Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Nosso colega, Rafael Rocha, publicou na edição especial de dezembro, do seu conceituado Jornal Humanitas, o artigo abaixo, que aqui reproduzimos. O Jornal Humanitas é divulgado em suas formas impressa e virtual, possuindo colaboradores e distribuição em vários estados brasileiros e em Miami (Estados Unidos), Lisboa (Portugal), e Madrid e Barcelona (Espanha).

JORNAL HUMANITAS Nº 54 – DEZEMBRO 2016 –PÁGINA 8

Natal, Papai Noel, Jesus Cristo e ateus

Especial do Humanitas

Quando buscamos a verdadeira história do natal, acabamos diante de rituais e deuses pagãos. Sabemos que Jesus Cristo foi colocado como “penetra” numa festa que nada tinha a ver com ele. 
Afinal de contas, não existem provas de que tal indivíduo existiu e muito menos que nasceu em um 25 de dezembro. 
O verdadeiro simbolismo do natal oculta uma história das mais antigas criada pelo homem. A festa tem origem no que chamam de paganismo. 
Era um dia consagrado à celebração do “Sol Invicto”. O Sol é representado pelo deus greco-romano Apolo, e seus equivalentes entre outros povos pagãos são diversos: “Ra”, o deus egípcio; “Utudos”, na Babilônia; “Surya” da Índia; e também “Baal” e “Mitra”.
“Mitra” era um deus muito apreciado pelos romanos. Aureliano (227-275 da Era Comum), imperador de Roma, estabeleceu no ano de 273 da Era Comum, o dia do nascimento do Sol em 25 de dezembro “Natalis Solis Invicti”, que significava “Nascimento do Sol Invencível”. 
O Império Romano passou a comemorar nesse dia o nascimento de “Mitra Menino”, deus indopersa, que, segundo diz a lenda, ao nascer foi visitado por reis magos e presenteado com mirra, incenso e ouro. 
Era também nessa noite o início do Solstício de Inverno, segundo o Calendário Juliano, que seguia a “Saturnália” (17 a 24 de dezembro), festa em homenagem a outro deus chamado “Saturno”. 
Essas festividades pagãs estavam arraigadas nos costumes populares desde tempos imemoriais até serem suprimidas com o advento do cristianismo, imposto (através de decreto) como religião oficial por Constantino (317-337 da Era Comum), então imperador de Roma. Como antigo adorador do Sol, e influenciado por isso, Constantino fez do dia 25 de dezembro uma festa cristã.
Constantino transformou as celebrações de homenagens à “Mitra”, “Baal”, “Apolo” e outros deuses, na festa de nascimento de “Jesus Cristo”. 
Já sobre “Papai Noel”, esse velhote de longas barbas brancas já era capa de revistas, livros e jornais, no final do Século XIX, aparecendo em propagandas do mundo todo. 
O personagem foi ganhando várias nuances até que em 1931 a “The Coca-Cola Company” contrata um artista e transforma Papai Noel numa figura totalmente universalizada. Assim, sua imagem terminou por ser adotada como o principal símbolo do natal.
No ateísmo não existe uma figura de deus ou deuses para crer e adorar. Portanto, não faz muito sentido para o ateu festejar o dia 25 de dezembro. Afinal, essa data, hoje, é a do hipotético aniversário de um outro deus imaginário, denominado “Jesus Cristo”.
Então o ateu deve ficar trancado no quarto de sua casa até a data passar? Nada disso!
Para o ateu todo dia deve ser de festa e de homenagem à vida. Assim, o ateu participa da festa de natal pelo mesmo motivo dos cristãos: para comer, beber, cantar, dançar e ficar batendo papo com a família e com os amigos depois da meia-noite.
Por outro lado, o comportamento humano nessa data realça uma tremenda hipocrisia em cerca de 90% das pessoas. 
Por que será que nessa época todos ficam tão solidários com os mais necessitados? 
Por que será que doam cestas básicas para os pobres e presentes para as crianças órfãs, e, no resto do ano, esquecem que essas pessoas existem? 
Em outras palavras a festa de natal é uma festa capitalista onde predomina a hipocrisia. 
No mais, tudo é mitologia. Tudo provém das religiões pagãs europeias, anteriores à chegada do cristianismo.
 
Fonte: Jornal Humanitas (http://jornalhumanitas.blogspot.com.br/ )

Exibições: 74

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Lilian Sokorowa em 16 dezembro 2016 às 16:20

Perfeito mesmo, colega Rafael. Parabéns pelo maravilhoso texto. Veja meu outro comentário no texto do nosso administrador ( "Papai Noel e Natal...Por que se mantém esta farsa?"), igualmente interessante. Dei umas sugestões por lá e repito mais uma aqui: Republiquem determinados artigos de tempos em tempos, principalmente quando a ocasião for oportuna ou quando eles confirmem o que já se debateu antes.

A despeito de tudo o que sabemos sobre o Natal, minha mensagem de "Boas Festas" a todos, à nossa moda, é claro. Que no próximo ano, continuemos aqui, juntos, combatendo esse tipo de coisas.

Comentário de Rafael Rocha em 16 dezembro 2016 às 0:24

Ficou perfeito! Valeu, amigo Ivo!

Comentário de Ivo S. G. Reis em 10 dezembro 2016 às 20:11

Perfeita a sua colocação, Rafael. Convalido "in totum" e ainda acrescentaria mais algumas coisas, como as que estão neste nosso artigo, que recomendo: "Papai Noel e Natal...Por que se mantém esta farsa?"

Saudações Irreligiosas!

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço