Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

Revista Época Entrevista Bart Ehrman, Autor de Cristo Interrompido

A propósito do artigo "Bíblia e Evangelhos Não São Sagrados", do Sr. Ivo S. G. Reis, acrescento um clipping da matéria da revista Época, em que Bart Ehrman, professor de estudos religiosos da Universidade da Carolina do Norte, fala sobre seu novo livro, no qual debate as contradições dos evangelhos. Veja a íntegra da matéria e conheça um pouco mais o pensamento deste controvertido autor:
---------------------------------------------------------------
O americano Bart Ehrman cresceu em uma família religiosa e, quando adolescente, havia se tornado um evangélico fervoroso. O interesse pela Bíblia e por sua história o acompanhou a vida toda e hoje, após 35 anos de estudo, diz ter abandonado o Cristianismo por não acreditar que Deus poderia estar no “comando de um mundo cheio de dor e sofrimento”. Professor de estudos religiosos na Universidade da Carolina do Norte em Chapel Hill, Ehrman já escreveu 21 livros sobre religião, incluindo Verdade e Ficção em O Código Da Vinci, sobre o best-seller de Dan Brown, e O que Jesus Disse? O que Jesus Não Disse? – Quem mudou a Bíblia e por quê, que figurou entre os mais vendidos na lista do jornal The New York Times. Agora, em Jesus, Interrupted (ainda sem tradução), que será lançado no Brasil no segundo semestre, Ehrman tenta revelar as contradições da Bíblia, que provam, segundo ele, que o livro não foi enviado à humanidade por Deus.

ÉPOCA – De um tempo para cá temos visto um crescimento do número de títulos com críticas às religiões. O que está motivando os leitores?
Bart Ehrman – Há uma reação contra a direita conservadora do mundo religioso. Aqui nos Estados Unidos há vários líderes desse tipo que tiveram muita atenção da mídia por muito tempo, e as pessoas que estão do lado esquerdo deste espectro começaram a se incomodar. Muitos desses livros escritos por essas pessoas chamadas de "neo-ateístas" são uma representação deste movimento.

ÉPOCA – Alguns dos principais representantes do "neo-ateísmo" são Sam Harris e Richard Dawkins. Em um artigo recente da revista Time, o senhor reconheceu que compartilha leitores com eles. Mas o senhor se considera parte deste movimento?
Ehrman – Não me considero um ateu e não acho que estou fazendo a mesma coisa que esses autores. Eles têm feito coisas boas, mas estão atacando a religião sem conhecer muito. Quando eu escrevo, faço isso como alguém que já esteve profundamente envolvido com a Cristandade, mas que agora a rejeitou. Por isso, a minha perspectiva é completamente diferente.


ÉPOCA – O que fez o senhor passar de um fiel cristão a um “agnóstico feliz”?
Ehrman – Fui criado na Igreja Protestante e fui um cristão muito ativo por vários anos. Mas eu deixei a cristandade não por conta dos meus estudos históricos sobre a Bíblia, mas por não conseguir mais acreditar que poderia haver um deus no comando deste mundo cheio de dor e sofrimento.

"A Igreja acabou juntando duas visões, de que Jesus é humano e divino, e criou um conceito que não está escrito nem [no evangelho] de João e nem no de Mateus"

ÉPOCA – Qual é o motivo de o livro se chamar Jesus, Interrupted [em tradução livre: Jesus, interrompido]? Quando e como ele foi interrompido?
Ehrman – O título significa que há inúmeras vozes diferentes falando no Novo Testamento. São autores diferentes, que possuem pontos de vista diferentes e que, muitas vezes, são conflitantes. Com tantas vozes assim falando no mesmo livro, muitas vezes é impossível escutar a voz do Jesus histórico, porque ele foi interrompido por outras pessoas.

ÉPOCA – E é possível definir qual é a maior contradição da Bíblia?
Ehrman – São muitas discrepâncias, mas é possível destacar duas. O apóstolo Paulo, por exemplo, acha que a pessoa chega a Deus apenas pela fé, e não pelo que faz. No capítulo 24 de Mateus, no entanto, nós lemos que boas ações levam ao reino dos céus. Essas duas visões são excludentes em um assunto determinante, que é a salvação. Também há visões diferentes sobre quem era Jesus. No evangelho de João, Jesus é Deus, mas nos textos atribuídos a Marcos, Mateus e Lucas não há nada sobre isso. No evangelho de Mateus fica claro que ele acredita que Jesus é um ser humano, e que é o Messias. A Igreja acabou juntando essas duas visões, de que ele é humano e divino, e criou um conceito que não está escrito nem em João e nem em Mateus.

ÉPOCA – O senhor acha que essas discrepâncias fazem da Bíblia uma história falsa?
Ehrman – Eu diria que os diferentes autores da Bíblia tem versões diferentes da história e por isso é errado tentar fazer com que eles digam a mesma coisa. Há muitos erros na Bíblia e, mais importante que isso, há diferentes pontos de vista teológicos e isso precisa ser reconhecido.

"Na tradição católica a fé nunca foi sobre a Bíblia, mas sobre os ensinamentos da Igreja e sobre acreditar que Jesus é o filho de Deus"

ÉPOCA – Desde quando a Bíblia começou a ser questionada? De que maneira isso enfraquece a Cristandade?
Ehrman – As pessoas só começaram a notar essas diferenças na época do Iluminismo, no século XVIII. Antes disso, os estudioso da Bíblia eram teologicamente comprometidos com ela e não imaginavam que poderia haver erros. Essas descobertas são problemáticas especialmente para quem acredita que a Bíblia foi entregue a nós diretamente por Deus. Se isso ocorreu, por que não temos a Bíblia original? Por que temos apenas manuscritos escritos mais tarde e que não são iguais? Essas diferenças mostram que não existe um livro com inspiração divina que foi entregue a nós.

ÉPOCA – E como isso afeta especificamente a Igreja Católica?
Ehrman – Existem estudiosos na Igreja Católica que concordam com quase tudo o que está escrito em Jesus, Interrupted. Mas na tradição católica a fé nunca foi sobre a Bíblia, mas sobre os ensinamentos da Igreja e sobre acreditar que Jesus é o filho de Deus. E isso não muda se a pessoa perceber ou não os erros da Bíblia. É bem diferente do fundamentalismo cristão que é tão poderoso onde eu vivo, no sul dos Estados Unidos. Aqui as pessoas acham que você só poder ser cristão se acreditar totalmente na Bíblia.

ÉPOCA – Alguns críticos do seu trabalho, especialmente o líder evangélico James White, dizem que você quer destruir a fé cristã. O que você acha disso?
Ehrman – Estou tentando destruir o tipo de fé cristã de James White! (risos). Mas na verdade nada que eu faça pode destruir o Cristianismo. O problema é que há um certo tipo de fé cristã que diz que a Bíblia não tem erros e é infalível, e eu não concordo com isso. Eu não sou o único que pensa assim. As opiniões que estão descritas no meu livro são as mesmas da maioria dos estudiosos da Bíblia há muitas e muitas décadas, mas eles não costumam falar disso em público. Meu livro apenas pega o que os estudiosos dizem há muito tempo e torna disponível para os leitores normais.

ÉPOCA – Você recebeu muitas críticas de leitores por conta do livro?
Ehrman – Recebi e-mails de pessoas bravas e sei que na internet há muita gente contrariada. Dizem que quero destruir sua fé, que sou o anti-Cristo. Mas a maior parte dos que escreve ficou grata pelo livro e feliz por eu ter dito essas coisas, já que suspeitavam desses erros, mas não tinham base teológica para questionar a Bíblia.
---------------------------------------------------------------------------
Fonte: Revista Época (http://revistaepoca.globo.com/Revista/Epoca/0,,EMI72106-15220,00-A+... )

Exibições: 148

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Ivani de Araujo Medina em 10 maio 2013 às 15:51

Mas quando disser qualquer inverdade com relação a mim, é claro que vou retrucar à altura. Tenho duas dessas na fila, só que estou sem tempo agora. Só não gosto (e nem você) é de ser humilhada publicamente e sem razão. Quando isso acontece, costumo dar a resposta na hora, e também publicamente.

Eu não ia publicar a resposta no fórum, mas depois disso estive meditando e mudei de ideia. Até lá.

Comentário de Ivani de Araujo Medina em 10 maio 2013 às 11:18

Lilian

Parece que estamos vivendo um grande equívoco. Podemos ser opositores e somos uns dos outros em diversos momentos da vida. Para mim a "coisa" não vai além disso. Quanto a matéria eu foquei a do meu interesse no momento. Estou caçando livros para uma interligação rsrsr.

Fique tranquila.

Saudações.

Comentário de Lilian Sokorowa em 10 maio 2013 às 10:24

Ivani:

Vcê escolheu a matéria errada, uma que pouco diz do meu modo de pensar em relação ao debate com crentes. A matéria que eu gostaria que você visse e desse a sua opinião é esta aqui: "Validade das discussões acadêmico-filosóficas de impossível ou questionável conclusão... Iniciar ou não? Se desejar examinar, o link é este aqui. E tem uma outra também que falo especificamente sobre o que acho que deva ser feito com os crentes. Mas deixa isso pra lá. Você já me classificou como sua opositora e eu não vou ficar esquentando a cabeça com isso. Mas quando disser qualquer inverdade com relação a mim, é claro que vou retrucar à altura. Tenho duas dessas na fila, só que estou sem tempo agora. Só não gosto (e nem você) é de ser humilhada publicamente e sem razão. Quando isso acontece, costumo dar a resposta na hora, e também publicamente.

Talvez por defeito da minha profissão, temos por hábito de que quando um jornal publica uma notícia falsa (às vezes sem maldade e por erro de fonte) ou quando ofende indevidamente pessoas que não merecem, ele faz uma "retratação pública" (espontânea ou a pedido da parte ofendida) e isto tem de ser feito no mesmo espaço onde a ofensa ocorreu. A retratação pública é uma espécie de reconhecimento do erro e, ao mesmo tempo, um pedido de desculpas e um desagravo ao ofendido. Isto não ocorreu comigo. Tomei duas cacetadas e fiquei quieta, por absoluta falta de tempo e também para esfriar a cabeça e poder responder educadamente. Será que eu o ofendi sem querer e você resolveu me dar o troco? Se ofendi, aponte onde foi e eu analiso e me retato, se estiver errada.

Conversamos outro dia.

Abraços!

Comentário de Oiced Mocam em 10 maio 2013 às 9:04

MUITAS VISÕES DIVERGENTES! Conforme Bart D. Ehrman!

Surgem erros quando a Bíblia é estudada historicamente. SE DUAS DESCRIÇÕES DE UM ACONTECIMENTO (a morte de Jesus por exemplo), são contraditórias em seus detalhes, os dois relatos não podem ser historicamente corretos. Um deles está errado, ou ambos estão, mas os dois não podem estar certos, pelo menos em relação ao que aconteceu. Surgem erros quando a Bíblia é estudada historicamente.

Alguns cristãos ficam ansiosos para aprender ao máximo, outros não querem ouvir, ou por ser complicado demais ou, mais provavelmente, por ameaçar ademais a sua fé.  Ou talvez os pastores tenham medo de que, caso a pessoa no banco da igreja saiba o que os estudiosos críticos históricos disseram sobre as discrepâncias e incoerências, contradições na Bíblia, ela acabe tendo uma crise de fé ou até mesmo perca a fé.

A GENEALOGIA DE JESUS, em Mateus e Lucas, Mateus 1 e Lucas 3, quem em cada genealogia são o pai, o avô e o bisavô paterno de José?...

O NASCIMENTO DE JESUS (CHRISTÓS): em dois relatos nos capítulos iniciais de Mateus e Lucas. Marcos e João. Registro histórico, censo, Herodes, os magos, a fuga do Egito, viagem a Nazaré, a cidade de José e Maria,...

O NASCIMENTO VIRGINAL E A ENCARNAÇÃO: Mateus, Lucas, Marcos, João.

O QUE DIZ A VOZ NO BATISMO DE JESUS? Em Mateus, Marcos e Lucas...

PARA ONDE JESUS FOI UM DIA APÓS SER BATIZADO? Em Mateus, Marcos e Lucas.

A FILHA DE JAIRO JÁ ESTAVA MORTA? Em Marcos e Mateus.

QUEM É A FAVOR DE JESUS E QUEM É CONTRA ELE? Em Mateus 12:30 e em Marcos 9:40.

QUANTO TEMPO DUROU O MINISTÉRIO DE JESUS: Em Marcos, Mateus, Lucas e João

A MORTE DE JESUS e crucificação de Jesus em Marcos, Lucas e em João (momentos distintos dependendo de qual Evangelho você está lendo).

NARRATIVAS DA PAIXÃO: Marcos e João

QUANDO JESUS CHEGOU A JERUSALÉM NA ENTRADA TRIUNFAL, QUANTOS ANIMAIS ELE MONTAVA: Marcos 11:7, Mateus 21:5,7

O QUE JESUS DIZ AO SUMO SACERDOTE QUANDO QUESTIONADO EM SEU JULGAMENTO? Leia e compare em Marcos e Lucas.

POR QUE MATEUS CITA O PROFETA ERRADO?

AS EXPECTATIVAS JUDAICAS QUANTO AO MESSIAS: A rejeição.

QUANDO  A CORTINA DO TEMPLO SE RASGOU? Em Marcos e Lucas

O QUE O CENTURIÃO DISSE QUANDO JESUS MORREU? Em Marcos, Lucas e João.

O JULGAMENTO PERANTE PILATOS: Em Marcos e João

A MORTE DE JUDAS: Em Marcos, Mateus, Lucas e João

AS NARRATIVAS DA RESSUREIÇÃO: Nos quatro Evangelhos.

QUEM REALMENTE FOI AO TÚMULO? Lucas, Mateus, Marcos, João.

OS ENSINAMENTOS DE JESUS DIFERENÇAS em Marcos e João

OS MILAGRES DE JESUS: Mateus, Lucas e João.

PAULO E MATEUS SOBRE A SALVAÇÃO E A LEI

AS VISÕES DE PAULO E MATEUS SOBRE A LEI; As mulheres caladas e submissas.

A VISÃO DE PAULO SOBRE A “JUSTIFICAÇÃO”

POR QUE JESUS MORREU? Em Marcos e Lucas.

QUANDO JESUS SE TORNOU O FILHO DE DEUS, O SENHOR E O MESSIAS?

DEUS PERDOOU A IGNORÂNCIA DOS IDÓLATRAS?

JESUS: LUDIBRIADOR, CURANDEIRO, EXORCISTA, MILAGREIRO, LUNÁTICO, SENHOR.  OU MITO?

APÓS SUA CONVERSÃO, PAULO (se é que existiu), FOI DIRETAMENTE A JERUSALÉM, para se reunir com aqueles apóstolos antes dele? Em que acreditar

AS IGREJAS DA JUDÉIA CONHECERAM PAULO?

PAULO FOI SÓZINHO A ATENAS?

QUANTAS VIAGENS PAULO FEZ A JERUSALÉM?

AS CONGREGAÇÕES ESTABELECIDAS POR PAULO ERAM COMPOSTAS DE JUDEUS E GENTIOS?

QUEM ESCREVEU A BÍBLIA?

QUEM ESCREVEU OS EVANGELHOS? OS AUTORES? Não temos os originais, somente milhares cópias cheias de erros feitas vários séculos depois.

CÂNONE CRISTÃO: Não foi a única invenção da Igreja inicial. Entre elas, a do Messias sofredor a divindade de Cristo, a Trindade e a existência do céu e inferno.

O CÂNONE MURATÓRIO: UMA PRIMEIRA TENTATIVA DE CÂNONE. E mais trezentos anos de debates antes que a questão do cânone começasse a ser definida.

ESCRITURAS NÃO CANÔNICAS: O Evangelho dos Ebionitas; O Evangelho Copta de Tomé;

OS ATOS DE TECLA: forjados por Tertuliano;

TERCEIRA CORÍNTIOS: Duas epístolas não canônicas.

A EPÍSTOLA DE BARNABÉ: Não incluído nos livros por ser virulenta e antijudaica.

O APOCALIPSE DE PEDRO: o predecessor da Divina Comédia, um passeio pelo céu e o inferno.

O APOCALIPSE COPTA DE PEDRO: Texto gnóstico, com relatos bizarros.

Nota: Havia muitos outros livros e epístolas considerados sagrados, por um ou outro grupo.

OS TESTEMUNHOS DE PÁPIAS NÃO SÃO CONFIÁEIS. Em relação a Mateus e Marcos.

OS TESTEMUNHOS DE IRINEU

CÉU E INFERNO: Uma invenção posterior cristã, assim como a Trindade. O apóstolo Paulo transformou o ensinamento simples de Jesus sobre o advento do Reino em um sistema teológico complicado de pecado, julgamento e redenção.

AS FALSIFICAÇÕES NO NOVO TESTAMENTO: Erroneamente atribuídos, textos homônimos; escritos pseudepigráficos (livro cuja autoria é falsa, Paulo,  por exemplo, em Tessalonicenses, Colossenses e Efésios, as epístolas pastorais de 1 e 2 Timóteo e Tito).

PARA PRODUZIR FRAUDES NOS TEXTOS LITERÁRIOS MOTIVAÇÕES: por autores pagãos, judeus e cristãos:

Para contestar determinado ponto de vista; defender a ideia de que sua própria tradição tenha inspiração divina; gerar lucros; para se opor a um inimigo; por humildade?; por amor a um personagem com autoridade; para ver se era possível enganar; para completar a tradição; para contestar outras fraudes; dar autoridade aos pontos de vista de alguém.

NINGUÉM PODE RACIONALMENTE DUVIDAR DE QUE MUITO DA ANTIGA LITERATURA CRISTÃ É FALSIFICADA E É FRAUDE.

Com diz Barth D. Ehrman, em seu livro best-seller, que a Lilian recomenda, e tenho me apoiado em muitas das suas afirmações e descobertas,“Quem Jesus Foi? Quem Jesus Não foi? " (Editora Ediouro):

Alguns poderão ficar muito desconfortáveis com as informações apresentadas, de que os Evangelhos não são verdadeiros como fato, como história. Estou só mostrando o “caminho das pedras”, para que continuem as suas pesquisas e conclusões finais. Se concluir que não podem ser verdadeiros (os milagres bíblicos - tropos literários - por exemplo), ou de algum valor. Tira o mito Cristo das Escrituras. E o que mais encontrarás lá?

E se for esse o seu caso, faça o que eu fiz: receba as com a mente aberta e esteja disposto a mudar caso isso seja necessário. Ou relaxe e aproveite! 

http://livrodeusexiste.blogspot.com.br/2012/07/biblia-quem-escreveu...

http://livrodeusexiste.blogspot.com.br/2012/07/biblia-quem-escreveu...

Sds, Lilian

Oiced Mocam

Comentário de Ivani de Araujo Medina em 10 maio 2013 às 6:54

A propósito, parabéns pela escolha dos assuntos. Este está ótimo.

Comentário de Ivani de Araujo Medina em 10 maio 2013 às 6:53

Cá estou. finalmente vim dar uma olhada na sua página por causa da sua reclamação. Gostei do que li e não imaginava nada diferente. Penso que talvez seja melhor tratarmos do seu desabafo particularmente. Quando se usa esse termo (desabafo) é porque algo vem incomodando há muito tempo. Como apenas você se manifestou, e para não ocuparmos o fórum com questões pessoais, creio que seja o mais indicado.

Comentário de Ivo S. G. Reis em 6 junho 2009 às 23:43
Embora tardiamente, parabéns por trazer-nos tão interessante matéria. Este é o tipo de literatura que os cristãos fanáticos deveriam ler. Mas eles nem querem fazer isso, pois têm medo da verdade e preferem viver na doce ilusão de que estão com Jesus e Deus e que "Eles" os escutam.

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2018   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço