportunidade de TRAZER LUZ aos problemas, ao contrário, semearemos a cizânia... e discórdia, é a Lei: só me/nos diminui.

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 10 janeiro 2014 às 17:10

Brunaira!

Você quis dizer que o Estado teme a igreja, a católica, até aceito a sua opinião, mas as evangélicas, não. É apenas interesse político na conquista de votos e eles estão ficando cada vez, mais sem vergonhas, (os políticos).

Já viu como aparecem em templos, beijando bebês, e coisas similares para conquistar o povão que vota pelo idiota do coração, nunca com o cérebro para fazer  análise o candidato.

Fora os partidos políticos, há um real interesse dos evangélicos invadirem o Congresso e porem esporas na nossa Constituição, com base em seus conceitos religiosos ou seja os bíblicos. 

Se isto acontecer um dia, será um retrocesso só, não se surpreenda, quando isto acontecer, se terminares vestindo a burca muçulmana, pois do jeito que agem, os homens do petróleo compram seus votos, fácil, fácil, já que eles não têm comandantes como a igreja católica. Pagou levou, ainda mais que os dogmas são mais ou menos parecidos. Ambos têm a mulher sobre domínio.

Saudações.

Comentário de Brunaira Moura da Cunha em 10 janeiro 2014 às 14:39

O que acontece Paulo Rosas Moreira é que na minha família tem sim várias pessoas sendo enganadas por esses que se dizem representantes de Deus, eu não nego que tenho muita vontade que a minha família e todas as demais pessoas conseguissem ter um raciocínio mais lógico a respeito de tudo isso, e com certeza não vou deixar de expor a minha opinião a ninguém, porem assim como todos vcs sou muito criticada tanto pela minha família quanto por desconhecidos que ficam sabendo sobre a minha opinião, por isso prefiro não tocar muito no assunto com pessoas que não tem nem um pouquinho de conhecimento sobre o assunto e acreditam em tudo que os "profetas" falam, realmente deveria existir um controle sobre o que se faz com o patrimônio das igreja e um levantamento de quanto os pastores tiram pra eles, isso deveria ser feito constantemente não por desconfiança ou preconceito e sim pq todas os Órgãos, Instituições, Associações, Empresas etc que arrecadam dinheiro para determinados fins fazem esse tipo de levantamento e acompanhamento, mas o estado e toda a sociedade ainda teme muito à igreja e acredito que seja por isso que ela fica assim tão livre pra fazer o que bem entender!!

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 10 janeiro 2014 às 14:23

Brunaira Moura da Cunha!

Existem coisas muito além da simples contribuição do dízimo. Qualquer pessoa que quiser criar,legalmente, um templo evangélico, com pequenos ou razoáveis recursos se consegue com facilidade, incrível. É desta forma que alguns traficantes, conseguem fazer a lavagem de dinheiro ilegal, através de igrejas. Observe: não são todas! Que isto fique claro, acompanhe o noticiário, e verás que volta e meia aparece um templo envolvido com o tráfico de drogas. 

Claro que temos que brigar por isso para defender os cidadãos e nossa sociedade, por isto não é tão simples como possa parecer e deixar que sejam enganados,  porque um dia alguém dentre os seus parentes ou mesmo amigos, poderão estar cometendo a mesma tolice contribuindo para esses marginais.

Comentário de Luis A. Sabino em 10 janeiro 2014 às 13:52

outro dia assisti um depoimento de um ateu ferrenho que foi médico, depois segundo ele de ter uma experiencia com Deus se tornou PASTOR EVANGÉLICO 

já vi muitos crentes fanáticos como nosso colega alfredo que se tornaram ateus

a vida tem destas coisas

Comentário de Luis A. Sabino em 10 janeiro 2014 às 13:49

vçs acreditam que um mundo sem crenças e sem religião seria melhor???? me parece que para muitas pessoas existe a necessidade de acreditar em algo sobrenatural .....

Comentário de Brunaira Moura da Cunha em 10 janeiro 2014 às 13:05

Não votei na enquete sobre o dízimo e contribuições das igrejas, pq por mais que nós achemos errado essa prática de extorquir de forma disfarçada o dinheiro dos fiéis, nada se pode fazer a respeito se os próprios fiéis defendem esses enganadores, na minha opinião quem quiser ser enganado que seja!

Comentário de Géber Romano Accioly em 19 setembro 2013 às 9:09

Não votei no item Jesus nem CONAR por não achar pertinente...

Comentário de Paulo Luiz Mendonça. em 22 julho 2013 às 9:20

Gostei da enquete, serve para saber o pensamento dos membros participantes dos irreligiosos. O nosso principal papel no combate a exploração religiosa, é pesquisar e criar argumentos para debates, debates não só entre nós, mas também com pessoas de nosso convívio que estão sendo enganadas com essa fé cega. Falando com um amigo adventista, eu disse a ele a maior propaganda do ateu, está no seu comportamento, temos que mostrar qualidades morais e mostrar aos religiosos que não precisamos de religião para sermos corretos. 

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço