Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Jesus Cristo e seu nascimento virginal em 25 de dezembro... uma lenda?

Nosso colega, o jornalista Rafael Rocha, publicou em seu jornal HUMANITAS, publicação coirmã desta comunidade, o excelente artigo abaixo, que analisa o nascimento virginal de Jesus de Nazaré e explica como foi escolhida a data atribuída ao seu nascimento, que ninguém sabe se ocorreu mesmo, nem quando foi:

Segue o texto, tal qual nos foi enviado pelo autor:

================================================================

Amigo Ivo:

A página 4 do HUMANITAS nº 30 - Dezembro de 2014, ainda não foi postada no jornalhumanitas.blogspot.com.br, mas envio aqui a matéria completa para você publicar com os devidos títulos e referência ao jornal.

25 de dezembro: a antiga comemoração de uma lenda

Rafael Rocha – Recife/PE

A escolha do dia de natal para comemorar o nascimento de uma lenda chamada Jesus Cristo foi um aproveitamento pelos romanos de uma importante festa pagã que acontecia todos os anos no dia 25 de dezembro. Os romanos "cristianizaram" a data no ano de 354 da era comum. A festa pagã, chamada de Natalis Solis Invicti (nascimento do sol invencível), era uma homenagem ao deus persa Mitra, bastante popular em Roma e ocorria durante o solstício de inverno, o dia mais curto do ano. No hemisfério norte, o solstício não tem data fixa e costuma ser perto de 22 de dezembro, mas pode cair até no dia 25.

A comemoração da data surgiu alguns séculos depois com o objetivo de conter os cultos pagãos e fazer com que a Igreja Católica ganhasse mais força e poder.  Tudo que o cristianismo fez foi incorporar no seu próprio calendário de celebrações as tradições populares pré-existentes. Ainda mais porque os chefões da igreja perceberam que os próprios cristãos manifestavam forte inclinação para os festejos pagãos, e seria muito difícil desviá-los dessa tendência.

Portanto, nada mais simples e melhor do que trazer os cultos pagãos para dentro da Igreja para dessa forma controlar melhor os povos.

Jesus Cristo, o pretenso deus cristão é, na realidade, uma lenda copiada de outras lendas dos deuses de mistério também nascidos em 25 de dezembro, tais como Mitra (persa/romano), Hórus (egípcio), Dionísio(grego), Krishna (hindu/indiano), dentre outros. Um mero plágio desses mitos. Portanto, Cristo não é outro senão uma velha e antiga lenda. O último dos plágios do também mitológico Mitra.

 

No dia 25 de Dezembro, os cristãos comemoram o nascimento de um deus solar, adorado pelos antigos persas e pelos romanos. Essa adoração é passada de geração a geração.

Os antigos romanos, bastante tolerantes em matéria de religião, incorporaram Mitra ao seu panteão divino, tal como fizeram com os deuses gregos e de outros locais por eles conquistados. O sincretismo romano adaptouMitra aos costumes de Roma, inclusive vários deuses anteriores ao messianismo judeu, dando assim origem à lenda do nascimento do Cristo.

Os poderes religiosos e estatais teimam em repetir sempre o mito de que existe apenas um deus verdadeiro nascido de uma virgem no dia 25 de Dezembro. Continuam a insistir em tornar esse dia um símbolo, propagando-o como uma data especial para atuar em fraternidade, exercer o amor, o perdão, a paz etc. Será que é preciso apenas um dia para ser fraterno, amoroso e pacífico?

Ora, se o ano tem 365 dias no calendário, por que apenas uma data serve para isso? O amor, a fraternidade, o perdão e a paz devem ser coisas a serem esquecidas nos outros dias do ano?

E sobre a árvore de natal? Também é um ritual pertencente à tradição pagã europeia. A árvore constitui um tema pagão recorrente, céltico e druídico, presente tanto no mundo antigo quanto no medieval, de onde foi assimilado pelo cristianismo.

Deve remontar ao século 16 na Alemanha. O professor de etnologia em Marburgo, Ingeborg Weber-Keller, identificou entre as primeiras referências históricas da tradição, uma crônica de Bremen de 1570, segundo a qual uma árvore da cidade era decorada com maçãs, nozes, tâmaras e flores de papel. Na Letônia, a cidade de Riga é uma das que dizem que a primeira árvore de natal da história ali nasceu no ano de 1510.

No dia 25 de Dezembro, os cristãos comemoram o nascimento de um deus solar. O sincretismo romano adaptou Mitra aos costumes de Roma, inclusive vários deuses anteriores ao messianismo judeu, dando assim origem à lenda do nascimento de outra fantasia chamada Jesus Cristo

================================================================

Que os nossos colegas e também os cristãos aqui filiados analisem e comentem!

Exibições: 397

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Rafael Rocha em 11 dezembro 2014 às 20:46

Valeu a postagem, Grande Ivo!

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2018   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço