Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Filme vencedor do Oscar 2016 foi baseado em fatos reais e retrata os crimes de pedofilia praticados por padres católicos, acobertados pela Igreja

O filme Spotlight - Segredos Revelados foi, como todos sabem, o grande vencedor do Oscar 2016 e foi também, de certa forma, considerado uma surpresa, uma vez que todos davam como certas as vitórias ou do filme "O Regresso" (Leonardo DiCaprio) ou de "Mad Max: a Estrada da Fúria".

Do meu sofá, como já tinha lido as resenhas de todos os filmes, assisti tranquilamente a toda a cerimônia de premiação e torcia secretamente pelo filme "Spotlight", mas achando intimamente que ele não iria vencer porque sequer estava cogitado entre os favoritos e porque a Academia costuma premiar filmes com tendência a dar grandes bilheterias e não pelo conteúdo do seu enredo. Para minha surpresa, desta vez acertei (normalmente erro, pois costumo torcer pelos perdedores, exceto em relação ao meu Fluminense, que às vezes vence e conquista títulos importantes).

Achava que ia errar em razão dos dois filmes fortes candidatos e porque filmes com a trama de Spotlight, mostrando os bastidores e o lado negro das religiões, não costumam despertar o interesse popular e dar grandes bilheterias, já que os próprios fiéis são os primeiros a acobertar esses crimes, receosos de falar contra a Igreja, como de fato ocoreu, quando das investigações.


Baseado em fatos reais, o filme "Spotlight – Segredos Revelados" nos traz um enredo dramático, mas sem clichês ou sensacionalismo. No longa, um grupo de jornalistas de Boston, incansáveis e honestos, reúnem relatos de vítimas de abusos causados por padres católicos, bem como documentos que provam esses crimes de pedofilia. Eles revelam o escândalo de abusos infantis na arquidiocese da cidade e a falta de punição dos padres que cometeram esses crimes.

O filme traz uma crítica a esse tipo de atrocidade e mostra que os padres que cometeram os atos, ao invés de terem sido punidos, foram apenas transferidos de região para que o escândalo fosse abafado." (agencianotícias.com.br )

Que recado foi dado com essa premiação? Que as coisas estão mudando e a sociedade não tolera mais esse tipo de crime, praticado impunemente, nem diria há décadas, mas há séculos. Quantas famílias enviavam seus filhos para internatos católicos, (os mais caros), achando que teriam uma educação mais esmerada  e que lá, só aprenderiam coisas boas e a excelência dos princípios morais?

Antes, as pessoas temiam falar contra a Igreja. Hoje, os mais esclarecidos e corajosos, já ousam denunciar. Falta agora a coragem para denunciarem também quando são enganados e lesados. Vejam, abaixo, um trailer do filme, recomendadíssimo e já em exibição nas principais salas do Brasil e do mundo:

Assistam ao filme e comentem! Saudações Irreligiosas!

Exibições: 328

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 16 março 2016 às 8:35

Oiced Mocam !

É incrível a forma como a igreja, alcançava êxito e apoio da sociedade no passado, para atos como esse que nos trouxestes em seu comentário. Não é de se estranhar, diante desses fatos, a capacidade dela de envolver a sociedade em suas teses tresloucadas no passado, e que hoje, certamente, seriam totalmente rejeitada não só pela sociedade, mas pela própria igreja, haja vista, que nem seus sacerdotes cometeram essa loucura.

A população deve ter cautela com as loucuras de sacerdotes em geral, sejam católicos ou protestantes. A história recente já nos deu mostras com o caso ocorrido nos EEUU do então pastor JIM JONES. Melhor seria que não frequentassem esses templos, por ser exploração da fé em coisa nenhuma, mas como duvidam, que pelo menos se acautelem.

Os mais jovem,possivelmente,nunca ouviram falar a respeito de Jim Jones, por isso forneço essa oportunidade através do vídeo  a seguir :

https://www.youtube.com/watch?v=1Jbk_qTupiw

Saudações irreligiosas.

Comentário de Oiced Mocam em 15 março 2016 às 11:00

Castração já!!! 

Até o século XVIII, a igreja e as refinadas cortes européias fomentaram a castração de meninos para conservar suas doces vozes angelicais.  Quando eram realmente talentosos, os Castrati, como são chamados, destacavam-se no teatro e na ópera, onde alcançaram fama e fortuna. Tomando as palavras de São Paulo, segundo o qual “as mulheres devem se calar na igreja”, o papa Clemente VIII proibiu que as mulheres cantassem nos coros religiosos.

As vozes graves não eram apreciadas e para que os registros vocais mais agudos fossem atingidos (admirados por parecerem mais puros e relacionados aos anjos), recorriam-se às vozes dos meninos castrados. A Igreja admitia em seus coros quem tivesse sido castrado “por males inevitáveis”.

A castração em si tornava-os estéreis e diminuía-lhes o desejo sexual, porém não impedia a ereção. O caso mais conhecido é o de Caffarelli que quis se casar o que era proibido pela Igreja. Em seu recurso pedindo permissão ao papa, esse conhecido e famoso cantor viu-se obrigado a argumentar, de maneira humilhante que havia sido “mal castrado”.

A resposta de Roma teria sido:

 

“Providencie, então, para que o castrem melhor”.

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 15 março 2016 às 9:26

Hideo Kamioto !

A castração  (rsrsrs)  muito provavelmente, irá tirar o "apetite" sexual dos pedófilos passivos. Sem apetite sem riscos à pedofilia.

Saudações irreligiosas.

Comentário de Hideo Kamioto em 14 março 2016 às 13:09

Rá, rá, rá, rá! Taí uma boa ideia, Paulo. Castração já! Só que.. isto não iria resolver porque existem os pedófilos passivos, aqueles que dão o fiofó e obrigam os moleques a... Isto também existe, mas as pessoas geralmente só pensam na 1ª hipótese. Talvez a segunda ( a dos padres gays) seja até mais comum. E nesta não dá para costurar o fiofó deles. O melhor mesmo é acabar com as igrejas e os internatos católicos.

Comentário de Paulo Rosas Moreira em 14 março 2016 às 9:41

Oiced Mocan !

A culpa da existência de padres pedófilos dentro da igreja, vem dos primórdios da ICAR. Explico : a inclusão do celibato como padrão religioso, foi copiado do culto do deus Atis, cujos sacerdotes, todos eram castrados, se a ICAR naquela oportunidade o tivesse copiado "in totum", com toda a certeza não teríamos padres pedófilos, ativos, como, também, acredito que a ICAR possivelmente não mais existisse nos dias de hoje, por motivos óbvios, concordas.

Vamos apoiar a castração de todos os representantes da igreja, já !

Saudações irreligiosas.

Comentário de Ivo S. G. Reis em 14 março 2016 às 3:21

Mais um comentário bastante esclarecedor e bem fundamentado do colega Oiced. Religiões gozam da presunção de incentivadoras e praticantes da moralidade e dos bons costumes. Mas usam essa capa de superficialidade para praticarem exatamente o oposto do que apregoam. Quem iria suspeitar, se não houvesse denúncias e investigações corajosas como as que retratam o filme em questão?

Essa atitude - a pedofilia religiosa - é muito mais abjecta e condenável do que a de um pedófilo comum, porque covarde, protegida. O pedófilo comum não tem controle sobre seus instintos e pratica o crime, mas sabendo o risco que corre. O ministro religioso faz a mesma coisa, mas sabendo que quase não existe o risco, o que o incentiva a continuar. E é ai que está a grande diferença.

A Igreja Católica, ao encobrir esses crimes, foi conivente e portanto, também criminosa, por omissão. O reconhecimento desses crimes (forçado por inúmeras denúncia e processos judiciais), o pagamento de indenizações às vítimas e o pedido de perdão do papa não minimizam a sua culpa.

E não tenham dúvidas: isso ainda existe e vai continuar, enquanto as religiões existirem como guardadoras da moral e dos bons costumes (para que acredita).

Saudações Irreligiosas

Comentário de Oiced Mocam em 13 março 2016 às 16:00

Os crimes de batina: Abuso Sexual, Pedofilia...

 O PAPA É CULPADO? – A responsabilidade do Vaticano por violações de direitos humanos - Livro de Geoffrey Robertson. Leitura recomendada!

Resultado de imagem para o papa é culpado

http://www1.folha.uol.com.br/livrariadafolha/1230368-leia-trecho-de-o-papa-e-culpado.shtml

 

Recentemente no mundo todo, padres católicos foram denunciados e duramente criticados pela sociedade por violarem o XI Mandamento de Deus. A imprensa divulgou milhares de crimes contra abusos e tortura sexual de crianças e adolescentes. Nos Estados Unidos da América, foram milhares de  casos denunciados. Só 14,32% foram levados à polícia conforme o relatório Jonh Jay. O resto do assunto morreu dentro das dioceses, acobertados pelos líderes. Como por exemplo, o caso do Cardeal Bernard Law. Contra os sacerdotes católicos, por esses tipos de crimes entre 1950 e 2002, a arquidiocese de Boston foi condenada  a pagar US$ 85 milhões  a 552 vítimas. No filme  que assisti e recomendo) Spotlight-Segredos Revelados, baseado em uma história real, o drama mostra um grupo de jornalistas em Boston que reúne milhares de documentos capazes de provar diversos casos de abuso de crianças, causados por padres católicos. Durante anos, líderes religiosos ocultaram o caso transferindo os padres de região, ao invés de puni-los pelo caso. Em Los Angeles ela dese mbolsou US$ 600 milhões, para 500 pessoas molestadas pelos sacerdotes.  Leia mais em:

http://www.bbc.com/portuguese/noticias/story/2004/02/040227_igrejacg.shtml

 Na Áustria o cardeal Hans Hermann Gröer, chefe da Igreja de seu país foi afastado. Na Austrália muitos foram afastados dos cargos nos últimos anos após as acusações de pedofilia. Muitos países tiveram problemas como, Alemanha, Austrália, Espanha, França, Inglaterra, Canadá, Suiça, Holanda. A situação pode ser ainda mais sombria em países da África e da América Latina, onde o assunto ainda não foi devidamente abordado.

Na Irlanda do Norte, os tribunais decidiram que a igreja como instituição é tão responsável quanto os padres pelos crimes que eles cometeram. No ano passado, 14700 crianças irlandesas receberam um total de 1,3 bilhão de euros em indenizações por terem sofrido violência sexual nas mãos dos padres. Muitas dessas denúncias resultaram em condenações com acordo entre a instituição e os queixosos. Foram indenizadas pelo Vaticano em milhões de dólares onde mais de cinco padres estiveram envolvidos.

Como pode uma instituição Santa religiosa, durante tantos e tantos anos, abrigar pederastas sádicos, desajustados, torturadores perversos e criminosos de batina? A quem os pais confiaram o ensino da religião dos seus filhos? De religiosos não tinham nada. Os milhões de dólares que a Igreja pagou, jamais serão suficientes para reparar o mal causado!

      Após investigações levadas a cabo, ficou provado que alguns bispos abafavam os casos e transferiram diversas vezes os padres suspeitos de abuso em detrimento de medidas mais drásticas.

       O ex-síndico de deus, o papa Bento XVI, deu ordens expressas aos bispos para não transmitir informações às autoridades oficiais. Em visita aos EUA afirmou ter “vergonha profunda” por aqueles atos.

 

Existem também casos em outras religiões. Exemplo:  Nos EUA a Igreja dos Mórmons Fundamentalistas, um dos ramos dissidente dos mórmons. Seu líder foi preso por abuso sexual em crianças. No Sri Lanka um monge budista se matou após ser condenado a 20 anos de prisão por pedofilia. Nos EUA, um rabino de Nova York foi preso em 2006, acusado de molestar crianças, mas nada comparado com o monopólio dos escândalos sexuais da Igreja Católica.

Conforme pesquisa realizada sobre como anda a vida dos padres católicos, foi revelado que mais de 40% dos presbíteros já tiveram relações sexuais com mulheres. Deveriam deixar o sacerdócio para constituir família. Existem, devido à frustração, milhares que largam a batina e os votos sacerdotais a cada ano para casar e ter filhos.

Existem denúncias de casos em que até dentro do Vaticano existe uma comunidade gay, com chefões da igreja fazendo sexo sadomasoquista. Muitos devem ter assistido às imagens de uma câmera escondida que um jornalista gravou dentro do Vaticano. Eles haviam se conhecido em um Chat de sadomasoquismo, na TV. Aparecem as imagens do monsenhor Tomasso Stenico, alto funcionário da Congregação para o Clero Dizendo: “Você é muito gostoso...”, estão lembrados desse flagrante ?

O escritor e cronista de O Globo, Arnaldo Jabor, relembrando a infância num colégio de padres em “Amor é prosa, sexo é poesia”:

“No velho colégio de padres onde estudei, a entrada dos alunos já era um desfile de velada pedofilia. O padre-reitor – ahh...tempos antigos de batinas negras, rosários nas mãos, panos roxos nos ombros, tristeza infinita nas clausuras – postava-se imóvel, na porta do colégio, numa pose severa, com os braços erguidos e as mãos oferecidas para os alunos que chegavam. Passavam por ele duas fileiras de dezenas de meninos, beijando servilmente suas mãos abençoadas. Havia algo de vadiagem naquilo, aquela negra batina imóvel, divina, como um manequim, as mãos beijadas com chilreios e devoção por mais de 500 meninos de calças curtas”. E mais, sobre um passado recente, em outra ocasião Jabor declarou:

“O padre parecia nervoso e começou a criticar meu cabelo, despenteado, eriçado. Pegou o pente e me penteou com mãos trêmulas e de repente me agarrou e me deu um beijo na boca.”

Há outros, que largam os filhos, mas não largam a batina. Por que, num ambiente que prega a castidade e a retidão moral, isso acontece tanto? Nos ensinamentos morais e éticos a fé cristã, diz que: Não faça a outro, o que não queres que façam a ti!  Seria falta de crença nos ensinamentos divinos? Um criminoso de batina se aproveita do poder e é figura respeitável no seu círculo social. Quando padres, pastores e rabinos judeus que dedicam a sua vida para fazer o bem, cometem crimes hediondos e se comportam muito mal, como fica a moral, a ética a reputação da Igreja e dos representantes de Deus? Sacerdotes, predadores desprezíveis, hipócritas destruidores da vida, provocam no povo a falta de fé. Atos escandalosos que fazem os homens cair, ao invés de seguirem o caminho da sua religião. A criança molestada passa a ser um adulto infeliz e muitas vezes neurótico e também se transforma em um outro predador sexual. Pode  haver moralidade onde há abusos?

A pedofilia na Igreja também é conseqüência direta do celibato. É óbvio que se a força máxima da vida é esmagada, a Igreja, vira uma máquina de perversões e de homossexualismo, visível em qualquer internato religioso. A proibição do casamento de religiosos foi adotada 900 anos após a suposta "morte" de Jesus Cristo.  Ensinar e exigir celibato é contra a natureza. Eu acho que todos os governos do mundo deveriam declarar o celibato um crime, e qualquer pessoa que prega o celibato deveria ser preso imediatamente.

Colocar monges em monastérios e freiras em lugares separados não permitindo que eles se encontrem é criar o homossexualismo, é criar o lesbianismo. A pedofilia não está só na carne do jovem assediado. A pedofilia é mais geral, abstrata, no prazer do domínio sobre os corpos e a mente dos mais fracos, jovens ovelhas, que são obrigadas a jurar, perante Jesus Cristo e pastores de Deus. A Igreja insiste com a pregação de abstinência sexual que sabem ser impossível, entre os que fazem voto de celibato vitalício.

 A principal razão é a ampla impunidade assegurada pelo direito canônico, código legal exclusivo da Igreja, que rege com punições ínfimas tais crimes, considerados pelo Vaticano como meros pecados. Além disso, o sistema católico costuma exigir o silêncio das vítimas. Escondem os fatos das autoridades e recolocam os padres molestadores para novas paróquias, onde podem reincidir livremente. Tal sistema de impunidade é administrado pela Congregação para a Doutrina da Fé, que foi comandada pelo cardeal Joseph Ratzinger, o ex-papa, durante quase um quarto de século. E o que por sua vez dificulta a responsabilização do Vaticano pelo acobertamento de tais crimes é a imunidade legal que lhe é garantida por ser um Estado soberano (desde o espúrio Tratado de Latrão, assinado pelo ditador Benito Mussolini em 1929), o que pressupõe um foro privilegiado.  O ex-Sumo Pontífice – ex-líder do Estado vaticano – é responsável por inúmeros abusos viabilizados e acobertados ao longo dos anos e, em última análise, deveria ser julgado por crimes contra a humanidade.  Verdade seja dita. Um recentemente foi para a cadeia do quartel-general do Vaticano... leia mais com a minha denuncia completa em:

http://livrodeusexiste.blogspot.com.br/2012/05/sexo-homossexualidad...

Saiba mais em: 

http://www.veritatis.com.br/doutrina/a-igreja/980-o-celibato-clerical

 Colaborou, O

Oiced Mocam

Leia mais na Web sobre o assunto em:

 

https://en.wikipedia.org/wiki/Catholic_Church_sexual_abuse_cases

 

 http://irreligiosos.ning.com/profiles/blogs/vitimas-da-pedofilia-uma

 

“...Querido João Paulo II, muitos papas foram santificados pelo Vaticano, porém poucos subiram ao céu, alguns foram até enviados para o inferno. De  modo que sua aprovação, para entrar no céu, somente acontecerá quando você revelar os nomes dos padres pedófilos que você acobertou durante o seu pontificado, a fim de que seus pecados sejam purgados, algo como uma delação premiada.

https://observadorcriticodasreligioes.wordpress.com/2014/04/29/como-a-noticia-da-santificacao-de-joao-paulo-ii-foi-recebida-no-ceu/

 

Sugestões bibliográficas:

DALARUN, Jacques. Amor e celibato na igreja medieval. São Paulo: Martins Fontes, 1990.

OLIVER JR., O. G. Celibato. Em ELWELL, Walter A. (Ed.). Enciclopédia histórico-teológica da igreja cristã. São Paulo: Vida Nova, 1988-1990. Vol. I, p. 270s.

RANKE-HEINEMANN, Uta. Eunucos pelo reino de Deus: mulheres, sexualidade e a igreja católica. Rosa dos Tempos, 1996.

Cenas fortes: BBC expõe as tramas do Vaticano para encobrir pedofilia. Saiba o que é feito, por décadas, para tentar esconder este crime contra milhares de crianças: Assista Minha Maxima Culpa e Silêncio na Casa de Deus!

https://youtu.be/qzbpH_k0lhY

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço