Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

"Creio" - Aos religiosos que quiserem saber mais sobre as crenças de um ateu. . .

Creio no amadurecimento da humanidade, cedendo cada vez mais espaço à razão, ao estudo, à averiguação dos fatos e se desfazendo, a cada novo dia, dos antigos medos de todos os seus "bichos papões" imaginários impostos pelas religiões, pelo medo e pelo desconhecimento.
.
Creio que a religião é a companheira do desconhecimento. Creio que a religião, apenas, tateia, em busca de informações, apenas, primárias, que satisfaçam, apenas, aos seus sentidos e sentimentos mais imediatos, básicos e pueris, ficando, no caso, o intelecto, completamente à deriva.
.
Creio que a religião não tem a menor condição de satisfazer o intelecto humano. Nem mesmo a lógica menos exigente, para o nível de expectativa cultural que desenvolvemos agora.
.
Creio que devemos e, acima de tudo, já mais que merecemos, procurar soluções bem mais avançadas que a simples religião.
.
Creio que já estamos bem grandinhos, bem crescidinhos e bem adultos como humanidade, para continuar a ensinar aos nossos filhos o medo desse "bicho-papão-celestial". . . O que, particularmente, eu acho, de uma covardia inclassificável. . .
.
Fizeram isso com você e você, ao invés de tentar libertar, ao menos, os seus filhos, dessa impostura, você vai e pratica contra os seus filhos, a mesmíssima covardia que praticaram contra você, pois as crianças são adestradas pela religião quando ainda não possuem qualquer senso crítico ou qualquer tipo de conhecimento capaz de lidar à altura com as desinformações ejaculadas, em sua mente, pela religião.

Exibições: 142

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 8 julho 2016 às 15:37

John Lennon do Beatles, em sua música IMAGINE" diz tudo sobre o que crê um ateu e eu concordo com o que ele disse em sua música. O que será o que os religiosos acharam ? Será que ainda pensam que somos demoníacos ?

John Lennon - Imagine

Comentário de Divina de Jesus Scarpim em 9 junho 2016 às 13:41

Desculpe a teimosia, minha linda, mas é que quando digo que creio que o ser humano é fundamentalmente mau e nunca amadurecerá o suficiente para mudar essa índole inata de animal predador, digo "creio" justamente porque a meu ver não tenho dados assim tão concretos, tanto que muitas pessoas discordam de mim e dizem fazer isso também pela observação.

Enfim, a minha observação é pessimista porque concluo que, apesar de todos os avanços sociais ainda continuamos a ser o mesmo animal que desceu das árvores, muitas outras pessoas usam esses avanços sociais para mostrar que mudamos muito e argumentar que essas mudanças são fortes indícios de que mudaremos ainda mais a ponto de nos tornarmos seres realmente melhores.

Não me vejo, então, capaz de afirmar que minhas conclusões deixem de merecer o nome de crença...

Comentário de Luísa L. em 3 junho 2016 às 17:27

"Creio que o ser humano é fundamentalmente mau e nunca amadurecerá o suficiente para mudar essa índole inata de animal predador. A diferença, a meu ver, entre a minha crença e a crença religiosa, é que a minha crença tem evidências que a corroboram, como a história pregressa da própria humanidade, já a crença dos religiosos tem que se pautar em um vazio chamado fé."

Na minha opinião, a tua crença não é crença. Pois, ao pegares em dados muito concretos, a história, e, mesmo atendendo aos seus factos dissonantes (porque afinal os historiadores são escritores e homens com crenças) consegues fazer uma análise fria e desapaixonada projectando o presente tal como o futuro próximo. A isso eu chamo análise científica e não crença. Crença seria se tu tivesses feito uma análise desse tema e, mesmo com os dados a apontarem no sentido contrário, tu acreditasses que os homens da próxima geração serão 98% éticos.

Acreditar é sempre uma aspiração pessoal, algo que desejamos muito, mesmo tendo à frente do nosso nariz evidências que contrariam a nossa crença.

A crença é só uma. É crença.

É humano ter crenças? Sem dúvida. Não ter crenças é demasiado doloroso. Que horror seria para os nossos adolescentes, se - ao analisarem o amor da sua vida descobrissem nele uma personalidade menos desejável - não se pudessem sentir "cavaleiros/as andantes" na crença de lhe mudarem a forma de ser? Acreditar em coisas impossíveis faz parte do nosso crescimento enquanto seres humanos. Incompreensível é, um ser humano adulto não ter capacidade de discernimento.

Mas isso é um mistério, não dos deuses mas dos homens. Haverá sempre pessoas, religiosas ou não que acreditam em fadas, ou deuses ou que a humanidade mudará só porque elas gritaram mudança.

Luísa L.

Comentário de Divina de Jesus Scarpim em 3 junho 2016 às 15:06

Agora, relendo o que escrevi lá embaixo, vi que cometi um erro sério: Escrevi "Sou otimista, não tenho nenhuma fé na minha raça e duvido da nossa evolução madura e racional quase tanto quanto duvido da existência de deus." quando o que quis dizer foi que "Sou pessimista, não tenho nenhuma fé na minha raça e duvido da nossa evolução madura e racional quase tanto quanto duvido da existência de deus."

E, tomando a palavra crença no sentido que os religiosos dão a ela, fico muito de acordo com o que a Luísa escreveu: Não creio em nada, apenas sei ou ignoro.

Mas, tomando a palavra em outra acepção, o sentido de achar que algo pode ser verdade ou pode acontecer quando não temos muito como obter certeza a respeito daquilo... ou seja, quando não sabemos, mas temos uma opinião a respeito, então eu creio.

Creio que o ser humano é fundamentalmente mau e nunca amadurecerá o suficiente para mudar essa índole inata de animal predador. A diferença, a meu ver, entre a minha crença e a crença religiosa, é que a minha crença tem evidências que a corroboram, como a história pregressa da própria humanidade, já a crença dos religiosos tem que se pautar em um vazio chamado fé.

Comentário de Luísa L. em 3 junho 2016 às 14:39

Eu sou ateia porque não creio. Não tenho crenças. Um ateu não tem crenças.

Posso até ter convicções, mas crenças, não.

Eu sei ou não sei.

Quando sei, sei, e sei porque a coisa em análise é um facto. Quando não sei avalio as tendências (estatísticas, probabilidades, etc.) e faço o meu próprio juízo do assunto em questão. E quando não há forma de saber, simplesmente sou ignorante do facto em causa.

Eu sou ateia e não tenho crenças. Nem em deuses, nem no amadurecimento da humanidade. A crença é sempre uma quimera. É sempre uma ideia pessoal que assente em pilares de vento. Sejam as crenças relativas a deuses ou a uma pessoa, ou a um colectivo.

Crer é iludir-se nos seus próprios desejos.

Luísa L.

Comentário de Divina de Jesus Scarpim em 3 junho 2016 às 12:10

Bem, como dizem muitos por aí, ateus só têm em comum, obrigatoriamente, o fato de não acreditarem em deus. Então, eu, ateia assumidíssima, embora concorde totalmente que a religião é algo a ser combatido porque é e traz danos sérios às pessoas e às sociedades em geral, não creio em muitas das coisas que você colocou aí, Sérgio.

É que sou uma pessimista patológica. Como digo sempre, sou uma pessimista torcendo o tempo todo para que os otimistas estejam certos e eu errada, mas não consigo deixar de ser pessimista.

Não creio nem por um momento que já estamos "grandinhos" ou "crescidinhos", ou, menos ainda, "adultos" como humanidade. Ao contrário, creio que somos tão imaturos e ignorantes que podemos sempre tornar tudo pior do que já é.

Podemos, e é o que fazemos sempre, promover, apoiar ou simplesmente observar apaticamente a instauração de um retrocesso logo após um pequeno avanço.

Sou otimista, não tenho nenhuma fé na minha raça e duvido da nossa evolução madura e racional quase tanto quanto duvido da existência de deus.

Tomara que eu esteja errada. Tomara mesmo!

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço