Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Congresso de Agentes Políticos Evangélicos do Brasil (CAPEB) - Como Eduardo Cunha Impactou e Adiou o Evento

Não é novidade para ninguém a influência que a FPE (Frente Parlamentar Evangélica), a poderosa bancada evangélica, - a quarta mais numerosa do Congresso Nacional -, tem sobre várias decisões políticas no país. Também não é novidade que seus parlamentares são recordistas em processos de corrupção, quebra de decoro, abuso de poder econômico, peculato, crime tributário, corrupção eleitoral e até formação de quadrilha. Dos 56 deputados que integram a famigerada bancada, 32 (57%) respondem a processos de naturezas diversas, tudo correndo bem devagarinho e escondidinho, como sói acontecer. 

Agora, entretanto, eles tomaram um forte baque: Eduardo Cunha, o todo poderoso presidente da Câmara dos Deputados e o representante maior da bancada evangélica, está sendo acusado de corrupção e em vias de ter de renunciar à presidência da Câmara para defender-se, tão logo as denúncias contra ele sejam acatadas, o que deverá acontecer em breve, diante das pressões e das inúmeras evidências do seu envolvimento, já difícil de negar.

O que vai ocorrer sabe-se de antemão: não irá perder o seu mandato de imediato porque medidas protelatórias irão arrastar o processo até onde for possível. E essa lenga-lenga, se vingar, durará pelo menos uns dois anos e perderá força e visibilidade até o seu trânsito em julgado, permitindo que até lá o deputado, mesmo respondendo a processo, continue a exercer seu mandato, não o de presidente da Câmara, mas o de deputado federal. A lei e o Regimento Interno da Câmara assim o permitem, lamentavelmente. Mas o Regimento Interno do Senado não fica atrás porque o seu presidente, Renan Calheiros, está no mesmo caso. Os presidentes das duas casas legislativas do país são alvos de processos e continuam a exercer seus mandatos. Como?! Resposta: É no Brasil e os regimentos internos das casas foram preparados para isso mesmo, além de garantir aos parlamentares o condenável "foro privilegiado" que os blinda, pelo menos temporariamente, mas um temporariamente muito longo, o suficiente para não se sentirem ameaçados.

Pesam sobre Eduardo Cunha, dentre outras, acusações de que teria recebido cinco milhões de dólares em propinas por contratos de aluguel de navios-sonda pela estatal Petrobras. Esse dinheiro estaria depositado em  contas na Suíça, em nome de Eduardo Cunha, sua esposa e sua filha, o que já foi confirmado pela PGR, que acaba de receber da Suíça extratos bancários e documentos que indicam que Eduardo Cunha era titular de quatro contas no país.

O que é (ou o que seria) o CAPEB e como pretende (ou pretendia) influenciar a política no país?

O 1º CAPEB (Congresso de Agentes Políticos Evangélicos do Brasil), que seria realizado nos dias 22 e 23 de outubro de 2015, "tem como objetivo a formatação de um documento com as propostas unificadas de políticas públicas nas diversas áreas e setores da política brasileira. Com o tema “Brasil Pátria da Família”, o evento também visa a realização do Censo dos políticos evangélicos do país", segundo informações do Gospel Prime - Notícias. Ao que se analisa, a intenção era, depois de formatado o documento e colhidas assinaturas de apoio, pressionar o Congresso a aprovar ou rejeitar leis, de acordo com as conclusões do Congresso. O público-alvo desse "congresso", ainda de acordo com informações do Gospel Prime, seriam "vereadores, prefeitos, deputados estaduais, deputados federais, senadores, governadores, vice-governadores, conselheiros tutelares, secretários municipais e estaduais, ministros, ex-deputados, potenciais candidatos eletivos e lideranças evangélicas."

Por que o evento foi adiado para 2016, sem data certa?

Erro estratégico, é a resposta. Não esperavam que os escândalos sobre Eduardo Cunha viessem à tona antes da realização do evento, o que lhes tiraria a suposta força moral, eis que o Presidente da Câmara seria um dos principais palestrantes. Seria dele o discurso de abertura. Mas com que moral poderá ele agora fazer esse discurso? Os organizadores do evento, o deputado João Campos (presidente da FPE) e o deputado Sóstenes Cavalcante (PSDB-RJ, filho do pastor Silas Malafaia) reuniram-se com a comissão organizadora e decidiram adiar o evento para não queimar o congresso, justamente o primeiro da espécie.

A bancada evangélica, que está à frente da organização, havia confirmado a participação de Cunha, palestrando sobre o “Desafio Legislativo”; do ministro Ives Gandra Filho, falando sobre “Laicidade do Estado”; Renato Pereira, tratando de “Marketing para Políticos Evangélicos”; doutor Miguel Nagib, abordando o tema “Família”; o pastor Silas Malafaia, com o tema “Cidadania e Igreja”; e por fim, o desembargador Fausto De Sanctis e o doutor Oslain Campos Santana, discutindo a “Corrupção – Imoral e Ilegal”. Para a palestra ficar completa e honesta, De Sanctis e Oslain Campos teriam de citar o exemplo negativo de Eduardo Cunha, situação bastante embaraçosa e improvável. 

O receio de que se aprofundem na biografia de Eduardo Cunha e descubram suas outras atividades na empresa Jesus.com e na C3 Produções

Eduardo Cunha (PMDB-RJ) é evangélico e doutrinador da Igreja Sara Nossa Terra (Que seja a Terra sarada de homens iguais a ele). Suas biografias políticas e particulares - as conhecidas e as não conhecidas - não são nada recomendáveis. Abaixo, os processos que já pesavam contra ele, antes da descoberta desses novos escândalos em que está envolvido:

Como podem ver, o homem é campeão e alvo de inquéritos que se arrastam, sem conclusão, desde 2007. Isso não impediu que ele fosse alçado à presidência da Câmara dos Deputados (por quê?) e cortejado por governo e oposição. Mas não param aí as suas falcatruas.

A frota de carros, as empresas e sites do deputado

Recentemente, o procurador-geral em exercício Eugênio José Guilherme Aragão, entrou com pedido de instauração de inquérito contra o presidente da Câmara, encaminhado ao Supremo Tribunal Federal (STF), após constatar que Eduardo Cunha é dono de uma frota de 8 veículos de luxo, que estão em nome de uma de suas empresas, a Jesus.com., que opera no ramo de publicidade evangélica.  Entre os carros em nome desta empresa, todos modelo 2013, estão um Porsche Cayenne (R$ 429.478 mil) um Ford Edge V6 (R$ 120.165 mil) e um Ford Fusion NA WD GTDI (R$ 92.693). 

“Segundo informações de fontes abertas, a frota de carros que Eduardo Cunha se utilizaria no Rio de Janeiro seria composta de diversos veículos, incluindo uma Porsche Cayenne, Touareg, Corol/a, Edge, Tucson, Pajero Sport. Este Porsche Cayenne é conduzido pela esposa de Eduardo Cunha, Cláudia Cordeiro Cruz”, afirma o procurador. “Em consulta às bases de dados do INFOSEG, verifica-se que realmente há diversos veículos registrados em nome de Cláudia Cruz e, em especial, em nome das empresas do casal.”

Na declaração de bens à Justiça Eleitoral, esses veículos foram omitidos e Cunha informou possuir apenas um Corolla, ano 2007, avaliado em R$ 60 mil. A Procuradoria Geral da República, contudo, estima que Cunha tenha um patrimônio não declarado de R$ 60,8 milhões.

Eis o que, sobre a empresa jesus.com e suas ramificações, diz o site da Folha de São Paulo:

"[...] o site [portal evangélico "Fé em Jesus] está registrado em nome da empresa Jesus.com e oferece serviços como o “Jesus Tube”, o “Jesus DJ” e o “Jesus Mail”. A firma pertence ao presidente da Câmara e à sua mulher, a jornalista Cláudia Cruz.

"O 'Fé em Jesus' é um dos oito endereços da Jesus.com na rede. Como pessoa física, Cunha detém nada menos que 284 domínios. O latifúndio virtual integra um plano imodesto, anunciado pelo deputado, de 'criar um mundo evangélico na internet'.

Os endereços comprados pelo peemedebista deixam claro o seu interesse em lucrar com a fé alheia. Entre os domínios, estão shoppingjesus.com.br, compracrente.net.br, jesuschat.com.br e fenodesconto.net.br. " (grifos nossos)

Depois disso tudo, como iniciar um congresso de políticos evangélicos, que pretende ditar normas de moralidade, quando a estrela principal, que faz o discurso de abertura, está envolvida em vários escândalos ruidosos de corrupção? Seria um atestado da falsa moralidade evangélica. E o pior: Escândalos, crimes e corrupções "em nome de Jesus"!

#EduardoCunha 

Com informações das seguintes fontes:

1 - GNotícias (http://noticias.gospelmais.com.br/bancada-evangelica-adia-evento-e...

2 - Estadão (http://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/eduardo-cunha-te... )

3 - Gospel Prime Notícias (http://noticias.gospelprime.com.br/congresso-de-agentes-politicos-e...)

4 - G1.Globo (http://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/2015/10/vej...)

5 - Folha de São paulo ( http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/230233-em-nome-de-jesuscom... )

6 - Frente Parlamentar Evangélica (http://www.fpebrasil.com.br/portal/index.php/component/tags/tag/22-...)

Exibições: 208

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Hideo Kamioto em 21 outubro 2015 às 4:58

Isso, a possibilidade de os evangélicos virem a dominar a política nacional, chega a ser assustador. Se levarem o país a uma teocracia evangélica... um abraço! É retrocesso total. Para que os colegas possam avaliar as possibilidades vou destacar um trecho de reportagem da revista Carta Capital (em "O Poder dos Evangélicos na Política"):

[...]Dessa forma, em diferentes pontas do espectro político, os parlamentares evangélicos tentam influenciar a agenda nacional. Primeiro, na conquista de dividendos para as igrejas, como isenção fiscal, a manutenção das leis de radiodifusão, a obtenção de pedaços de ruas para a construção de templos, a instituição de leis que reconheçam a cultura evangélica e forcem a abertura dos cofres públicos a tais eventos. Mas também na criação de obstáculos à aprovação de projetos vistos como uma ameaça à família e aos bons costumes, entre eles os direitos LGBT. [...]

Mas esses são apenas alguns poucos riscos. O maior deles é o fundamentalismo evangélico e a roubalheira generalizada que se instalará, pior talvez do que a atual. Não se enganem: evangélicos adoram prosperidade, dinheiro e poder, achando que Deus assim quer que seus filhos e adoradores sejam.

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço