Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Saiba como escolher a sua e o que esperar depois de decidir praticá-la. Clique no link abaixo e veja as instruções!

Adquira uma Religião agora mesmo!

Exibições: 76

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Oiced Mocam em 23 dezembro 2017 às 11:38

Os males da religiões!
O interesse e a controvérsia sobre a CRÍTICA da RELIGIÃO aumentaram no século XXI devido à propagação do chamado Ateísmo e Novo Ateísmo. A grande crítica sobre muitas religiões é que elas requerem que as crenças são irracionais, não-científicas, nem razoáveis. Dito de outra forma, faltam bases científicas ou racionais para as crenças religiosas e tradições. Há vários aspectos a essa crítica, incluindo:
•As religiões muitas vezes postulam fatos que são contraditórias as evidências científicas (por exemplo, a evolução, origem do universo, milagres); exemplo, a alegação de que a oração tem um efeito benéfico sobre os outros foi testado e refutado.
•As religiões muitas vezes exigem comportamentos que não são possíveis, (como no Antigo Testamento, a proibição de usar roupas de tecidos mistos, ou punir os filhos de pais culpados).
•Religiões e seus livros sagrados contêm regras e leis destinadas a regular o comportamento e conduta, algumas das quais, dentro de uma única religião são contraditórias ou impossíveis de seguir.
•Religiões e seus livros sagrados contêm muitas vezes fatos conflitantes (por exemplo, discrepâncias, contradições inconciliáveis na Bíblia entre os quatro evangelhos do Novo Testamento ).
•As religiões têm reivindicado a “verdade” das histórias que contêm elementos indistinguíveis dos contos de fadas ou superstições (como a astrologia ou Reis Magos, Papai Noel.
•As religiões são fraudes piedosas praticadas por religiosos com o intuito de dar mais credibilidade a própria religião...(ou conforme o grego João Crisóstomo [374-407] “ muitas vezes é necessário enganar para trazer maiores benefícios...desde que não seja introduzida com intenção maliciosa”).
• As religiões não podem se adaptar a um mundo em mudança, e seus ensinamentos estão desatualizados em comparação com a moral moderna ocidental. Por exemplo, as regras sobre determinadas dietas, como a Torá e a proibição, de comer carne de porco, crustáceos ou moluscos podem ter feito sentido alguns milhares de anos atrás, quando alguns animais eram frequentemente infestados de parasitas. No entanto, essa proibição nos tempos modernos pode ser ilógica, porque a qualidade e segurança dos alimentos têm melhorado.
As religiões têm promovido fatos e histórias que são desmentidas pela ciência. Essas, muitas vezes formam a base de controvérsias significativas, como o julgamento de Galileu para a sua pretensa heresia que a Terra se move em torno do sol. A origem da espécie humana, tal como apresentado por muitas seitas cristãs, é contrariada pela teoria científica da evolução por seleção natural. A origem da Terra ou o Universo é muitas vezes descrita por livros sagrados, sob a forma de mitos de criação , que são desmentidas pelas teorias científicas da cosmologia e mitos do passado. Por que teríamos automaticamente que aceitar a versão do Gênesis para a criação? Cada povo tem seu próprio mito da criação. Não é a Bíblia contra o evolucionismo, é a Bíblia contra os egípcios, maias, nórdicos, gregos, celtas… Em outros casos, as religiões afirmam a existência factual de fenômenos tais como milagres e anjos , que não estão necessariamente em contradição com a ciência , mas encontram pouco ou nenhum apoio científico. A ciência é o registro das religiões mortas.
Alguns críticos da religião discutem a multiplicidade de religiões que afirmam ser a verdadeira fé de um, como o catolicismo, o mormonismo , islamismo, sikismo, ou o cristianismo evangélico. Elas se digladiam com as suas verdades e consequentemente não chegam a lugar nenhum. É uma perda de tempo com velhos manuscritos ultrapassados escritos numa época muito atrasada e que nunca foram ditados por deus. Os críticos apontam que, se duas ou mais religiões afirmam ser a única fé válida, então a lógica diz que as reivindicações de todos, ou uma dessas religiões deve estar errada... O ateu Stephen Roberts ilustra esse princípio da seguinte forma:
Uma pesquisa de os EUA indica que muitas pessoas mudam sua filiação religiosa ao longo do tempo. No entanto, esse grupo tem uma taxa de retenção relativamente baixa (46%) quando comparados aos outros grupos. Tais dados sugerem que um número significativo de pessoas que não acreditam, consistentemente, que uma única fé é a única verdade.

E o vídeo de DANIEL DENNETT:
http://personalogia.wordpress.com/2011/05/01/daniel-dennett-fofo-se...
https://pt.wikipedia.org/wiki/Cr%C3%ADtica_b%C3%ADblica
http://irreligiosos.ning.com/video/o-duplipensar-na-religi-o

Saudações a todos com votos de muita Saúde, Paz, Sucesso e Alegrias em 2018!
https://pt.scribd.com/oicedmocam

Comentário de Oiced Mocam em 23 dezembro 2017 às 11:24

Judeus, cristãos e muçulmanos com suas ramificações afirmam que suas escrituras eram tão prescientes das necessidades humanas que só poderiam ter sido registradas sob orientação de uma divindade onisciente. Um ateu é simplesmente uma pessoa que considerou esta afirmação, leu os livros e descobriu que ela é ridícula. Não é preciso ter fé ou ser dogmático para rejeitar crenças religiosas infundadas. Como disse o historiador Stephen Henry Roberts (1901-71) uma vez: “Afirmo que ambos somos ateus. Apenas acredito num deus a menos que você. Quando você entender por que rejeita todos os outros deuses possíveis, entenderá por que rejeito o seu.”

     Crítica Bíblica - é o "estudo e a investigação das escrituras bíblicas que procura discernir e discriminar julgamentos sobre essas escrituras". A crítica bíblica se vale de uma ampla gama de disciplinas acadêmicas, incluindo a arqueologia, antropologia, linguística, etc.

     É a crítica dos conceitos, validade e ou práticas de religião, incluindo associados,  implicações políticas e sociais.

       Religiões empresas quando pregam mentiras e mentiras são imorais; inocentes são enganados, extorquidos, roubados e isto é crime o que nos diz que a religião é perniciosa. Uma das principais leis “morais” religiosas é a hipocrisia, sinal que os valores religiosos estão invertidos. Dentro de templos ou igrejas são incutidas idéias como o inferno, o purgatório ao mesmo tempo em que vemos gente sendo adestrada com orações e cânticos, caindo no chão, gritando e gesticulando. Pessoas que agem desta forma não são sadias…pensem em alguém fazendo isto na rua…este alguém seria internado, chamado de louco, insano, perigoso para a sociedade. Religiões usam e abusam de repressões, chantagens, ameaças, servidão e é nisto que os fiéis são transformados…em servos…servos do medo.

O que tem acontecido em nossa sociedade é que há uma ameaça crescente do fundamentalismo religioso, que afronta a sociedade livre e secular, o estado laico, a ciência, o conhecimento formal, e que se agiganta neste país. E a contrapartida natural é que as pessoas se mobilizaram e começaram a reagir, e nesse cenário, surge todo o tipo de crítica, uns mais contidos e moderados e outros mais radicais, mas todos legítimos. Mas o fato é que existe uma base de sustentação muito significativa para os extremistas no Brasil, negar isso é o mesmo que negar que o Sol exista. Além do mais, nosso nível educacional deixa muito a desejar, o que torna nosso país terreno fértil para o discurso fundamentalista.

       Crítica religiosa tem uma longa história, que remonta pelo menos até o século 5 a.E.C, na Grécia antiga com Diagoras "ateu" de Melos , e o primeiro século a.E.C em Romacom Tito Lucrécio Carus 's De Rerum Natura , e continuando até os dias atuais.

       Estive lendo, tempos atrás, um livro denominado “O Livro Negro do Cristianismo”. Nessa obra, havia um capítulo inteiramente dedicado aos absurdos cometidos pela igreja no mundo moderno. Quando lemos as atrocidades praticadas pelos colonizadores, avalizados pelos primeiros jesuítas, ficamos perplexos, impotentes e cabalmente aterrorizados.

      Os críticos consideram que as religiões estejam ultrapassadas, por serem prejudiciais para o indivíduo (por exemplo, a lavagem cerebral de crianças, a cura pela fé , a circuncisão...), por serem prejudiciais à sociedade (por exemplo, guerras santas, o terrorismo , a distribuição de um desperdício de recursos), por impedir o progresso da ciência, e incentivar atos imorais (por exemplo, o sacrifício de sangue, a discriminação contra homossexuais e mulheres). O fanatismo religioso torna o homem e  as pessoas cegas, surdas e mudas e muitas vezes deixam as pessoas intolerantes umas com as outras e tira, do homem, a sua humanidade a sua sensibilidade e o seu raciocínio. A religião prega, não mais que a submissão o egoismo e o conflito.

Um filósofo da escola epicurista, Lucrécio acreditava que o mundo era composto exclusivamente de matéria e vazio, e que todos os fenômenos poderiam ser entendidos como resultantes de causas puramente naturais. Lucrécio, como Epicuro, achavam que a religião nasceu do medo e da ignorância, que as pessoas devem ser livres de seus grilhões para a compreensão do mundo natural.  Friedrich Nietzsche, filósofo alemão (1844-1900):

               “O homem em seu orgulho, criou Deus à sua imagem e semelhança.

       Nicolau Maquiavel , no início do século 16, disse: “que a religião era apenas uma ferramenta útil para um governante que deseja manipular a opinião pública.” Fato confirmado pela história e pelo nazista Hitler e imperador Hiroito na Segunda Guerra Mundial.

       Edward Gibbon disse: "As várias formas de adoração que prevaleciam no mundo romano eram todas consideradas pelo povo como igualmente verdadeiras; pelo filósofo como igualmente falsas e pelo magistrado como igualmente úteis".

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2018   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço