Irreligiosos

Se você não sabe, aceita e não questiona, embota-se e acaba virando crente.

O Natal é só mais um feriado. Superestimado, diga-se de passagem. É a gota d'água.
-------------------------------
Este vídeo, bem humorado e inteligente, encontrado no Youtube após a publicação da nossa matéria "Natal e Papai Noel... Por que não acabam logo com isso?" (postada aqui no Irreligiosos, em 23/12/2011), bem que poderia ilustrá-la. Como se percebe, não somos só nós, os irreligiosos, que condenamos o Natal. Embora ainda timidamente, algumas pessoas começam a acordar para os efeitos maléficos da farsa e já se fala até em campanhas contra o Natal. Que bom. Acabar com a prática já enraizada seria muito difícil, mas diminuir o seu poder de contágio e sedução é possível, desde que as pessoas comecem a ter coragem de dizer o que pensam, sem medo das recriminações.

Classificação:
  • Atualmente, 0/5 estrelas.

Exibições: 92

Favorito de 1 pessoa

Comentar

Você precisa ser um membro de Irreligiosos para adicionar comentários!

Entrar em Irreligiosos

Comentário de Erony Michelle-Haydee Trapp em 14 novembro 2012 às 18:09

Muito apreciado Ivo:  Nao tenho vindo, com frequencia, ao Irreligiosos.  Meu tempo, ha varios meses,  e' sumamente escaco.

Quando visito este nosso maravilhoso e cultivante  Forum, adoro observar o progresso daqueles que continuam, fielmente, aqui' .

Sobre a abolicao do Natal, sinceramente, ha muitos anos que vejo essa necessidade.  Nos EE.UU. onde vivo ha varias decadas, e' irritante, a exploracao comercial, desta data, que, na minha infancia, tinha beleza em todo coracao puro.

Aqui, Ivo, e' terrivelmente perturbador, pois em inicio de agosto, ja aparecem as deprimentes propagandas do "Christmas"  (Natal).

Como o cancer, o Natal esta'  "alastrado" em todos os paises, onde predomina a  fe'  que criou a abominavel Inquisicao.

Nos ultimos anos, tambem o Halloween esta' comercializando na mesma trilha, e, pegando incautos, na mesma faceta. 

Nem acreditei, quando percebi' que ate' no Brasil, celebram o lugubre e tetrico festival de doboche aos mortos; onde o epicentro da alegria, consiste em mostrar caveiras e esqueletos.

------------------

Abolir o Natal?   Podera' ser dificil, mas nao impossivel.  Devemos fazer movimentos de alerta, `as criancas.  Talvez atraves de livros infantis, programas de televisao, etc.  . . .

 

Nenhum governo pode proibir, do ateismo mostrar, em livros e revistas, a verdade sobre as farsas religiosas. 

Nos EE.UU.  ha muito que ja' foi proibida toda e qualquer demonstracao religiosa, nas escolas.  Nem crucifixo, nem estrela de David, nem a lua com a estrela ou qualquer outro simbolo de religiao.

Nem em camisas, bijuteria, etc.  . . .

 

Educando a infancia, seria, creio eu, o passo mais rapido para ensinar as aberracoes de religiao e todas suas farsas.

Se o governo de uma nacao, permite livros de religiao, voltados `as criancas, deve OFICIALMENTE, PERMITIR LIVROS DE ATEISMO `A MESMA DIRECAO (ao mundo infantil). Nessa trajetoria, tais livros, chegariam tambem, a pais e professores, levando a mesma mensagem da verdade .

Nao dispenso festinhas em casas de amigos ou conhecidos.  Ja' sabem que "chego  sem presente algum.  Onde tem oracao, fico calada.

Uma farsa, mesmo.  Uma das mentiras mais descaradas que eu ja' vi, e' esse tal evento, que, para a maioria dos participantes, nem pensam no imaginario nascimento de cristo.

A ideia dos incautos, e' comprar, comprar e comprar.

Ha varios anos atras, um mocinha, caixa de uma das drogarias de Houston, me contou, que "estorou" seu cartao-de-credito, em mais de quatrocentos dolares, em presentes;  ate' mesmo para pessoas que ela mal conhece.

Ela me perguntou:  -"Gastou muito" ? 

Eu respondi:  -"Nem um so' centavo".

-----------------------------------------

Ivo, entre tantas de suas frases maravilhosas, adorei esta de 28/12/11:   "O Natal e' uma farsa da Igreja e do capitalismo".  Valeu !

Abracos  Irreligiosos e cordiais,

Erony Michelle-Haydee. 

 

 

 

 

Comentário de Ivo S. G. Reis em 28 dezembro 2011 às 3:42

Luísa:

Enfatizo o que você disse: " Acho que nós, irreligiosos, temos a responsabilidade de mostrar, que se pode participar num evento sem ser necessário aderir às imposições capitalistas ou dogmas religiosos". Essa é a ideia e que você captou muito bem. Apesar de não ter o que comemorar, porque o Natal é uma farsa da Igreja e do capitalismo, podemos aproveitar a data para nos congraçarmos com os nossos familiares e amigos.

Mas se paramos para pensar bem, nem isso é necessário porque, para fazer esse congraçamento, poderíamos utilizar apenas as comemorações da passagem de ano, o Ano Novo, e já seria o suficiente. Portanto, o Natal é completamente ridículo, falso e desnecessário. Abaixo o Natal!

Um bom Ano Novo, com muitas reflexões e novas conquistas para todos.

Saudações Irreligiosas!

Comentário de Luísa L. em 27 dezembro 2011 às 6:23

Ivo, o vídeo é muito interessante, gostei muito. Profissional, mesmo. Se me permitires vou divulgar no meu blog.

Penso que "acabar com o Natal" vai ser impossível. Pois esta época está profundamente enraizada nos povos do hemisfério Norte (no hemisfério Sul também, mas trata-se apenas de tradições levadas para aí pelas populações colonizadores, pois as vossas estações funcionam "ao contrário") . Não só enquanto tradição, mas fundamentalmente na nossa própria psicologia. Quer queiramos quer não, o inicio do Sol a subir no "horizonte", o crescimento dos dias, a cessação das chuvas e neve, trás ao nosso espírito e a toda a natureza uma nova vitalidade. Era isso que os antigos povos (milhares de anos antes do cristianismo) comemoravam e que a igreja Católica, que tudo corrompeu, aproveitou para "ganhar" adeptos.

O que em minha opinião tem que ser combatido é o consumo completamente irracional, que se pratica nesta época, transformando o que deveria ser um acto simples e familiar, numa "achega" às economias desfalecidas. Depois, claro, vem a ideia do nascimento de Cristo e todo o alvoroço que os cristão fazem duma mentira sem sentido. Penso que o nosso combate, enquanto irreligiosos, deveria começar por aí. Esclarecer e denunciar a farsa do cristianismo. É uma tarefa titânica, aparentemente desmoralizante, mas como se diz por cá: água mole em pedra dura, tanto bate até que fura.

Pessoalmente não comemoro o Natal da maneira tradicional (consumista), mas não dispenso o encontro com familiares e amigos que, a grande maioria, só vejo nesta reunião. Sempre incentivei os meus filhos a criarem eles mesmos os presentes para a família. Desde sempre são eles mesmos que fazem os presentes que oferecem - este ano recebi um bonito retrato da minha filha mais nova, um lindo cachecol tricotado (muito mal...rs) pela minha filha do meio e um deprimente mealheiro de barro, pintado com caveiras (para me recordar a crise) do meu filho mais velho. Acho que nós, irreligiosos, temos a responsabilidade de mostrar, que se pode participar num evento sem ser necessário aderir às imposições capitalistas ou dogmas religiosos.

Abraços e Bom Ano Novo!

Sobre

Badge

Carregando...

Leia Isto!

Traduzir para/Translate to:


Visualizações

contador de visitas online

Se esta é a sua 1ª visita ou se passou por aqui, mas não quis comentar nem publicar nada, assine o nosso livro de visitas!

Irreligiosos.ning.com website reputation

Recados Rápidos

 

 

Links Indicados

Sites da Rede DDD: . . . . . . .Logo Rede DDD Acessar links dos sites Baú do Inexplicado Outros:
visit Skeptic.com

Sociedade Racionalista

ComunidadeO Outro Lado das ReligiõesBULE VOADORInternet Infidels Visitar o Observatório

GeraLinks

Badges do Irreligiosos

Nosso badge no seu blog:

Link o Irreligiosos


(Clique aqui para saber como!)


Enquete Jesus Cristo


Sua opinião sobre Jesus Cristo:
Acesse o post de apoio;

----------------
Acesse a nossa página PESQ para responder à enquete.

 


Notícias Cristãs

Atenção: As notícias aqui divulgadas não são nossas recomendações e são veiculadas apenas para informar os últimos acontecimentos e eventos do cristianismo.

(Se a exibição falhar, não é culpa nossa e sim do Widget. Não se preocupem, elas voltam depois)

Por Gospel+ - Gospel+ Noticias

Grupos

Principais Colaboradores

Abaixo, destacamos (em ordem alfabética) a 4ª lista dos nossos  mais eminentes e constantes colaboradores:

  • Alfredo Bernacchi
  • Assis Utsch
  • Carlos Dosivan
  • Divina J. Scarpim
  • Erijosé Oliveira
  • Gilberto Vieira
  • Jorge O. Almeida
  • Luísa L.
  • Márcia Zaros
  • Marilda Oliveira
  • Oiced Mocam
  • Paulo Luiz  
  • Paulo Rosas 
  • Rafael Rocha
  • Sergio M. Rangel

© 2017   Criado por Ivo S. G. Reis.   Ativado por

Badges  |  Relatar um incidente  |  Termos de serviço