Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Plano de Salvação? (matéria enviada por Oiced Mocam)

Recebi em meu email aqui do Irreligiosos a excelente matéria abaixo, enviada pelo nosso colega-membro Oiced Mocam e que ora repasso a vocês, por ser assunto de interesse de todos. Vale a pena ler:

"

Resposta publicada no Hypesciense sobre “Plano de Salvação”

Tem gente que não sabe o que é ser ateu... mas basicamente ser ateísta é não precisar de um Deus nem de deuses para justificar os próprios atos. Não é simplesmente "negar" a existência de deus/deuses. É assumir a responsabilidade de estar vivo e viver conforme a própria consciência, fruto do funcionamento cerebral.

Ser ateísta portanto é não ter vínculos com outras realidades supra-humanas, é estar livre para decidir por si mesmo, sem medo de estar indo contra ou esperando estar a favor de algum tipo de supra-consciência à qual se deva obediência e submissão cega. É reduzir as crenças a um número limitado delas, focadas no aqui/agora. É não se saber ligado aos demais por algum tipo de poder sobrenatural mas simplesmente pelo fato de "apenas" ser um ser humano convivendo entre os demais seres humanos e de acordo com as leis humanas. É não esperar recompensa por seus atos senão aquelas que outros seres humanos possam oferecer como recompensa.

Ser ateísta é ser "simples", é ter cortado todo excesso, é enxergar a vida pela perspectiva humana, sem a necessidade de deificá-la nem a necessidade de idolatrar a quem quer que seja. E lógico que ateístas têm Fé, Fé em si mesmos mas ela não os "cega", pelo contrário, ela faz abrir os olhos para o que está acontecendo a fim de que se tomem as medidas necessárias, sem acreditar numa outra justiça maior do que aquela que possa ser levada a cabo por si mesmo ou pelos desígnios humanos.


Da mesma forma como não há provas da existência de Deus e, caso alguém afirme categoricamente que Ele existe o ônus da prova recai sobre quem afirmar, também não há provas de que ele "não existe" e nenhum ateísta se engajará de buscar as provas de uma "não existência", uma vez que não há meios de provar algo que não existe...

Contudo, há meios sim de aceitar a existência de algo que comprovadamente existe. Portanto, para um ateu deixar de ser ateu bastaria que alguém provasse a existência de Deus, coisa essa que os teístas em sua Fé em Deus ainda não foram capazes de provar... e aí? Qual o problema em ser Ateu? Se para que Deus exista basta que se creia nele, alguém que negue a necessidade de crer em Deus não pode ser tomado como portador de uma Fé cega... apenas alguém não preocupado com o que não faz falta.


Faça uma experiência sem medo: tire Deus/deuses do palco da existência e veja, perceba o que sobra. O que sobra? A mesma vida de sempre... Pense nisso.

A crença em Deus antes de ser uma "necessidade" é o maior dos vícios. Ela expressa imaturidade e a necessidade de um Pai guiando os próprios passos de quem estiver "viciado" em acreditar num "pastor", num condutor. É alienante e altamente prejudicial ao desenvolvimento pleno da potencialidade humana...

Amor é prova da existência de Deus? Ou é algo "imanente" na própria "vida"? O que é o Amor para que possa ser confundido com um "algo mais" além de nós mesmos? Como a Matéria sem propósito criou o propósito e a ordem? Mas, quem "vê" tal ordem? Quem "vê" tal propósito senão nós mesmos? O universo é um caos que nós percebemos ser ordenado... a inteligência é capaz de ver tal ordem... mas isso é prova de que Deus existe? Ou a necessidade de "ver" tal ordem nasce da necessidade de compreender o caos? "Ver" padrões indica que algo está sendo compreendido, nosso cérebro funciona assim, ele seleciona partes desconexas e as agrupa conforme as semelhanças encontradas entre elas... onde está Deus na ordem que nós mesmos emprestamos ao Universo?



E a Reencarnação... como se explica sem a existência de espíritos e Deus?

Hum... Você sabe como o cérebro funciona?
Nem os cientistas sabem completamente... mas estão pesquisando ao invés de atribuir as qualidades desse órgão à existência de um Deus ou de uma consciência migratória. Sabe-se hoje em dia que tudo o que experimentamos nasce do equilíbrio físico-químico das reações que desencadeiam os pulsos elétricos a serem transmitidos em cadeia pelos
neurônios dentro do cérebro. Ampute-se uma parte disso, lesione-se alguma região lá dentro da cabeça de um indivíduo e a "personalidade" diferenciada por algum ou outro atributo já não existe mais! Leia o Erro de Descartes do Damásio, leia O Mistério da Consciência, O Sentimento de Si também dele. Não estou "mandando" que se leia... é apenas uma sugestão.



“Superstição” ...que palavra estranha esta! Se a gente acredita no bom Deus, isto se chama ter “fé”. Mas se a gente acredita em astrologia ou sexta-feira 13 o nome muda para “superstição”!

As doenças são um castigo dos deuses? Será que alguém acredita nisso hoje em dia? Muitas pessoas ainda consideram doenças como AIDS, como um castigo de Deus. Ora, isso significa que, para elas, deve haver um dedo de Deus na decisão sobre quem deve adoecer e quem deve continuar sadio. Se fosse Deus, forças místicas ou o destino, as pessoas não teriam livre-arbítrio. Não acreditamos que uma pessoa enferma possa ser curada por meios “sobrenaturais”. Não acreditamos na interferência de forças espirituais sobre a vida. Assim, não acreditamos que o homem tenha uma alma imortal. Vivemos uma boa vida (Carpe diem) porque nós libertamos do medo da morte. Não precisamos mais temer os deuses e se preocupar com a morte. È fácil alcançar o bem. É mais fácil suportar o que nos amedrontava. Ou seja, vivemos o momento, não acreditamos na ressurreição da carne, imortalidade da alma e da vida eterna.


Assim só para concluir, ser Ateu não é negar a maravilha, o grandioso, o magnífico. É simplesmente não precisar de explicações com base na "fé cega" para algo que carregamos. Se Deus existe, ou Ele não pode fazer nada para impedir as mais terríveis calamidades, ou então Ele é impotente, ou então é mau. E ainda qualquer Deus que se preocupe com coisas tão triviais como o casamento gay, ou o nome pelo qual Ele é chamado nas orações, não é tão inescrutável assim. Os ateus consideram outra possibilidade, claro, que é ao mesmo tempo mais razoável e a menos odiosa: o Deus bíblico é uma ficção, tal como Zeus e milhares de outros deuses mortos que a maioria dos seres humanos mentalmente sãos hoje ignora. E quando Você argumenta que seu Deus é verdadeiro, aí toda a sua tese desmorona, porque cada cultura tem uma inspiração divina que aponta para uma dimensão mágica diferente, governada por um criador do universo diferente. Para o seu Deus existir, todos os outros precisariam existir também. Não há porque considerar apenas o "seu" Deus verdadeiro.

Tire Deus agora e o que sobra? O Universo, toda a maravilha e beleza que nós experimentamos a partir de nossa inteligência e nossa capacidade de vermos padrões e ordenação. Não há palavras para se descrever o fato de sermos partes disso tudo e termos inteligência para perceber a grandiosidade e a infinidade contida em cada porção mínima de matéria. Quem já tenha lido sobre a física de partículas, sobre Mecânica Quântica já faz uma idéia: A maravilha não para no átomo, ela adentra ainda mais esse mundo diminuto estendendo-se para além dos limites de nossa compreensão. Para quê Deus e tudo o que nos condicionamos a acreditar que Ele represente para nós? Já não basta estarmos vivos e experimentando o mundo? Para que um regente supremo de nossos atos além de nós mesmos? ...Ser ateu é ater-se ao presente e simplesmente vivê-lo... é estar ancorado no meio do nada que se faz tudo quando é observado e vivenciado a partir da inteligência seja ela humana ou animal, seja ela inerente à matéria ou não, não importa.

Para ser mais preciso: a humanidade está diante de questões importantes, para as quais não é fácil encontrar uma resposta adequada. E então abrem-se duas possibilidades: podemos simplesmente enganar a nós mesmos e ao resto do mundo como se soubéssemos de tudo o que vale a pena saber uma conversa da idade do bronze), ou então podemos simplesmente fechar os olhos para questões importantes e desistir para sempre de ir em frente. Um ateu tem grande confiança na razão humana enquanto fonte de conhecimento do mundo. Por meio da razão, que de certa forma é o oposto de achar e sentir, o indivíduo isolado pode sair das trevas das caverna e buscar a luz e a realidade do mundo.

Somos felizes porque desenvolvemos e utilizamos todas as nossas capacidades e possibilidades, através do equilíbrio e da moderação alcançamos a harmonia.

Muitos ateus como eu, não conseguem ficar à parte das discussões que impedem, as transfusões de sangue, aborto, aborto, relações com camisinha, homossexualismo, direitos humanos, evolução científicas, transplantes, origem do universo, evolução, massacres, genocídios ou atos terroristas (provocados pela intolerância religiosa) ou pregações dos mercadores da fé, em moda no Brasil.

Recorde que a história da maioria de religiões é sangrenta, cruel e repressiva, não importa como muita eles reivindicam ser baseada no amor. Os cristãos abusaram, atormentaram, insultaram, torturaram e mataram pessoas durante séculos, com base em uma leitura teologicamente defensável da Bíblia. Como então, Você pode argumentar que o seu Livro Sagrado oferece a expressão mais clara da moralidade que o mundo já viu?
Não esperamos um deus resolver os problemas do mundo. Olhe à ciência, a tecnologia e o humanismo como ajudam. A religião lhe diz como ir para o céu, a ciência como funciona o céu. Ateus, não são contra os religiosos de qualquer denominação ou credo, mas sim as idéias deles que não estão acima da crítica.

Resposta publicada em:

http://hypescience.com/rezar-pode-aliviar-a-mente-de-acordo-com-est... "

Exibições: 137

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Carla S. em 21 dezembro 2012 às 14:13

Muito bom o texto, mesmo eu tendo maior tendencia agnostica, acho que é bom pesquisar a fundo a origem dos livros que estão com alguns religiosos, existem livros que possuem até 80% de omissão ou adulteração em seus textos segundo teologos com exegese e principalmente (sem religião), então algum escrito houve só que não é esse. eu  não posso afirmar ainda que um ser supremo não existe ainda estou na procura...mas não é esse, sinto que é só uma "energia", não um "carrasco leitor de mentes" entende? queria poder explicar, mas nem eu sei então não consigo. abs!

saudações irreligiosas.

Comentário de Ivo S. G. Reis em 5 julho 2011 às 22:56

Oiced:

Estou surpreso que um texto tão verdadeiro e profundo como este tenha tido tão poucos comentários. O que terá ocorrido? Tem de haver um motivo e assim que descobrir aviso.

Já notei que muitas vezes o dia e a hora em que o texto foi publicado e ainda a concorrência de outros, no mesmo intervalo às vezes provocam essa situação.

Quem descobrir, por favor avise, porque textos como esse e o do Assis Utsch, sobre o mesmo assunto, têm de ser divulgados à exaustão.

Mudando de assunto, visitei  seu blog (post "Carta de Apresentação") e deixei lá dois comentários, mas parece que o primeiro foi acidentalmente cortado.

Abs!

Comentário de Cristiano Goes em 19 junho 2011 às 19:59
Muito bom texto e que prova que se as pessoas que superlotam os templos parassem para pensar critica e logicamente no que acreditam com certeza as religiões se não se extinguissem por completo , pelo menos diminuiria e muito os LUCROS dos comerciantes da fé.
Comentário de Assis Utsch em 19 junho 2011 às 11:55

Muitos ateus deixam de sê-lo por não terem uma básica teórica suficiente, faltam-lhes a leitura de bons livros ateístas, como por exemplo o Tratado de Ateologia; Deus Não É Grande; Carta a Uma Nação Cristã; Deus, Um Delírio; Por Que Não Sou Cristão; Aprender a Viver; O Espírito do Ateísmo; etc. Nenhum ateísmo é sólido se seu portador não for um cultor de bons livros, porque o ateísmo não decorre de rebeldia, mas de compreensões. Compreender que os chamados livros santos de todos os credos são apenas mitologias, lendas e fábulas milenares que foram recontadas, recriadas, reescritas e repetidas graças aos costumes, tradições, doutrinação; compreender que as religiões são apenas superstições mais elaboradas; que o Deus tem a mesma natureza dos outros deuses e outras divindades como os fetiches, os totens, xamâs, etc; compreender que o Universo tem e teve múltiplas formas, e existe desde sempre, não teve nenhum Criador, sobretudo porque a física quântica não revogou a Lei da Conservaão da Matéria e Energia : "nada se cria, nada se perde, tudo se transforma".

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2018   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço